Botulismo alimentar: A assistência de enfermagem na unidade de terapia intensiva / Food botulism in Rondônia: The nursing assistance in the intensive care unit

Julliana de Souza Rodrigues, Jéssica dos Santos Souza, Fernando Augusto Pinheiro, Sheila Carminati de Lima Soares, Angela Antunes Morais Lima

Abstract


Objetivo: O objetivo do estudo foi apresentar as condições enfrentadas por uma paciente atendida em um hospital público de Rondônia que contraiu botulismo alimentar, identificando as necessidades básicas humanas afetadas e as intervenções de enfermagem. Caso clinico: A paciente permaneceu durante 84 dias, apresentando complicações gastrointestinais severas, associadas à reposição volêmica ineficaz, causando um quadro grave de desidratação levando a insuficiência renal aguda, necessitando de hemodiálise e drogas vasoativas em alta vazão para manter os níveis pressóricos normais; apresentou paralisia neuromuscular que afetou as atividades dos sistemas pulmonar, gastrointestinal e muscular; durante o tratamento ocorreu instabilidade hemodinâmica, evoluindo para uma parada cardiorrespiratória no 37º dia de internação. Após a correção volêmica adequada e intervenções de enfermagem como controle do balanço hídrico, hemodinâmico, hipoglicemia, ventilação mecânica, precauções contra embolia e o controle hidroeletrolítico, a cliente apresentou melhora devido aos cuidados instituídos na unidade de terapia intensiva. Considerações Finais: A atuação da equipe de enfermagem em conjunto com a equipe multiprofissional com um planejamento assistencial definido garantiu a implementação de intervenções aos diagnósticos identificados garantindo a assistência direta qualificada permitindo a recuperação da paciente.

Keywords


Botulismo, Enfermagem, Terapia Intensiva.

References


ALVES, Cristiele Aparecida; BARBOSA, Cinthia Natalia Silva; FARIA, Heloisa Turcatto Gimenes. Parada cardiorrespiratória e enfermagem: o conhecimento acerca do suporte básico de vida. Cogitare Enfermagem, v. 18, n. 2, 2013.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Manual integrado de vigilância epidemiológica do botulismo / Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde, Departamento de Vigilância Epidemiológica. Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 2006.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Especializada e Temática. Guia para uso de Hemocomponentes / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Especializada e Temática. 2. ed. – Brasília: Ministério da Saúde, 2015.

BRASIL. Ministério da saúde. Secretaria de vigilância em saúde. Coordenação Geral de desenvolvimento da Epidemiologia em Serviços. Guia de vigilância em saúde: volume único – 2ed. – Brasília: ministério da saúde, 2017.

Brunner & Suddarth, Manual de enfermagem médico-cirúrgica / revisão técnica Sonia Regina de Souza; tradução Patricia Lydie Voeux. – 13. ed. – Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2015.

BORDINHÃO, Rosaura Costa; ALMEIDA, Miriam de Abreu. Instrumento de coleta de dados para pacientes críticos fundamentado no modelo das necessidades humanas básicas de horta. Revista gaúcha de enfermagem. Porto Alegre, 2012.

BULECHEK, Gloria M; Butcher, Howard K et. al. NIC - Classificação das Intervenções de Enfermagem. [Tradução de Denise Costa Rodrigues]. - 6. ed. - Rio de Janeiro: Elsevier, 2016.

DUTRA, Valeria de Freitas, et al. Desequilíbrios hidroeletrolíticos na sala de emergência. Rev Bras Clin Med. São Paulo, 2012.

Horta, W. A. Processo de enfermagem. I Wanda de Aguiar Horta; com a colaboração de Brigitta E. P. Castellanos. - Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011.

JUNIOR, W. F. DA S. Hemitartarato de Norepinefrina. Novafarma Indústria Farmacêutica Ltda. Anápolis – GO, 2015.

MONGIOVI, Vita Guimarães et al. Reflexões conceituais sobre humanização da saúde: concepção de enfermeiros de Unidades de Terapia Intensiva. Rev. bras. enferm. Brasília, 2014.

PETERSEN, Cristina Buischi et al. Necessidades de saúde e o cuidado de enfermagem. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 69, n. 6, 2016.

SANTOS, E. S.; MARINHO, C. M. S. Principais causas de insuficiência renal aguda em unidades de terapia intensiva: intervenção de enfermagem. Revista de Enfermagem, Bahia, 2013.

SARAIVA, Maycon Douglas Costa et al. Uma reflexão sobre o Botulismo Alimentar (Clostridium botulinum). DESAFIOS-Revista Interdisciplinar Da Universidade Federal Do Tocantins, v. 3, n. 2, p. 26-35, 2016.

SOUZA, Thamires Lessa de et al. Necessidades humanas básicas alteradas em pacientes pós-transplante renal: estudo transversal. Online Brazilian Journal of Nursing, v. 15, n. 2, p. 265-275, 2016.

VIANA, R. A. P. P. et al. A. Sepse, um problema de saúde pública: a atuação e colaboração da enfermagem na rápida identificação e tratamento da doença. São Paulo: COREN-SP, v. 1, n. 1, p. 7-90, 2017.

ZATTI, C. A. Botulismo: Conhecendo Os Casos Brasileiros Notificados Entre 2007 A 2013. Revista Contexto & Saúde, v. 13, n. 24-25, p. 21-26, 2013.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-127

Refbacks

  • There are currently no refbacks.