Protestos e conflitos urbanos por segurança viária em Curitiba e região metropolitana / Urban protests and conflicts for road safety In Curitiba and metropolitan region

Alceu Dal Bosco Junior, Jorge Tiago Bastos, José Ricardo Vargas De Faria

Abstract


No Brasil e no mundo, é crescente a atenção dada à segurança viária, que adquire expressão na forma de políticas e programas governamentais. Contudo, protestos e manifestações populares reivindicando respostas do poder público à ocorrência de acidentes e fatalidades são recorrentes. Estas insatisfações são exemplos de conflitos urbanos por segurança viária. O objetivo desse trabalho é analisar protestos por maior segurança viária em Curitiba e Região Metropolitana, apresentando um método de diagnóstico dos locais de protestos, considerando as características físicas com potencial de redução na acidentalidade e as respostas do poder público aos protestos. Os resultados demonstram que os locais de conflitos se concentram na periferia da cidade, com suas demandas sendo respondidas de forma limitada e pontual, sem uma visão ampla das necessidades locais, que persistem apesar das eventuais intervenções. O método empregado tem potencial de avaliar de maneira prática estas necessidades e tornar possível respostas mais efetivas às exigências dos moradores.


Keywords


Conflitos Urbanos, Protestos, Segurança Viária, Dispositivos de Segurança Viária

References


Brasil (1997) Código de Trânsito Brasileiro. Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997. Disponível em: . Acesso em: 29 nov. 2017.

Conflitos Curitiba (2018) Observatório de Conflitos Urbanos de Curitiba. Dispoonível em: < http://conflitoscuritiba.blog.br/> Acesso em: 01 jul 2018.

Corrêa, J. P. (2009) 20 anos de lições de trânsito no Brasil. Ed. Volvo, Curitiba.

Elvik, R.; Hoye, A.; Vaa, T.; Sorensen, M. (2015) O Manual de Medidas de Segurança Viária. Ed. Fundación Mampfre, Madrid, Espanha.

Ferraz, A. C. P.; Raia, A. A. J.; Bezerra, B. S.; Bastos, J. T.; Silva, K. C. R. (2012) Segurança Viária. Eds. Suprema Gráfica e Editora, São Carlos, SP.

Gössling, S. (2016) Urban transport justice. Journal of Transport Geography, v. 54, n. June, p. 1–9.

Harvey, D. (1982) O trabalho, o capital e o conflito de classes em torno do ambiente construído nas sociedades capitalistas avançadas. Espaço e Debates, v. Jun-Set, n. 6, p. 6–32.

IPPUC. (2018) Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba. Disponível em: Acesso em: 02 dez. 2017.

Lefebvre, H. (1996) Writings on Cities. Ed. Blackwell Publishers Inc., Cambridge, Massachussets.

OMS (2015) Global Status Report on Road Safety. Organização Mundial da Saúde. Geneva, Suiça.

Sevilla-Buitrago, A. (2013) Debating contemporary urban conflicts : A survey of selected scholars. Cities, v. 31, n. April, p. 454–468.

Sheller, M. e Urry, J. (2000) The City and the Car. International Journal of Urban and Regional Research, v. 24, n. December 2000, p. 737–757.

Vainer, C. B. (2013) Quando a cidade vai às ruas. In: Cidades Rebeldes: passe livre e as manifestações que tomaram as ruas do Brasil. Ed. Boitempo, São Paulo.

Vasconcellos, E. A. (2014) Políticas de Transporte no Brasil: a construção da mobilidade excludente. 1. Ed. Manole, Barueri, SP.

Villeneuve, P.; Trudelle, C.; Pelletier, M.; Theriault, M. (2009) Os Conflitos Urbanos: Uma Abordagem Analítica. Environnement Urbain / Urban Environment, v. 3, p. d-1-d-8.

Wells, P. (2007) Deaths and injuries from car accidents : an intractable problem? Journal of Cleaner Production, v. 15, n. 11-12 p. 1116–1121.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-059

Refbacks

  • There are currently no refbacks.