O distanciamento social como medida de saúde pública na terceira idade / Social distance as a measure of public health in the elderly

Maria Eleusa Montenegro, Ana Regina Melo Salviano, Daniel Alves da Silva, Matheus Durães Ferreira, Adrianne M. G. de Albuquerque

Abstract


O distanciamento social determinado a todas as pessoas durante a pandemia de COVID-19 é necessário, principalmente, aos idosos. Tratando-se de um dos grupos de risco mais vulneráveis, o objetivo da pesquisa foi verificar se as pessoas da terceira idade estão cumprindo o distanciamento social e como eles estão se sentindo no período da pandemia. A pesquisa utilizada foi a qualitativa, pela abertura das questões e sua análise. O instrumento foi a entrevista. Participaram deste trabalho 20 idosos, acima de 60 anos. Os principais resultados da pesquisa foram:  os idosos em sua maioria receberam visitas no período da pandemia e relataram ter saído de casa; 11 entrevistados relataram ter tido algum problema de saúde, relacionados a doenças físicas e a transtornos psíquicos, como ansiedade e depressão. Espera-se que o trabalho realizado e divulgado possa ser uma contribuição para o conhecimento dos idosos durante o distanciamento social, devido à pandemia, e seu comportamento nesse período.

 

 


Keywords


COVID-19 e terceira idade, Distanciamento social e idosos, Comportamento dos idosos na pandemia.

References


AGÊNCIA BRASÍLIA. Filas em caixas e aglomerações ainda são problemas em supermercados do DF. Disponível em: . Acesso em: 28 jul. 2020.

BRASIL. Estatuto do Idoso, Lei n° 10.741. Brasília: Planalto, 2013.

______. Lei nº 13.979. Brasília: Planalto, 2020.

BRASIL.IBGE. Projeção da população. Brasil, 2011.

BRASIL, Ministério da Saúde, Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde (SCTIE). Diretrizes para diagnósticos e tratamento da COVID-19, 2020. Disponível em: Acesso em: 17 maio 2020c.

______. Coronavírus (COVID-19), sobre a doença. Disponível em: . Acesso em: 17 maio 2020b.

______. Boletim epidemiológico 07. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2020a.

BRASILESCOLA. Entrevista. Disponível em: . Acesso em: 18 maio de 2020.

BEZERRA, Anselmo; SILVA, Carlos Eduardo Menezes da; SOARES, Fernando; SILVA, José Alexandre Menezes da. Fatores associados ao comportamento da população durante o isolamento social na pandemia de COVID-19. Revista Ciência e Saúde Coletiva, Pernambuco, 2020. Disponível em: . Acesso em: 17 maio 2020.

DF. Decreto nº 40.583, de 1 de abril de 2020, Brasília: GDF, 2020.

DF.CODEPLAN. População será de 3,4 milhões em 2030. 2019. Disponível em: . Acesso em: 24 abr. 2019.

FOLHA Vitória. Grupo de risco: psicanalista explica por que idosos 'não respeitam' a quarentena. Disponível em: . Acesso em: 19 jul. 2020.

GARCIA, Leila Posenato; DUARTE, Elisete. Intervenções não farmacológicas para o enfrentamento à pandemia da COVID-19 no Brasil. Epidemiol. Serv. Saúde, v. 29 n. 2, Brasília, 2020. Disponível em: . Acesso em: 17 maio 2020.

GRUBER, A. COVID-19: o que se sabe sobre a origem da doença. Jornal da Universidade de São Paulo, 2020. Disponível em: . Acesso em: 18 de maio de 2020.

GUEDES, M. H. M; GUEDES H. M; ALMEIDA, M. E. F. Efeito da prática de trabalhos manuais sobre a autoimagem de idosos. Revista Bras. Geriatr. Gerontol., Rio de Janeiro, v. 14, n.4, p. 731-742, 2011.

GUERRA, M. F. L; WAJNMAN, S; DINIZ, B. P. C. Quem contrata trabalhadoras domésticas diaristas e mensalistas no Brasil? XXI Encontro Nacional de Estudos Populacionais ABEP- 2018. Disponível em:. Acesso em: 29 jul. 2020.

HAMMERSCHMIDT, K. S. A; SANTANA, R. F. Saúde do idoso em tempos de pandemia COVID-19. Cogitare enferm. 2020. Disponível em: . Acesso em: 18 maio 2020.

