Núcleos de inovação tecnológica do estado da Bahia: contribuições para os programas institucionais de bolsas de iniciação em desenvolvimento tecnológico e inovação / Centers of technological innovation in the state of Bahia: contributions to the institutional programs for initiation fellows in technological development and innovation

Alanna Rodrigues Santana, Angela Machado Rocha

Abstract


Nas últimas décadas, planejamentos racionais para fomentar a aplicação da pesquisa, como uma ação concreta para a sociedade, vêm sendo delineados objetivando ampliar o desenvolvimento tecnológico do país. Dentro do contexto da Lei de Inovação, a presente proposta traz a atuação dos Núcleos de Inovação Tecnológica das Instituições do estado da Bahia, como agentes capazes de contribuir na capacitação, orientação e gestão dos projetos dos Programas de Bolsas de Iniciação Tecnológica em relação às práticas do empreendedorismo e da inovação que geram impactos para a sociedade. Assim, contemplar a inserção dos estudantes no ambiente de inovação e estabelecer parcerias com empresas e outras organizações com interesse em desenvolvimento tecnológico, para disseminar a importância do estímulo do uso de metodologias, produtos inovadores e melhorar a qualidade das pesquisas e suas consequências positivas para a sociedade de forma que a difusão desse processo seja captada pela tríplice hélice.


Keywords


Núcleo de Inovação Tecnológica. Iniciação Tecnológica. Política Pública.

References


ALVES, F.F; et. al. Propriedade Intelectual: proteção e gestão estratégica do conhecimento. Revista Brasileira de Zootecnia, v.39, julho/2010. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1516-35982010001300001&script=sci_arttext&tlng=pt Acesso em: agosto/2020.

AMARANTE-SEGUNDO, G.S. O papel dos núcleos de inovação tecnológicas na gestão da política de inovação e sua relação com as empresas. In: SOARES, F.M; PRETE, E.K.E. Marco Regulatório em Ciência, Tecnologia e Inovação: texto e contexto da Lei nº 13.243/2016. Belo Horizonte. Editora Arraes. 2018. P. 40-52.

BAHIA. Lei nº 11.174, de 09 de dezembro de 2008. Dispõe sobre incentivos à inovação e à pesquisa científica e tecnológica em ambiente produtivo no Estado da Bahia e dá outras providências., 2008

BAHIANA – ESCOLA DE MEDICINA E SAÚDE PÚBLICA. Edital unificado de seleção para bolsas do PIBIC 2019 nº01/19. Salvador. 25 de março de 2019.

BARBOSA, Claudio R.. Propriedade intelectual: introdução à propriedade intelectual como informação. 1 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

BOAVENTURA, E.M. et al. Interiorização da Educação Superior no estado da Bahia. Revista de Desenvolvimento Econômico, Ano XVII - Edição especial - Dezembro de 2015 Salvador, BA – p. 653 – 670. Disponível em: < file:///C:/Users/WIN7/Downloads/4029-15296-3-PB.pdf> Acesso em: setembro/2020.

BRASIL, Lei nº 10.973, 02 de dezembro de 2004. Dispõe sobre incentivos à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no ambiente produtivo e dá outras providências. Brasília, 2 de dezembro de 2004.

BRASIL. Lei nº 113.243, 11 de janeiro de 2016. Dispõe sobre estímulos ao desenvolvimento científico, à pesquisa, à capacitação científica e tecnológica e à inovação. Brasília, 11 de janeiro de 2016.

BRASIL. Resolução Normativa nº 017 de 2006. Estabelece as normas gerais e específicas para as modalidades de bolsas por quota no País. Brasília.

CENTRO DE LIDERANÇA PÚBLICA. Ranking de Competitividade dos Estados. Disponível em: < http://www.rankingdecompetitividade.org.br/>. Acesso em: setembro/2020.

CENTRO UNIVERSITÁRIO SENAI CIMATEC. Edital 015/2019 PIBITI/SENAI CIMATEC/CNPq. Processo Seletivo PIBITI. Salvador. 08 de agosto de 2019.

CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO. Resolução Normativa 017/2006. D.O.U de 13/07/2006, Seção: 1, Página: 11. Brasília, 13 de junho de 2006.

CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO. Chamada CNPq- PIBITI Nº 08/2020. Brasília, 22 de abril de 2020.

FINANCIADORA DE ESTUDOS E PROJETOS (FINEP). Disponível em: http://www.finep.gov.br. Acesso em: junho/2020.

FUNDAÇÃO DE AMPARO A PESQUISA DO ESTADO DA BAHIA. Disponível em: . Acesso em: junho/2020.

GIL, A.C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4ª ed. São Paulo. Atlas. 2019.

GONÇALVES, N.G. Indissociabilidade entre Ensino, Pesquisa e Extensão: um princípio necessário. Perspectiva, Florianópolis, v.33,n.3.p.1229-1256,set/dez.2015.Disponível em: file:///C:/Users/WIN7/Downloads/37162-146083-1-PB.pdf. Acesso em: maio/2020.

