A influência dos fatores climáticos sob as variedades de alface cultivadas no Rio Grande do Norte/ The influence climatics factors on lettuce cultivated varieties in Rio Grande of Norte

Andréa Celina Ferreira Demartelaere, Hailson Alves Ferreira Preston, Selma dos Santos Feitosa, Welka Preston, Roseano Medeiros da Silva, Anne Katherine Holanda Bezerra Rosado, Damiana Cleuma de Medeiros, Murilo dos Santos Ferreira, André Luís dos Santos Rodrigues, Rodrigo Fernandes Benjamim

Abstract


A alface (Lactuca sativa L.) é originária da Ásia, pertencente à família da Asteraceae, subfamília Cichoriaceae, hortaliça descoberta desde o ano 4.500 a.C. já era conhecida no antigo Egito e chegou ao Brasil no século XVI, através dos portugueses. No Rio Grande do Norte, a produtividade de alface é em média 11 mil t ha-1, e quando comparada com as demais regiões produtoras do Brasil, é considerada baixa. A alface é uma planta anual, herbácea, delicada, com o caule pequeno, onde as folhas crescem em forma de roseta podendo apresentar diferentes formatos que variam de lisas a crespas. Ocorreu uma grande mudança na alfacicultura brasileira, que foi a substituição das alfaces do grupo Lisa por alfaces do grupo Crespa. O cultivo da alface sob altas temperaturas fica suscetível a incidência de doenças e a ocorrência de desequilíbrios nutricionais nas plantas, praticamente em todas as cultivares de alface que desenvolvem-se bem em climas amenos, principalmente no período de crescimento vegetativo. Nos últimos anos aumentou-se o interesse dos produtores e consumidores pelo grupo “repolhuda crespa ou americana, já ofertada em todos os mercados brasileiros. Em qualquer época do ano pode-se cultivar a alface tipo lisa, sendo a mais adequada para o cultivo em condições ambientais como: altas temperaturas e luminosidade elevadas, portanto, a cultivar a alface tipo lisa obtém ótimo desenvolvimento fisiológico e produtivo, se destacando das outras cultivares nas condições ambientais do Rio Grande do Norte.


Keywords


Lactuca sativa, Temperatura, Asteraceae

References


ABCSEM – Associação Brasileira do Comércio de Sementes e Mudas. Dados socioeconômicos da cadeia produtiva de hortaliças no Brasil, 2011. Disponível em: http:// http://www.agricultura.gov.br/arq_editor/file/camaras_setoriais/Hortalicas. Acessado em 30/10/2014. Acesso em: 3 Set. 2020.

ANDREANI JUNIOR, R.; MARTINS, D. C. Avaliação de cultivares de alface (Lactuca sativa L.) para plantio na primavera-verão na região de Fernandópolis-SP. Horticultura brasileira, v. 20, n. 2, julho, 2002.

ANUÁRIO BRASILEIRO DE HORTALIÇAS. Origem conhecida. Santa Cruz do Sul, RS. p. 61. 2012.

BEZERRA NETO, F. et al. Produtividade de alface em função de condições de sombreamento, temperatura e luminosidade elevadas. Horticultura Brasileira, v. 23, n. 2, p. 189-192, 2005.

BERTINI, C. H. M.; PINHEIRO, E. A. R.; NÓBREGA, G. N.; DUARTE, M. L. Desempenho agronômico e divergência genética de genótipos de coentro. Revista Ciência Agronômica, n. 41, v. 3, p. 409-416, 2010.

CARVALHO, A. J. E. Uso de composto de resíduos da indústria têxtil na cultura da alface. 2012. 48 f. (Dissertação - Mestrado em Produção Vegetal) – Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Diamantina, 2012.

CHITARRA, M. I. F. Colheita e pós-colheita de frutos. Informe Agropecuário, Belo Horizonte. 1994. 179 p.

CHITARRA, M. I. F.; CHITARRA, A. B. Pós-colheita de frutos e hortaliças: fisiologia e manuseio. Lavras: ESAL-FAEPE, 785 p. 2005.

