A atuação do enfermeiro do trabalho na assistência à saúde e prevenção da síndrome de Burnout em profissionais de saúde/ The role of the nurse's work on health care and prevention of Burnout syndrome in health professionals

Flavia Cardoso dos Santos, Rosane Pereira dos Reis, Douglas Ferreira Rocha Barbosa, Marcelle Perdigão Gomes, Juliana Soares Tenório de Araújo, Paulyne Souza Silva Guimarães, Rosa Caroline Mata Verçosa, Siane Mariano Alves

Abstract


A síndrome de Burnout (SB) é um elemento psicossocial que aparece como resposta aos estressores interpessoais crônicos presentes no trabalho. O objetivo desse trabalho é descrever por meio dos artigos publicados à atuação do enfermeiro do trabalho na assistência à saúde e prevenção da síndrome de burnout em profissionais de saúde. Revisão integrativa da literatura, realizada por acesso online nas bases de dados Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Scientific Electronic Library Online (SCIELO) e Base de dados de enfermagem (BDENF), acessada através da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS). Atendendo os seguintes critérios de inclusão artigos originais disponibilizados na íntegra, na forma online e gratuita e disponíveis nas bases de dados já mencionados, no período compreendido entre 2012 a 2016. Os resultados mostraram que compete ao enfermeiro estimular a equipe multiprofissional a participarem de programas de formação continuada, bem como os cursos de atualização específica, com a finalidade de expandir conhecimentos a respeito da temática e, desta forma, colaborar tanto para a diminuição dos índices de SB. A atuação do enfermeiro nas orientações sobre a SB pode construir como uma atividade eficaz. É importante salientar que as medidas proporcionadas pelos enfermeiros aos profissionais de saúde é uma medida eficaz e educativa para os mesmos, pois adquirem informações fundamentais para a prevenção da SB

Keywords


Esgotamento Profissional, Saúde do Trabalhador, Doenças Profissionais, Enfermagem, Prevenção.

References


ALMEIDA, L. A. et al. Fatores geradores da Síndrome de Burnout em profissionais de saúde. J. res.: fundam. Care. Online, v. 8, n. 3, p. 4623-4628, 2016. Disponível em: < http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/3469>. Acesso em: 17 Abr. 2017.

ALMEIDA, A. M. O. et al. Estresse ocupacional em enfermeiros que atuam em cuidados ao paciente crítico. J. enferm. UFPE online, v. 10, n. 5, p. 1663-71, 2016. Disponível em: < http://bases.bireme.br/cgi-bin/wxislind.exe/iah/online/?IsisScript=iah/iah.xis&src=google&base=BDENF〈=p&nextAction=lnk&exprSearch=29649&indexSearch=ID>. Acesso em: 17 Abr. 2017.

CRUZ, S. P. L.; ABELLÁN, M. V. Desgaste profissional, stress e satisfação no trabalho do pessoal de enfermagem em um hospital universitário. Rev. Latino-Am. Enfermagem, v. 23, n. 3, p. 543-52, 2015. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-11692015000300543&script=sci_arttext&tlng=pt>. Acesso em: 17 Abr. 2017.

FONSECA, J. R. F.; NETO, D. L. Níveis de estresse ocupacional e atividades estressoras em enfermeiros de unidades de emergência. Rev. Rene, Fortaleza, v. 15 n. 5, p. 732-42, 2014. Disponível em: < http://www.revistarene.ufc.br/revista/index.php/revista/article/download/1692/pdf>. Acesso em: 17 Abr. 2017.

FRANÇA, T. L. B. et al. Síndrome de Burnout: características, diagnostico, fatores de risco e prevenção. Rev. Enferm. UFPE, Recife, v. 8, n. 10, p. 3539-46, 2014. Disponível em: < http://www.revista.ufpe.br/revistaenfermagem/index.php/revista/article/download/6347/10570>. Acesso em: 17 Abr. 2017.

FRANÇA, F. M.; FERRARI, R. Síndrome de Burnout e os aspectos sócio-demográficos em profissionais de enfermagem. Acta Paul. Enferm. v. 25, n. 5, p. 743-8, 2012. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-21002012000500015>. Acesso em: 17 Abr. 2017.

FREITAS, A. R. et al. Impacto de um programa de atividade física sobre a ansiedade, depressão, estresse ocupacional e síndrome de Burnout dos profissionais de saúde de enfermagem no trabalho. Rev. Latino-Am enfermagem, Rio de Janeiro, v. 22, n. 2, p. 332-6, 2014. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/rlae/v22n2/pt_0104-1169-rlae-22-02-00332.pdf>. Acesso 16 Abr. 2017.

GASPARINO, R. C.; GUIRARDELLO, E. B. Ambiente da prática profissional e burnout em enfermeiros. Rev. Rene, Fortaleza, v. 16, n. 1, p. 90-6, 2015. Disponível em: < http://www.periodicos.ufc.br/index.php/rene/article/viewFile/2667/2052>. Acesso em: 14 Abr. 2017.

LOPES, C. C. P.; RIBEIRO, T. P.; MARTINHO, N. J. Síndrome de Burnout e sua relação com a ausência de qualidade de vida no trabalho do enfermeiro. Rev. Enfermagem em Foco, v. 3, n. 2, p. 97-101, 2012. Disponível em: < https://www.researchgate.net/publication/277771847_Sindrome_de_Burnout_e_sua_relacao_com_a_ausencia_de_qualidade_de_vida_no_trabalho_do_enfermeiro>. Acesso em: 10 Abr. 2017.

