Análise Bibliométrica dos Avanços na Tecnologia de Transporte Pneumático de Material Particulado Sólido / Bibliometric Analysis of Advances in Pneumatic Conveying Technology for Solid Particulate Material

Luiz Alberto Paoliello Alvim, Eduardo Christiano Cecone, Luciana Guimarães Naves Lemos Borges, Ivan de Pádua Ferreira, Caio Cesar de Moraes, Daniele Macellone Percello, Douglas Alves Cassiano

Abstract


Em meados da década de 1920 tornou-se comum o emprego de sistemas de transporte pneumático com o objetivo de movimentar particulados sólidos. Caracterizados como sistemas de movimentação de partículas sólidas e pós secos por meio de um fluido, através de dutos e tubos, os transportadores pneumáticos utilizam normalmente como fluido de arraste, das partículas sólidas, o ar atmosférico. Assim, em segmentos industriais tais como mineração, alimentício, químico, siderúrgico, plástico e derivados, entre outros, é comum o emprego de transporte pneumático no deslocamento de matéria prima e produtos durante o seu processo de fabricação. Os transportadores pneumáticos compõem uma parcela dos muitos transportadores industriais disponíveis no mercado. Por definição, transportadores são dispositivos tanto móveis quanto fixos, usados para transportar materiais entre dois pontos determinados de forma contínua ou intermitente. Além disso, a operação e seleção adequada de qualquer tipo de transportador, incluindo pneumáticos, tem potencial para reduzir a necessidade de mão-obra, custos com eletricidade, tempo de produção, aumentar a produtividade e lucratividade etc. Os sistemas de transporte pneumático normalmente empregados, operam de forma contínua, em local fixo e de forma aberta, porém para se adequar ao material transportado, também são muito utilizados sistemas fechados operando em lotes, podendo ainda serem tanto de pressão positiva ou a vácuo, ou ainda uma combinação de ambos, de forma a serem utilizados nesses sistemas, compressores, bomba de sucção, ventiladores, entre outros. Em qualquer um desses casos, o sistema de transporte pneumático dispende consumo significativo de energia elétrica e, por isso, as principais limitações para estas aplicações estão relacionadas a aspectos financeiros, em especial ao elevado consumo energético destes sistemas em comparação a outras tecnologias existentes (KLINZING et al., 2010). Por outro lado, a partir dos ganhos relacionados à eficiência energética, é fortemente recomendável considerar o seu emprego como primeira opção, mesmo em aplicações tradicionalmente mecânicas. A partir do momento em que se constata, na literatura disponível, inúmeros trabalhos que visam o uso adequado e eficiente do transporte pneumático, torna-se importante a realização da pesquisa bibliométrica de forma a se investigar a evolução quantitativa das publicações científicas nessa área. Vale frisar, que a bibliometria é uma técnica de medição de índices de produção e disseminação do conhecimento científico, revelando através da observação de suas características para determinada área do conhecimento, a evolução e principais tendências das publicações científicas nessa área. Esses indicadores bibliométricos permitem a análise acerca do desenvolvimento de um campo da ciência (engenharia, saúde etc), de forma a identificar características, como a variação da produção científica ao longo dos anos, produtividade e colaboração de autores e instituições, variação na quantidade de citações de trabalhos, países com mais produções em determinada área ou assunto, entre outros (WOSZEZENKI; GONÇALVES, 2013)


Keywords


Transporte, Pneumático, Bibliometria

References


KLINZING, G. E.; RIZK, F.; MARCUS, R. & LEUNG, L. S. Pneumatic Conveying of Solids: A theorical and practical approach. 3 ed. New York – USA: Springer Dordrecht Heidelberg London New York, 2010.

WOSZEZENKI, C. R.; GONÇALVES, A. L. Mineração de textos biomédicos: uma revisão bibliométrica. SCIELO: Perspectivas em Ciência da Informação, v.18, n.3, p.24-44, jul./set. 2013.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n11-440

Refbacks

  • There are currently no refbacks.