COSTA, C. P.; SALA, F. C. A evolução da alfacicultura brasileira. Horticultura Brasileira 23 (artigo de capa), 2005.

DUARTE, R. L. R.; SETÚBAL, J. W.; ANDRADE JUNIOR, A. S.; SOBRINHO, C. A.; SILVA, P. H. S.; RIBEIRO, V. Q. Avaliação de cultivares de alface nos períodos chuvoso e seco em Teresina - PI. Horticultura Brasileira, v. 10, n. 2, p. 106- 108, 1992.

FERNANDEZ, S.; PATTERSON, A.M.; GONZÁLEZ, C. Fibra dietária (revisión). Nutrición Clínica, v. 3, p. 121-129, 1993.

FILGUEIRA, F. A. R. Manual de olericultura-Cultura e comercialização de hortaliças. v. 2. São Paulo-SP, 1982.

FILGUEIRA, F. A. R. Novo manual de olericultura: agrotecnologia moderna na produção e comercialização de hortaliças. Viçosa: UFV, 2008. 402 p.

GRANGEIRO, L. C.; COSTA, K. R.; MEDEIROS, M. A; SALVIANO, A. M; NEGREIROS M. Z.; BEZERRA NETO, F.; OLIVEIRA, S. L. Acúmulo de nutrientes por três cultivares de alface cultivadas em condições do Semiárido. Horticultura Brasileira, v. 24, p. 190-194. 2006.

GUALBERTO, R.; OLIVEIRA, O. S. R.; GUIMARÃES, A. M. Adaptabilidade e estabilidade fenotípica de diversas cultivares de alface do grupo crespa, em cultivo hidropônico. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE OLERICULTURA, 42. Resumos... Brasília: ABH (CD-ROM). 2002.

HENZ, G. P.; SUINAGA, F. Tipos de Alface Cultivados no Brasil. Comunicado técnico 75. Embrapa. Brasília, DF, 2009.

MACIEIRA, G. A. A. Competição de cultivares de alface Romana no outono e primavera no município de Boa Esperança - MG. 2011. 39 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitotecnia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, MG, 2011.

MOGHARBEL, A. D. I.; MASSON, M. L. Perigos associados ao consumo da alface, (Lactuca sativa), in natura. Alimentos e Nutrição, Araraquara - SP, v. 16, n. 1, p. 83-88, 2005.

MOMENTÉ, V. G.; BARRETO, H. G.; SILVEIRA, M. A.; SANTANA, W. R.; TAVARES, I. B.; SOUZA, R. C.; ANDRE, C. M. G. Avaliação de linhagens F8 de alface ao pendoamento precoce sob condições de temperaturas elevadas de Palmas - TO. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE OLERICULTURA, 47. Resumos... Porto Seguro: ABH, 2007. (CD– ROM).

MUNDO BOA FORMA: Alface lisa (2019). Disponível em: https://www.mundoboaforma.com.br/6-tipos-de-alface-beneficios-e-caracteristicas/. Acesso em: 05 de Dez. de 2019.

OHSE, S.; DOURADO-NETO, D.; MANFRON, P. A.; SANTOS, O. S. Qualidade de cultivares de alface produzidos em hidroponia. Scientia Agricola, v. 58, n. 1, p. 181- 185, 2001.

QUEIROGA, R. C. F.; BEZERRA NETO, F.; NEGREIROS, M. Z.; OLIVEIRA, A. P.; AZEVEDO, C. M. S. B. Produção de alface em função de cultivares e tipos de tela de sombreamento nas condições de Mossoró. Horticultura Brasileira, v. 19, n. 3, p. 192-196, 2001.

RIBEIRO, M. C. C. et al. Influência do sombrite no desenvolvimento da alface em cultivo hidropônico. Revista Verde, v. 2, n. 2, p. 69-72, 2007.

