Uma proposta de implementação de reuso de água e economia hídrica em um lava-rápido da cidade Caarapó- MS / A proposal for implementation of water reuse and wa-ter economy at a car wash in the city of Caarapó-MS

Aline Ramos Dias Rodrigues, Carolyne Rezende Coelho, Larissa Lana Sato Sousa, Ricardo Alexandre De Miranda Rocha, Talita Cristina Silva De Oliveira, Bruno Christiano Silva Ferreira

Abstract


Este artigo se propõe a um estudo de reuso de água em um lava-rápido visando a economia hídrica nas lavagens de veículos. Para isso, sugere-se a implementação de uma estação de tratamento de efluentes em um lava-rápido no Município de Caarapó - MS. Assim, sugere-se um modelo sustentável deste lava-rápido, que já está em funcionamento. São apresentados métodos para delimitar um sistema para o tratamento deste tipo de efluente produzido, a partir do consumo diário de água, durante a lavagem de automóveis. O funcionamento deste sistema de reuso tem por finalidade a diminuição do uso da água tratada, e assim minimizar gastos com este insumo. A avaliação econômica da implementação do sistema de tratamento de efluente e o reuso da água foi executado, e mostrou que o empenho financeiro inicial é rapidamente reembolsado pelo empreendedor e se torna uma fonte de economia para o empreendimento.

Keywords


Lavagem de automóveis, modelo sustentável, sistema de reuso, tratamento de efluentes.

References


ABAS – Associação Brasileira de Águas Subterrâneas. Gestão de riscos uma experiência no setor de saneamento – estudo de caso SABESP. In: XVI Congresso Brasileiro de Águas Subterrâneas. 2010

ABNT. NBR8160. Sistemas Prediais de Esgoto Sanitário- Projeto e execução – ABNT, Rio de Janeiro, 1999.

ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas. Elaboração de projetos hidráulicosanitários de estações de tratamento de esgotos sanitários, NBR 12.209. Rio de Janeiro, 2011. 53 p.

ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas. Projeto de captação de água de superfície para abastecimento público, NBR 12.213. Rio de Janeiro, 1992. 5 p.

ACQUALIMP. Biodigestor Acqualimp. 2020.

ANFAVEA (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores). Anuário Estatístico da Indústria Automobilística Brasileira, 2019.

CARRASQUEIRA, L. S.; LIMA, A.C.T.O.ANDRADE, M.L; FREITAS, P. C; FERREIRA, L.C.S, NOBRE, F.J.V; FERREIRA, B.C.S; REUSO DE ÁGUAS CINZAS EM EMPREENDI-MENTOS COMERCIAIS: UM ESTUDO DE CASO EM EDIFÍCIO HOTELEIRO DE BELO HORIZONTE, BrazilIAN JoURNAL of development., v. 5, n. 7, p.10028-10035, 2019.

COSTA, M. J. C.; SOUSA, J. T.; LEITE, V. D.; LOPES, W. S.; SANTOS, K. D. Impactos socioambientais dos lava-jatos em uma cidade de médio porte. Revista Saúde e Ambiente/Health and Environment Journal, v. 8, n. 1, jun. 07.

CONAMA nº 273, de 29 de novembro de 2000. Estabelece diretrizes para o licenciamento ambiental de postos de combustíveis e serviços e dispõe sobre a prevenção e controle da poluição. Publicada no DOU nº 5, de 8 de janeiro de 2001, Seção 1, páginas 20-23.

COPASA - COMPANHIA DE SANEAMENTO DE MINAS GERAIS. Esgoto Sanitário,

processos de tratamento.

GONÇALVES, O.; HESPANHOL, I.; Conservação e reúso de Água: Manual de orientação para o setor industrial. São Paulo: CIRRA/MMA/ANA/FIESP, 2004.

HYDROTECH. Manual de instalação SAO – Separador de água e óleo. Betim, 2020.

JORDÃO, E.P.; VOLCHAN JR., I. Tratamento de Esgotos Sanitários em Empreendimentos Habitacionais. 1. Ed. Brasília: CAIXA, 2009, 132p.

MORELLI, Eduardo Bronzatti. Reúso de água na lavagem de veículos. Dissertação (Mestrado em Engenharia Hidráulica e Sanitária). Escola Politécnica da Universidade de São Paulo: São Paulo, 2005.

NBR ISO 14001. Sistemas de Gestão Ambiental – Especificação com guia para uso – ABNT, Rio de Janeiro, 1996.

SEBRAE – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Sustentabilidade. Relatório de Inteligência Setorial (2016).

SEREJO, E. C.; Projeto arquitetônico do lava-rápido em estudo, 2020

SNATURAL Ambiente. Separador Água – Óleo. 2019. Disponível em: < https://www.snatural.com.br/separador-agua-oleo-sao/ >. Acesso em nov. 2020.

TRATA BRASIL. Manual do Saneamento Básico – Entendendo o saneamento básico ambiental no Brasil e sua importância socioeconômica. [S.l] s.n., s.d. 2012.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-288

Refbacks

  • There are currently no refbacks.