Conduta da vazão de uma fita gotejadora (Netafim Tiran) em função de 6 tipos de pressões gravitacional / Conduct of the flow of a drip tape (Netafim Tiran) in function of 6 types of gravitational pressure

Flavia de França Santos, Bruna Lima Silva, Rodrigo Pereira Silva, Thainá Araújo de Oliveira, João Marcos dos Santos Albuquerque, Maria Claudiane da Silva

Abstract


Este trabalho objetivou obter informações sobre o desempenho dos gotejadores (In line), quanto ao aspecto de variação de vazão em função de 6 níveis de pressão gravitacional. O método de irrigação por gotejo, vem se expandindo mundialmente, por ser sustentável e desprovido por técnicas economicamente viáveis, com um sistema de irrigação de baixo consumo de água e energia. A irrigação por gotejamento se destaca, ainda, por sua facilidade de operação, por sua eficiência e uniformidade de distribuição de água, refletindo em melhor aproveitamento dos recursos hídricos e aumento na produção das culturas. O trabalho foi conduzido em condições de ambiente aberto da Unidade Acadêmica de Agronomia da Universidade Federal de Alagoas, onde foi montado uma estrutura de ensaios de 3 m de altura, assim possibilitando, 6 níveis de pressão gravitacional, sendo 1 nível para cada tratamento com a fita gotejadora, todos os níveis de pressão utilizaram a mesma fita gotejadora sendo a mesma da modelo Netafin Tiran. A curva característica da fita gotejadora apresentou equação característica tipo potencial, dada pela equação q = 0,2899*H0,3493, e R² = 0,9691, sendo comprovada uma boa relação vazão x pressão.


Keywords


Gotejadores, Pressão Gravitacional, Variação De Vazão.

References


AZEVEDO, Leonardo Pretto de. USO DE DOIS ESPAÇAMENTOS ENTRE GOTEJADORES NA MESMA LINHA LATERAL E SEUS EFEITOS SOBRE A FORMAÇÃO DO BULBO MOLHADO, PRODUTIVIDADE E QUALIDADE DE RABANETE (Raphanus sativus L.). 2008. 65 f. Tese (Doutorado) - Curso de Agronomia, Universidade Federal de São Paulo, Botucatu – Sp, 2008.

BATISTA, Rafael O. VAZÃO DE GOTEJADORES COM DISTINTOS TEMPOS DE IRRIGAÇÃO APLICANDO ÁGUA RESIDUÁRIA DE SUINOCULTURA E ÁGUA DE ABASTECIMENTO. Jaboticabal, So: Engenharia Agricola, 2014. 11 f.

DELMÉE, G.J.,1983, Manual de Medição de Vazão, Editora Edgard Blücher Ltda, São Paulo

FARIA, Luis F. et al. VARIAÇÃO DE VAZÃO DE GOTEJADORES DE FLUXO NORMAL ENTERRADOS NA IRRIGAÇÃO DE CAFÉ1. Engenharia Agricola, Piracicaba - Sp, p.589-602, 10 dez. 2014.

Manual de medição de vazão. Delmeé G. Jean; 3ª Edição – 2003; Editora Edgard Blücher Ltda.

Manual de medição de vazão através de placas de orifício, bocais e venturis. Martins N.; 1ª Edição – 1998; Editora Interciência.

SILVA, Adeilson Barreto da. COMPORTAMENTO DA VAZÃO DE UMA FITA GOTEJADORA (NETAFIM STREAMLINE 16060) EM FUNÇÃO DE DIFERENTES PRESSÕES DE OPERAÇÃO. Conird, Sergipe, p.978-982, 08 nov. 2015.

SOUSA, Paulo Gleisson Rodrigues de. EFEITO DE DIFERENTES LÂMINAS DE IRRIGAÇÃO E COBERTURA DO SOLO NO CRESCIMENTO DA CULTURA DO SORGO. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada, Ceara, p.1528-1537, 03 mar. 2017.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-290

Refbacks

  • There are currently no refbacks.