GUIZZO, C.S.P.; BARBOSA, J.D.V.; BARBOSA, A.S.A. A importância da diretoria de inovação da FAPESB para o apoio e incentivos em projeto de inovação na Bahia. ALTEC. 2017. Disponível em: < http://altec2017.org/pdfs/ALTEC_2017_paper_143.pdf>. Acesso em: março/2020.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA. Edital 03/2019/PRPGI-PIBITI IFBA/CNPq – Seleção de bolsistas 2019/2020. Salvador. 31 de janeiro de 2019. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA BAHIA. Resolução nº 64/2019. Política de Inovação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia – IFBA. Salvador, 17 de outubro de 2019. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO. Chamada interna PROPES nº 04/2019 Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação PIBITI/CNPq/IF-Baiano. Salvador. 15 de maio de 2019. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO. Resolução 73/2020. Política de Inovação do IF Baiano. Salvador, 29 de junho de 2020. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

PINHO, M.J.Ciência e ensino: contribuições da iniciação científica na educação superior.2017. Disponível em: . Acesso em: novembro/2019.

PIRES, E. A.; QUINTELLA, C. M. A. L. T. M. H. Investigação sobre a capacidade de produção tecnológica e proteção da propriedade intelectual da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Revista GEINTEC – issn:2237-0722. São Cristóvão/SE vol, 5n.2, p.2207-2221. 2015. Disponível em http://revistageintec.net/index.php/revista/article/view/667/570. Acesso em: março/2020.

QUEIROZ, S.L.; MASSI Luciana. A perspectiva brasileira da iniciação científica: desenvolvimento e abrangência dos programas nacionais e pesquisas acadêmicas sobre a temática. São Paulo: Editora UNESP, 2015, pp 37-64. Disponível em: http://books.scielo.org/id/s3ny4/pdf/massi-9788568334577-03.pdf. Acesso em: novembro/2019.

RAUEN, C.V. O novo marco legal da inovação no Brasil: o que muda na relação ICT-Empresa? 2016. Disponível em: Acesso em: março/2020.

ROSA, D.L. O Financiamento à Pesquisa na Bahia: a contribuição da FAPESB. Gazeta Médica da Bahia, Salvador, 2008, pp. 110-113. Disponível em: Acesso em: julho/2020.

SANTOS, A.B. et al. A Lei de Inovação no Estado da Bahia e as adequações necessárias diante do advento do novo marco nacional de ciência, tecnologia e inovação. Caderno de Prospecção, volume 11, Edição Especial, abr/jun. 2018.

SECRETARIA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO ESTADO DA BAHIA. Disponível em: < http://www.secti.ba.gov.br/>. Acesso em: agosto/2020.

SOCIEDADE BRASILEIRA PARA O PROGRESSO DA CIÊNCIA. PLOA 2020 é aprovado pelo Congresso Nacional com pequenos acréscimos na Ciência. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

TELLES, L.O.; OLIVEIRA, J.F.G. O papel dos institutos públicos de pesquisa na aceleração do processo de inovação empresarial no Brasil. São Paulo: Revista USP nº89. 2011. Disponível em: . Acesso em: janeiro/2020.

TORKOMIAN, A.L.V; OLIVEIRA, R.M; GARNICA, L.A. Propriedade Intelectual e Titularidade de Patentes Universitárias: Um Estudo Piloto na Universidade Federal de São Carlos.XXIV Simpósio de Gestão de Inovação Tecnológica. Gramado/RS. 17 a 20 de outubro de 2006. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA. Edital nº 014/2019. Salvador. 28 de janeiro de 2019. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA. Resolução nº 1014/2013. Salvador 31 de outubro de 2013. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA. Edital PPPG-IT/UEFS nº 02/2019. Feira de Santana. 13 de fevereiro de 2019. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA. Resolução nº 018/2014.. Feira de Santana, 07 de junho de 2014. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA. Edital nº 040/2019. Vitória da Conquista. 12 de março de 2019. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA. Resolução nº 07/2017. Vitória da Conquista. 21 de setembro de 2017. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ. Edital nº 36/2019. Ilhéus. 18 de junho de 2019. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ. Resolução nº 10. 2010. Ilhéus. 14 de dezembro de 2010. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA. Edital PROPCI/UFBA 03/2019-PIBITI. Salvador.20 de fevereiro de 2019. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA. Edital PROPGPI/UFOB 03/2019-PIBITI. Barreiras. 22 de março de 2019. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA. Edital 02/2019 –PIBITI – 2019/2020. Cruz das Almas. 20 de março de 2019. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA. Edital PROPPG nº 05/2019 (PIPCI-UFSB). Itabuna. 25 de março de 2019. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA. Resolução nº 11/2020. Itabuna, 04 de junho de 2020. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

UNIVERSIDADE SALVADOR. Edital de Convocação. PIBITI/UNIFACS/CNPq. Salvador. 14 de maio de 2019. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

UNIVERSIDADE SALVADOR. Política de Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia. Salvador, 08 de setembro de 2016. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO. Edital 10/2019 PIBITI-CNPq-UNIVASF-Petrolina. 24 de abril de 2019. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO. Resolução nº 11/2018. Petrolina. 30 de novembro de2018. Disponível em: Acesso em: agosto/2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-033

Refbacks

  • There are currently no refbacks.