Histórico das transformações produtivas na agricultura no Sudoeste Paranaense: um estudo de caso / History of productive transformations in agriculture in Southeast Paranaense: a case study

Janaine da Silva Leite, Serinei Cezar Grigolo, Sidemar Presotto Nunes, Everton Marcos Batistela, Manoel Adir Kischener

Abstract


O propósito deste artigo é analisar as transformações nas atividades agrícolas, levando-se em conta as constantes incorporações de capital na atividade, principalmente por meio da elevação do grau de mecanização e de diversas outras tecnologias que, ao mesmo tempo em que podem facilitar e simplificar o trabalho, reduzem a necessidade de trabalho vivo nas atividades e modificam constantemente as formas de se produzir, bem como as trocas de atividades produtivas pelos agricultores. A comunidade rural estudada foi Linha Jacutinga, localizada em Dois Vizinhos, sudoeste do Estado do Paraná, formada em sua maioria por pequenos proprietários e com relevo declivoso, o que dificulta a mecanização. Em algumas atividades econômicas, as mudanças radicais nas formas de produzir deram-se pela necessidade de aumento de capital na atividade, outras, pela mesma razão, deixaram de existir enquanto outras foram inseridas. Por se tratar de agricultores com pouca terra e capital, à medida que as atividades intensificaram o uso de tecnologias, os agricultores migraram para novas atividades, mais intensivas em trabalho, mas que também possuem mercados estruturados, como era o caso da produção de leite. Nesta comunidade, a produção de leite e a renda dos trabalhos urbanos e da aposentadoria, se constituem nos principais condicionantes de renda da comunidade. A suinocultura e avicultura, que até os anos 80 eram intensivas em trabalho e comuns na comunidade, deixaram de existir à medida que as indústrias passaram a elevar a exigência mínima de capital para ingressar ou permanecer na atividade, de forma que atualmente não há mais produtores. O cultivo de feijão, também muito comum na comunidade, deixou de ser realizado em escala comercial quando esta espécie passou a ser produzida por meio do plantio e colheita mecanizados.

 

 


Keywords


Colonização, Sudoeste Paranaense, Agricultura Familiar, Produtividade, Renda.

References


CORRÊA, Roberto L. O sudoeste paranaense antes da colonização. Revista Brasileira de Geografia, Rio de Janeiro, ano 32, nº. 1, p. 87-98, jan./mar., 1970.

FERREIRA, Ângela D. D. Movimentos sociais rurais no Paraná – 1978-1982. In.: BONIM, A. A. et al. Movimentos sociais no campo. Curitiba: Criar Edições/Ed. da UFPR, 1987, p. 9-50.

LAZIER, Hermógenes. Análise histórica da posse da terra no sudoeste paranaense. Curitiba: SECE/BPP, 1986.

LAZIER, Hermógenes. Paraná – terra de todas as gentes e de muita história. Francisco Beltrão: Grafit Editora, 2004.

MENDRAS, Henri. Sociedade camponesa. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1978.

VOLTOLINI, Sittilo. Retorno 3: ciclo da madeira em Pato Branco. Pato Branco: Imprepel, 2000.

WANDERLEY, Maria de N. B. Raízes históricas do campesinato brasileiro. Texto apresentado no XX Encontro Nacional das ANPOCS, Caxambu, Minas Gerais, 1996.

WANDERLEY, Maria de N. B. Em busca da modernidade social: uma homenagem a Alexander V. Chayanov. In: BRANDENBURG, Alfio; FERREIRA, Ângela D. D. (Orgs.) Para pensar outra agricultura. Curitiba: Ed. da UFPR, 1998, p. 29-50.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-240

Refbacks

  • There are currently no refbacks.