Gestão escolar democrática: desafios e perspectivas / Democratic school management: challenges and perspectives

Lucileide Germano Bezerra Facó, Tânia Noemia Rodrigues Braga, Francisca Moreira de Castro, Maria do Socorro Nogueira Oliveira Filha Lima, Glaydes Maria de Sousa Rodrigues, Cecília Maria Lima Silva, Michélle dos Santos Menezes, Sarah Cristina Cidrão Uchoa

Abstract


A gestão de uma escola é fundamental para que os resultados de aprendizagens e desenvolvimento crítico, social e cidadã ocorram satisfatoriamente, daí, o modelo de gestão democrática aparece como sendo o considerado ideal, no entanto, as escolas tem enfrentado dificuldades para implementar esse modelo de gestão, pois se caracteriza pela superação de muitos desafios, cujo o maior consiste em fazer com que todos os segmentos da comunidade escolar participem dos processos de decisões. Diante desse contexto, traçamos como objetivo Constatar e compreender mediante pesquisas bibliográficas, os conceitos, pressupostos, diretrizes, papel do gestor e visões de professores sobre a Gestão Democrática Escolar. Para tanto, realizamos uma pesquisa de cunho bibliográfica mediante fontes encontradas em arquivos PDF e em livros. Como resultado, evidenciamos que a gestão escolar democrática tem como objetivo a descentralização do poder, que existem leis que ditam que a escola deve trabalhar sob a perspectiva de gestão democrática, a qual possui eixos de trabalho e requer participação de todos os segmentos da comunidade escolar. Além disso, concluímos que o papel do diretor extrapola as ações administrativas e financeiras e que conforme algumas visões de professores, a escola até tenta trabalhar sob a perspectiva democrática, mas que esbarra em muitos desafios que dificulta a concretização desse modelo de gestão.

 

 


Keywords


Gestão, Democracia, Participação.

References


ANTUNES, A.; PADILHA, P. R. Educação cidadã, educação integral: fundamentos e práticas. São Paulo: Instituto Paulo Freire, 2010.

ABREU, Dayse Lúcide de Freitas; BOSCHETTI, Vania Regina; MOTA, Assislene Barros Da. Gestão Escolar Democrática: Desafios e Perspectivas. Regae: Rev. Gest. Aval. Educ. Santa Maria v. 5 n. 10. p. 103-111. 2016.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Imprensa Oficial, 1998.

_______. Lei de Diretrizes e Bases. Lei nº 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996.

BRASIL. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Plano Nacional de Educação (PNE). Diário Oficial da União [da] República Federativa do Brasil, Brasília, 2014.

CARVALHO, Francisco Geraldo Freitas. Introdução à Metodologia do Estudo e do Trabalho Científico. 2ª Ed / Expressão Gráfica e Editora. Fortaleza, 2013.

DEMO, P. A nova LDB: ranços e avanços. 9. ed. Campinas: Papirus, 1999.

FERNANDES Sergio Brasil; PEREIRA, Sueli Menezes. Gestão Escolar Democrática: Desafios e Perspectivas. Roteiro, Joaçaba, v. 41, n. 2, p. 451-474. 2016.

FERREIRA, A. B. de H. Dicionário Aurélio de língua portuguesa. 5. ed. Curitiba: Positivo, 2010.

FERREIRA, N. S. C. Repensando e ressignificando a gestão democrática da educação na “cultura globalizada”. Educação e Sociedade, Campinas: Centro de Estudos Educação e Sociedade (Cedes), v. 25, n. 89, p. 1227-1249, set./dez. 2004. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/es/v25n89.pdf Acesso em: 12 de Agosto de 2018.

GADOTTI, Moacir; ROMÃO, José Eustáquio. Escola cidadã: a hora da sociedade. In: MEC. Salto para o futuro: construindo a escola cidadã, projeto político-pedagógico. Brasília: MEC, p. 22-29.1998.

LIBÂNEO, J. C. Organização e gestão da escola: teoria e prática. 5. ed. Goiânia: Alternativa, 2004

MYRTES, Alonso. O papel do diretor na administração escolar. 3ª ed. São Paulo: Difel, 1979.

LUCK, Heloísa. Gestão escolar e formação de gestores. Em aberto, Brasília: Inep, v. 17, n. 72, p. 11-34. 2000.

LUCK, Heloísa. Ação Integrada: administração, supervisão e orientação educacional. 23° ed. Petrópolis: Vozes, 2005.

PARO, V. H. Gestão democrática da escola pública. 3. ed. São Paulo: Ática, 2010

PEREIRA, S. M. Políticas de Estado e organização político-pedagógica da escola: entre o instituído e o instituinte. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 16, n. 60, p. 337-358, jul/set. 2008. Disponível em: Acesso em: 25 de Agosto de 2018.

PEREIRA, S. M. Políticas educacionais no contexto do estado neoliberal: a descentralização de poder em questão. Políticas Educativas, Campinas: Associação de Universidades Grupo Montevidéu (AUGM), v. 1, n. 1, p. 16-28, out. 2007.

PHILIPPE, Perrenoud. Ensinar: agir na urgência, decidir na incerteza. 2ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2001.

VEIGA, I. P. A. Inovações e projeto político-pedagógico: uma regulação regulatória ou emancipatória? In: FÓRUM NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 10., 2012, Santa Cruz do Sul. Anais... Santa Cruz do Sul: Unisc, 2012.

VEIGA, I. P. A. Projeto político-pedagógico da escola: uma construção coletiva. In: VEIGA, I. P. A. (Org.). Projeto político-pedagógico da escola: uma construção possível. 28. ed. Campinas: Papirus, 2010. p. 11-35.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-246

Refbacks

  • There are currently no refbacks.