Estudantes não alfabetizados no ensino fundamental: da exclusão à produção de sentidos / Non-literate students in elementary school: from exclusion to production of senses

Filomena Elaine Paiva Assolini

Abstract


Apresentamos resultados de um trabalho de intervenção pedagógica, realizado com estudantes do ensino fundamental de uma escola pública brasileira. O trabalho nascido a partir de resultados de pesquisa que assinalaram dificuldades com a leitura, escrita e produção de textos foi realizado com base nos estudos e contribuições de Coracini a respeito dessas práticas culturais, bem como nas contribuições de estudiosos como Antonio Candido e Umberto Eco. Realizamos oficinas de literatura caracterizadas por diferentes condições de produção, objetivando conduzir os estudantes a ressignificar suas relações com a leitura e a escrita, para que reaprendessem a ler-interpretar e escrever. O corpus analisado foi constituído de produções linguísticas escritas dos estudantes participante, bem como das observações contidas no diário de campo referente às oficinas realizadas pela pesquisadora. Para o presente evento científico trazemos um texto produzido por um dos estudantes. Podemos afirmar que o trabalho realizado a partir das oficinas de literatura alcançou os objetivos, pois ao final desse período os estudantes melhor relacionavam-se com a leitura e a escrita, tendo aprendido que podem posicionar-se como sujeitos-intérpretes e produtores de sentidos. Após participarem desse projeto, esses jovens, que estavam excluídos da escola e da sala de aula e prestes a abandoná-las, tornaram-se visíveis dentro da escola e da sala de aula, tendo sido reconhecidos como sujeitos capazes de se posicionar criticamente.


Keywords


Exclusão, Leitura, Escrita, Ressignificação.

References


CANDIDO, A. O direito à literatura. In: CANDIDO, A. Vários escritos. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul; São Paulo: Duas Cidades, 1995. p. 169-191.

CORACINI, M. J. R. F. Discurso e Escrit(ur)a: entre a necessidade e a (im)possibilidade de ensinar. In: CORACINI, M. J. R. F.; ECKERT-HOFF, B. (Orgs.). Escrit(ur)a de si e alteridade no espaço papel-tela: alfabetização, formação de professores, línguas materna e estrangeira. Campinas: Mercado de Letras, 2010. p. 17-50.

CORACINI, M. J. F. Leitura ou interpretação: pulsão escópica e gesto de violência. In: FLORES, G. B.; NACKEL, N. R. M.; GALLO, S. M. L. (Orgs.).

Análise de discurso em rede. Campinas: Pontes, 2015. v. 1.

ECO, U. Interpretação e superinterpretação. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

GREGOLIN, M. R.; BARONAS, R. (Orgs.). Análise de discurso: as materialidades do sentido. 3. ed. São Carlos: Claraluz, 2007.

ORLANDI, E.P. Análise de discurso: princípios e procedimentos. Campinas, Pontes, 1999.

PÊCHEUX, M. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. 3. ed. Campinas: Unicamp, 1997.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-038

Refbacks

  • There are currently no refbacks.