LIMA, C. M. A. O. Informações sobre o novo coronavírus (COVID-19). Radio Bras, São Paulo , v. 53, n. 2, p. V-VI, Apr. 2020. Disponível em: . Acesso em: 18 maio 2020.

MACIEL, M. G. Atividade física e funcionalidade do idoso. Escola de Educação Física, Fundação Helena Antipoff, Ibirité, MG, Brasil Motriz, Rio Claro, v.16 n.4, p.1024-1032, out./dez. 2010.

MCLNTOSH, K; HIRSCH, M. S; BLOOM, A. Coronavirus disease 2019 (COVID-19): Epidemiology, virology, clinical features, diagnosis and prevention. 2020. Disponível em: . Acesso em: 17 maio 2020.

MEIAHORA. Quarentena: idosos não querem ficar em casa e saem às rua. Disponível em: . Acesso em: 19 jul. 2020.

MINAYO, M. C. S. Ciência, tecnologia e arte: o desafio da pesquisa social. In: Minayo, M. C. S. (Org.). Pesquisa social: teoria, métodos e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2001.

MIRANDA. L. C.; BANHATO, E. F. Carvalho. Qualidade de vida na terceira idade: influência da participação em grupo. 2008. Revista Psicologia em Pesquisa. pepsic.bvsalud.por/pdf/v2n1/v2n1a09.pdf. Arquivo PDF UFJF/2(01)/6980/janeiro

MORAES, Rodrigo Fracalossi de. Medidas legais de incentivo ao distanciamento social: comparação das políticas de governos estaduais e prefeituras das capitais no Brasil. IPEA. Abril, 2020. Disponível em: . Acesso em: 18 maio 2020.

OLIVEIRA, W. K.; DUARTE E.;GARCIA, L. P. Como o Brasil pode deter a COVID-19. Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília, v. 29, n. 2, 2020. Disponível em: . Acesso em: 18 maio 2020.

OMS. Relatório Mundial de Saúde e Envelhecimento. USA: OMS, 2015.

_____. Consideraciones relativas a los ajustes de las medidas de salud pública y sociales en el contexto de la COVID-19. Disponível em: . Acesso em: 14 jun. 2020.

OPAS. OMS afirma que COVID-19 é agora caracterizada como pandemia. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2020.

PAPALIA, Diane E.; OLDS, Sally W. Desenvolvimento Humano. Porto Alegre: Artmed, 2013.

PINTO, J. M; NERI, A. L. Trajetórias da participação social na velhice: uma revisão sistemática da literatura. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol., Rio de Janeiro, v. 20, n. 2, p.260-273, 2017.

PORTAL R7. Visitas a idosos devem ser limitadas ao essencial, diz especialista. Disponível em: . Acesso em: 28 jul. 2020.

SANTANA, Leila Auxiliadora José de. O que considerar para construção do modelo de atenção à saúde do idoso no SUS? Revista A Terceira Idade: estudos sobre o Envelhecimento. Serviço Social do Comércio, Vol.20-Nº 44- fevereiro de 2009. ISSN 1676-0336.

SANTOS, I. A; NASCIMENTO, W. F. As medidas de quarentena humana na saúde pública: aspectos bioéticos. Revista Bioethikos, Centro Universitário São Camilo. v. 8, n.2, pp.174-185, 2014. Disponível em: Acesso em: 18 maio 2020.

UCHÔA, Silvia Beatriz Beger; UCHÔA, Bruno Beger. Coronavírus (COVID-19) um exame constitucional e ético das medidas previstas na lei n. 13.979, de 6 de fevereiro de 2020. Cadernos de prospecção, Universidade Federal de Alagoas; Procuradoria Federal do Estado de Mato Grosso, v. 13 n. 2, 2020. Disponível em: . Acesso em 17 maio 2020.

VARELLA, Drauzio. Quarentena: Como cuidar da saúde mental dos idosos em isolamento Disponível em: . Acesso em: 29 jul. 2020.

VENTURA, Deisy de Freitas Lima; AITH, Fernando Mussa Abujamra; RACHED, Danielle Hanna. A emergência do novo coronavírus e a “lei de quarentena” no Brasil. Revista Direito e Práxis, Ahead of print, Rio de Janeiro, 2020. Disponível em: . Acesso em: 16 maio 2020.

WHO.World Health Organization. Envelhecimento ativo: uma política de saúde. Tradução Suzana Gontijo. - Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde, 2005.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-025

Refbacks

  • There are currently no refbacks.