Relato do acompanhamento farmacoterapêutico de um paciente Hipertenso, Diabético e Lipêmico atendido em um centro de saúde / Report of the pharmacotherapeutic monitoring of a hypertensive, diabetic and lipemic patient attended at a health center

Kaline de Araújo Medeiros, Letícia da Silva Schmidt, Vivianne M. Medeiros Candeia, Tatianne Mota Batista, Luciano Leite Paulo, Daiene Martins Beltrão, Natália Tabosa Machado Calzerra, Thaísa Leite Rolim Wanderley

Abstract


A Hipertensão Arterial e o Diabetes Mellitus são responsáveis pela elevação na taxa de morbimortalidade da população mundial. O Ministério da Saúde estabeleceu diretrizes que priorizam a vinculação do paciente às unidades de saúde para tratamento e monitoramento dessas doenças através do Acompanhamento Farmacoterapêutico, em que propõem-se garantir a adesão a terapia farmacológica de forma efetiva e segura. O presente estudo de caso clínico teve como objetivo realizar o acompanhamento farmacoterapêutico de um paciente hipertenso, diabético e lipêmico em um centro de saúde.  Para execução da pesquisa o indivíduo assinou o TCLE e foi submetido ao procedimento para coleta de dados através de uma entrevista organizada pelos autores do estudo. Dessa forma foi possível avaliar o caso clínico do paciente, estabelecer intervenções farmacêuticas através da elaboração de um plano posológico, fornecer instruções quanto ao estado de saúde e encaminhá-lo ao endocrinologista. Assim, foi obtido uma redução nos valores pressóricos e glicêmicos do indivíduo para 115/75 mmHg e 105 mg/dL, respectivamente. Portanto, o Acompanhamento Farmacoterapêutico permitiu a realização de educação em saúde, resolução de problemas relacionados à farmacoterapia e o alcance dos objetivos terapêuticos, trazendo benefícios diretos à qualidade de vida do paciente.


Keywords


Hipertensão, Diabetes Mellitus, Distúrbios do Metabolismo Lipídico, Assistência Farmacêutica, Tratamento Farmacológico.

References


ALANO, G. M; CORREA, T.S; GALATO, D. Indicadores do Serviço de Atenção Farmacêutica (SAF) da Universidade do Sul de Santa Catarina. Ciências e saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 17, n. 3, p. 757-764, 2012.

ALMEIDA, E.R.; MOUTINHO, C.B.; LEITE, M.T.S. A prática da educação em saúde na percepção dos usuários hipertensos e diabéticos. Saúde Debate, Rio de janeiro, v.38, p.328-337. 2014.

ALMEIDA, F. A. et al. Agregação familiar da doença renal crônica secundária à hipertensão arterial ou diabetes mellitus: estudo caso-controle. Ciências e saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 20, n. 2, p. 471-478, 2015.

AMERICAN DIABETES ASSOCIATION. Standart of Medical Care in Diabetes. Introduction. Diabetes Care, v.39, Supl. 1:S1-S2, 2016.

ARAÚJO, D. F. et al. Clinical and epidemiological profile of patients with acute coronary syndrome. Revista de Enfermagem da UFPI, v.3, n.2, p.78-84, 2014.

BARROSO, T. A. et al. Associação entre a obesidade central e a incidência de doenças e fatores de risco cardiovascular. International Journal of Cardiovascular Sciences, v. 30, n. 5, p. 416-424, 2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Estratégia para o cuidado da pessoa com doença crônica hipertensão arterial sistêmica. Brasília (DF): Editora MS, n.37, 2013.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos. Serviços farmacêuticos na atenção básica à saúde. Brasília: Ministério da Saúde, Caderno 1, 2014.

CONSELHO FEDERAL DE FARMÁCIA. Serviços farmacêuticos diretamente destinados ao paciente, à família e à comunidade: contextualização e arcabouço conceitual. Brasília: Conselho Federal de Farmácia, 2016.

GOTTLIEB, M. G. V. et al. Aspectos genéticos do envelhecimento e doenças associadas: uma complexa rede de interações entre genes e ambiente. Revista brasileira de geriatria e gerontologia, v. 10, n. 3, p. 273-284, 2007.

INTERNATIONAL DIABETES FEDERATION. Clinical Pratice Recommendations for managing Type 2 Diabetes in Primary care. Belgium, p.43, 2017.

JARAB, A. S. et al. Predictors of non-adherence to pharmacotherapy in patients with type 2 diabetes. International journal of clinical pharmacy, v. 36, n. 4, p. 725-733, 2014.

LIMA, D.B.S. et al. Associação entre conformidade com o tratamento e diferentes tipos de complicações cardiovasculares em pacientes de hipertensão arterial. Texto contexto-enfermagem. Florianópolis, v.25, n.3, 2016.

LIMA, T.A.M. Acompanhamento farmacoterapêutico em idosos. Arquivo Ciência e Saúde, v.23, p.52-57, 2016.

LYRA, R.; CAVALCANTI, N.; SANTOS, R.D. Diabetes mellitus: uma abordagem cardiovascular. São Paulo: Editora Clannad, p.230,321,322.2019.

OLIVEIRA, R. E. M.; FILIPIN, M. D. V.; GIARDINI, M. H. Intervenções farmacêuticas destinadas à otimização da adesão ao tratamento medicamentoso de um paciente. Revista Eletrônica de Farmácia, v. 12, n. 2, p. 39-51, 2015.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE CARDIOLOGIA. 7ª Diretriz Brasileira de Hipertensão Arterial. V.107, n. 3. 2016.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE DIABETES. Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes 2014-2015. São Paulo: AC Farmacêutica, 2015.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE DIABETES. Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes 2017-2018 / Organização José Egídio Paulo de Oliveira, Renan Magalhães Montenegro Junior, Sérgio Vencio. São Paulo : Editora Clannad, p.383, 2017.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Global Report on Diabetes. Geneva, v.8, p.83, 2016.

ZUBIOLI, A. et al. Pharmaceutical consultation as a tool to improve health outcomes for patients with type 2 diabetes. Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences, v. 49, n. 1, p. 85–94, 2013.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n11-439

Refbacks

  • There are currently no refbacks.