As relações de poder em uma escola ribeirinha de Cametá – PA / Power relations in a riverside school of Cametá – PA

Edir Augusto Dias Pereira, Isaias Mendes Farias

Abstract


Este artigo aborda a gestão da escola do campo através das relações de poder estabelecidas em uma escola ribeirinha de Cametá-PA.  Busca analisar os tipos de relações que estão presentes na escola e as influências que estas exercem sobre a gestão escolar e os sujeitos que fazem parte do processo educativo (diretor, coordenação pedagógica, professores, estudantes, colaboradores e a comunidade). Tendo como o local da pesquisa a Escola Municipal de Ensino Fundamental Prof. Joaquim Bastos, localizada na comunidade de Itanduba, no Distrito de Curuçambaba, região das ilhas do município de Cametá. Para refletir e discutir sobre as relações de poder na escola, nos inserimos no cotidiano da comunidade, para fazer o levantamento de dados, observações in loco, anotações no caderno de campo e entrevistas juntos aos sujeitos que compõem os vários segmentos que se encontram presentes dentro e fora do espaço escolar. Como resultados da pesquisa, identificamos que a escola ribeirinha necessita de mais atenção do governo municipal e os educadores de melhor acompanhamento e orientação em suas práticas educativas. As políticas públicas de educação do município para a escola ribeirinha são muito deficientes; as relações de poder que se estabelecem na escola são verticalizadas; é um poder centralizado na figura do diretor, sendo uma relação monocrática, com pouca participação da comunidade, havendo de certa forma uma relação de poder autoritária. No entanto, há uma busca de orientação para a gestão escolar democrática, destacando o importante papel da equipe diretiva da escola na condução deste processo.


Keywords


Gestão Escolar, Relações de Poder, Escola Ribeirinha.

References


APPLE, Michel W. Educação e Poder, Trad. de Maria Cristina Monteiro – Porto Alegre, RS: Artes Médicas, 1989. 201p.

BRASIL - LDB: Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional: Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. – 5. ed. – Brasília : Câmara dos Deputados, Coordenação Edições Câmara, 2010. portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&task. Acesso em 15 de abril de 2016.

BUFFA, Ester; ARROYO, Miguel e NOSELLA, Paolo. Educação e cidadania: Quem educa o cidadão. 14ª ed. São Paulo: Cortez, 2010.

CAMPOS, Judas Tadeu de. Paulo Freire e as Novas Tendências da Educação. Revista E-Curriculum. São Paulo, v. 3, nº 1, dez. 2007. Disponível: http://www.pucsp.br/ecurriculum. Acesso em 02 de junho de 2016.

CUNHA, Maria do Socorro. A política, as relações de poder na escola e a formação para a cidadania. Curitiba, 2006. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR. Disponível: http://www.acervo.paulofreire.org:8080/jspui/bitstream/7891/2627/1/FPF_PTPF_07_0045.pdf. Acessado em 02 de junho 2016.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia. São Paulo: Paz e Terra, Coleção leitura,

ª edição, 1999.

LIBÂNEO, José Carlos. Organização e gestão da escola: teoria e prática. 5º ed. Revista e ampliada. Goiânia: Editora Alternativa, 2004.

LIMA, Caroliny Santos et al. As relações de poder no ambiente escolar à luz do pensamento Foucaultiano. In: Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n.5, p.22952-22962 may. 2020. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/9465/7973.

LUCK. Heloísa. Gestão da cultura e do clima organizacional da escola. 2º ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

¬¬¬¬¬¬¬¬¬_____________. Concepções e processos democráticos de gestão. 7º ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

_____________. Gestão da Educacional: Uma questão paradigmática. 9º ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

MARQUES, Luciana Rosa. A descentralização da gestão e a formação de uma cultura democrática nas escolas públicas. Recife. Ed. Universitária da UFPE, 2007.

PARO, Vitor Henrique. Gestão Democrática da Escola Pública: 3º ed. São Paulo, SP: Ática, 2008.

_____________. Educação como exercício do poder: crítica ao senso comum em educação – 2º ed. São Paulo: SP, Cortez, 2010.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do Trabalho Científico – 23º ed. ver. e atualizada – São Paulo: Cortez, 2007.

VEIGA-NETO, Alfredo. Foucault e a Educação. 3º ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2014.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv7n1-002

Refbacks

  • There are currently no refbacks.