Sim aos nossos ou sim a todos? Análise da formação acadêmica interdisciplinar em processos seletivos dos cursos de Doutorado em Ciências Contábeis no Brasil/ Yes to ours or yes to everyone? Analysis of interdisciplinary academic training in selection processes of Doctoral courses in Accounting in Brazil

Ademir Círico Junior, Carlos Rafael Galvão

Abstract


Este estudo objetiva analisar os processos seletivos dos programas de pós-graduação stricto sensu em Contabilidade das IES públicas do Brasil referente as seleções 2019/2020 a fim de identificar se houveram aprovação de estudantes com formação de mestrado em áreas interdisciplinares nos programas de pós-graduação a nível de Doutorado em Contabilidade,  dado a importância da formação interdisciplinar  para a construção de novos saberes nas Ciências Contábeis (Da Silva, 2012). Quanto aos procedimentos metodológicos, foram analisados 5 programas de pós-graduação por meio da busca realizada no portal da Capes. Quanto aos resultados obtidos, preliminarmente constata-se que foram identificados baixos níveis de aprovação de alunos com formação de mestrado em áreas interdisciplinares em processos seletivos do doutorado em Ciências Contábeis e baixo incentivo por parte dos programas analisados para a inclusão desses alunos no doutorado.


Keywords


Interdisciplinaridade, Pós-graduação, Ciências Contábeis.

References


BARROS, CLAUDIO MARCELO EDWARDS et al. Interdisciplinaridade em

Contabilidade Gerencial e Contabilidade de Custos em programas de mestrado : percepções de docentes e discentes. Revista de Contabilidade e Organizações, São Paulo, v. 6, n. 14, p. 163-181, 2012.

BRASIL. CAPES. Sobre a avaliação. CAPES Ministério da Educação. 2020. Disponível em: https://www.gov.br/capes/pt-br/acesso-a-informacao/acoes-e- programas/avaliacao/sobre-a-avaliacao/avaliacao-o-que-e/sobre-a-avaliacao- conceitos-processos-e-normas/conceito-avaliacao. Acesso em: 26 dez. 2020.

BRASIL. Congresso Nacional. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Diário Oficial da União. Brasília, 20 de dezembro de 1996.

CAVALCANTE, Marta C. Chaves; GONZÁLEZ, Daniel González. Efetividade da Tecnologia da Informação e Comunicação como didática na percepção dos docentes de Ciências Contábeis. Editora Dialética, f. 90, 2020. 180 p.

CIELO, IVANETE DAGA; CANEVESI, FERNANDA CRISTINA SANCHES;

BÔAS, CAMILA BERNARDIN LENZI COSTEIRA VILAS. Perspectivas, avanços e projeções para a implantação da Pós-Graduação Stricto Sensu em Secretariado Executivo. Revista SCRIBES, Viçosa, v. 1, n. 2, p. 45-68, 2020.

CIRANI, CLAUDIA BRITO SILVA; CAMPANARIO, MILTON DE ABREU;

SILVA, ELOISA HELENA MARQUES DA. A evolução do ensino da pós-graduação stricto sensu no Brasil: análise exploratória e proposições para pesquisa. Avaliação, Campinas, v. 20, n. 1, p. 163-187, 2015.

DA SILVA, ANTONIO CARLOS RIBEIRO. Interdisciplinaridade nos cursos de

Ciências Contábeis: isso é possível? Um relato de experiência. Cairu em Revista - Sociedade, Educação. Gestão e Sustentabilidade, Salvador, v. 2, p. 93-104, 2012.

DALLABONA, LARA FABIANA; OLIVEIRA, ARACELI FARIAS DE; RAUSCH, RITA

BUZZI. Avanços Pessoais e Profissionais Adquiridos por meio da Titulação de Mestre em Ciências Contábeis. Contabilidade Vista e Revista, Belo Horizonte, v. 24, n. 2, p. 39-62.

GASPERI, TAYLA NATAMI; FERREIRA, DENIZE DEMARCHE MINATTI;

OLIVEIRA, MONIQUE CRISTIANE DE. Dez anos de um programa de pós-graduação em contabilidade: onde estão e o que fazem as mestras?. Revista Pedagógica, Chapecó, v. 22, p. 1-23, 2020.

KLEINA, CLAUDIO. Metodologia da Pesquisa e do Trabalho Científico. 1. ed. Rio de Janeiro: IESDE Brasil S/A, 2016. 172 p.

MORITZ, GILBERTO DE OLIVEIRA; MORITZ, MARIANA OLIVEIRA; DE

MELO, PEDRO ANTÔNIO. A Pós-Graduação brasileira: evolução e principais desafios no ambiente de cenários prospectivos. In: XI COLÓQUIO INTERNACIONAL SOBRE GESTÃO UNIVERSITÁRIA NA AMÉRICA DO SUL. 2011, Florianópolis , 2011. 1-18 p.

PELEIAS, IVAM RICARDO et al. Evolução do ensino da contabilidade no Brasil: uma análise histórica. Contabilidade e Finanças RC-USP, São Paulo, p. 19-32, 2007.

PIAGET, JEAN. Epistemologie des rélations interdisciplinaires. In: Ceri (eds.) L’interdisciplinarité: problèmes d’enseignement et de recherche dans les universités. 131-144. Paris: UNESCO/ OCDE. 1972.

PORTARIA . CAPES n° 180, de 16 de agosto de 2018. Dispõe sobre processos avaliativos das propostas de cursos novos e dos programas de pós-graduação stricto sensu em funcionamento, 16 ago. 2018.

RECH, ILÍRIO JOSÉ; DOS SANTOS, LEIDIMAR CÂNDIDA; VIEIRA, IVONE

PEREIRA. Interdisciplinaridade: Um Estudo das Grades Curriculares dos Cursos de Graduação das Instituições de Ensino Superior que Oferecem Cursos de Graduação e Mestrado em Contabilidade. Sociedade, Contabilidade e Gestão, Rio de Janeiro, v. 2, p. 32-43, 2007.

RODRIGUES, LUCI MARI APARECIDA ; MOREIRA, KATIA DENISE;

MARTINS, CIBELE BARSALINI. Estratégias organizacionais no contexto da avaliação da pós-graduação brasileira. Estudos em avaliação educacional, São Paulo, v. 31, n. 77, p. 287-31, 2020.

UMBELINO, MOACIR; ZABINI, FRANCIELE OLIVEIRA. A importância da

interdisciplinaridade na formação docente. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO SUPERIOR. 2014, Sorocaba, 2014. 1-8 p.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-131

Refbacks

  • There are currently no refbacks.