HOMLES, E. S. et al. Síndrome de burnout em enfermeiros na atenção básica: repercussão na qualidade de vida. J. res.: fundam. Care.online, v. 6, n. 4, p. 1384-1395, 2014. Disponível em: < http://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/bde-25816>. Acesso em: 11 Abr. 2017.

MENDES, K. D.S.; SILVEIRA, R. C. C. P.; GALVÃO, C. M. Revisão integrativa: método de pesquisa para incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Rev. Texto Contexto Enferm., Florianópolis, v. 17, n. 4, p. 758-64, out.-dez. 2008. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/tce/v17n4/18.pdf>. Acesso em: 16 Abr. 2017.

MERCES, M. C. et al. Síndrome de Burnout trabalhadores de enfermagem na Atenção Básica à Saúde. Rev. Baiana de Enfermagem, v. 30, n. 3, p. 1-9, 2016. Disponível em: < https://portalseer.ufba.br/index.php/enfermagem/article/view/15645>. Acesso em: 17 Abr. 2017.

NEVES, V. F.; OLIVEIRA, A. F.; ALVES, P. C. Síndrome de Burnout: impacto da satisfação no trabalho e da percepção de suporte organizacional. Rev. Psico, Porto Alegre, v. 45, n. 1,p. 45-54, 2014. Disponível em: . Acesso em: 10 Abr. 2017.

PALAZZO, L. S.; CARLOTTO, M. S.; AERTS, D. R. G. C. Síndrome de Burnout: estudo de base populacional com servidores do setor público. Rev. Saúde Pública, São Paulo, v. 45, n. 6, p. 1066-73, 2012. Disponível em: . Acesso em: 10 Maio 2017.

PALMA, F. S.; SUAZO, S. V. A síndrome de burnout em trabalhadores de enfermagem em dois hospitais no sul do Chile. Rev. Av. Enferm., v. 34, n. 1, p. 39-47, 2016. Disponível em: < http://bases.bireme.br/cgi-bin/wxislind.exe/iah/online/?IsisScript=iah/iah.xis&src=google&base=LILACS〈=p&nextAction=lnk&exprSearch=791099&indexSearch=ID>. Acesso em: 17 Abr. 2017.

PORTELA, N. L. C. et al. Síndrome de burnout em profissionais de enfermagem de serviços de urgência e emergência. J. res.: fundam. Care. Online, v. 7, n. 3, p. 2749-2760, 2015. Disponível em: < http://bases.bireme.br/cgi-bin/wxislind.exe/iah/online/?IsisScript=iah/iah.xis&src=google&base=BDENF〈=p&nextAction=lnk&exprSearch=26898&indexSearch=ID>. Acesso em: 13 Abr. 2017.

RATOCHINSKI, C. M. W. et al. O estrese em profissionais de enfermagem: uma revisão sistemática. Rev. Bras. Ciências da Saúde, v. 20, n. 4, p. 341-346, 2016. Disponível em: < http://periodicos.ufpb.br/index.php/rbcs/article/view/23891>. Acesso em: 13 Abr. 2017.

SANCHEZ, F. F. S.; OLIVEIRA, R. Aspectos mediadores e desencadeadores da Síndrome de Burnout nos enfermeiros. Cuid. Enferm., v. 10, n. 1, p. 61-67, 2016. Disponível em: . Acesso em: 11 Abr. 2017.

SILVA, J. L. L. et al. Fatores psicossociais e prevalência da síndrome de burnout entre trabalhadores de enfermagem intensivistas. Rev. Bras. Ter. Intensiva, v. 27, n. 2, p. 125-133, 2015. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-507X2015000200125>. Acesso em: 18 Abr. 2017.

SILVA, A. M. et al. Occupational Stress and Quality of Life in Nursing. Rev. Paidéia, v.26, n. 63, p. 63-70, 2016. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-863X2016000100063>. Acesso em: 13 Abr. 2017.

SIMONETTI, S. H.; BIANCHI, E. R. F. Estresse do enfermeiro que atua em unidade de internação. Rev. enferm. UFPE online, v. 10, n. 12, p. 4539-46, 2016. Disponível em: < http://pesquisa.bvsalud.org/enfermeria/resource/pt/bde-30182>. Acesso em: 15 Abr. 2017.

TRETTENE, A. S. et al. Estresse em profissionais de enfermagem atuantes em um Hospital Especializado. Rev. Enferm. UFPE online, v. 10, n. 12, p. 4450-8, 2016. Disponível em: < http://pesquisa.bvsalud.org/enfermeria/resource/es/bde-30170>. Acesso em: 14 Abr. 2017.

ZANATTA, A. B.; LUCCA, S. R. Prevalência da síndrome de burnout em profissionais de saúde de um hospital oncohematológico infantil. Rev. Esc. Enferm. USP, São Paulo, v. 49, n. 2, p. 253-260, 2015. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v49n2/pt_0080-6234-reeusp-49-02-0253.pdf>. Acesso em: 16 Abr. 2017.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-071

Refbacks

  • There are currently no refbacks.