RODRIGUES, I. N.; LOPES, M. T. G.; LOPES, R.; GAMA, A. S.; MILAGRES, C. P. Desempenho de cultivares de alface na região de Manaus. Horticultura Brasileira, v. 26, p. 524-527, 2008.

SALA, F. C.; COSTA, C. P. Retrospectiva e tendência da alfacicultura brasileira. Horticultura Brasileira, v.30, p. 187-194, 2012.

SALA, F. C.; COSTA, C. P. PIRA Roxa: cultivar de alface crespa de cor vermelha intensa. Horticultura Brasileira, v. 23, n. 1, p.158-159, 2008.

SALA, F. C.; COSTA, C. P.’GLORIOSA‘: Cultivar de alface americana tropicalizada. Horticultura Brasileira, v.26, p. 409-410, 2003.

SANTANA, C. V. S.; ALMEIDA, A. C.; FRANÇA, F. S.; TURCO, S. H. N.; DANTAS, B. F.; ARAGÃO, C. A. Influência do sombreamento na produção de alface nas condições climáticas do semiárido nordestino. In: Congresso Brasileiro de Olericultura, 45. Resumos. Fortaleza: SOB (CD – ROM). 2005.

SANTI, A.; CARVALHO, M. A. C.; CAMPOS, O. R.; SILVA, A. F.; ALMEIDA, J. L.; MONTEIRO, S. Ação de material orgânico sobre a produção e características comerciais de cultivares de alface. Horticultura Brasileira, v. 28, n. 1, p. 87-90, 2010.

SANTOS, W. O.; NUNES, R. L. C.; GALVÃO. D. C.; PEREIRA, V. C.; MANIÇOSA, R. M.; LIMA, J. G. A.; VIANA, P. C. Evapotranspiração da cultura do milho verde, análise estatística. Revista ACSA - Agropecuária Científica no Semiárido - PB, v. 9, n. 1, p. 75 - 81, 2013.

SANTOS, L. L.; SEABRA JUNIOR, S.; NUNES, M. C. M. Luminosidade, temperatura do ar e do solo em ambientes de cultivo protegido. Revista de Ciências Agro Ambientais, v. 8, n. 1, p. 83-93, 2010.

SETUBAL, W. J.; SILVA, A. R. Avaliação do comportamento de alface de verão em condições de calor no município de Teresina-PI. Horticultura Brasileira, v. 10, n. 1, p. 69, 1992.

SILVA, V. F.; BEZERRA NETO, F.; NEGREIROS, M. Z.; PEDROSA, J. F. Comportamento de cultivares de alface em diferentes espaçamentos sob temperatura e luminosidade elevadas. Horticultura Brasileira, n. 3, v. 18, p. 183.187, 2000.

SILVA, A. C. F.; REBELO, J. A.; MÜLLER, J. J. V. Produção de sementes de alface em pequena escala. Agropecuária Catarinense, v. 8, n. 1, p. 41-44, 1995.

SILVA, A. C. F.; VIZZOTTO, V. J. Avaliação de cultivares de alface no verão para o Litoral Catarinense. Agropecuária Catarinense, v. 1, n. 1, p. 23-27, 1994.

TOSTA, M. S. BORGES, F. S. P.; REIS, L. L.; TOSTA, J. S.; MENDONÇA, V.; TOSTA, P. A. F. Avaliação de quatro variedades de alface para cultivo de outono em Cassilândia-MS. Agropecuária Científica no Semiárido, v. 05, p. 30-35, 2009.

VIGGIANO, J. Produção de sementes de alface. In: CASTELLANE, P. D. (Ed.). Produção de sementes de hortaliças. Jaboticabal: FCAV/FUNEP. p. 1-15, 1990.

YOKOYAMA, S.; MÜLLER, J. J. V.; SILVA, A. C. F. EMPASC 357 – Litoral: cultivar de alface para o verão. Agropecuária Catarinense, v. 3, n. 4, p. 11-12, 1990.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n11-447

Refbacks

  • There are currently no refbacks.