AMOSTRAGEM DA ARBORIZAÇÃO URBANA ATRAVES DE IMAGENS ORBITAIS

Jéssica Ferreira Diniz, Othon Lauar Godinho, Cassiano Garcia Roque, Marconi Batista Teixeira, Karina marie Kamimura, Bruna Nascimento de Vasconcellos

Abstract


A arborização urbana é de grande importância para a qualidade de vida da população, os inventários de arborização urbana fornecem informações necessárias para desenvolver um plano de manejo adequado, mas demandam elevados investimentos e tempo. As geotecnologias conseguem ser apontadas como instrumentos de grande importância no auxílio na quantificação e monitoramento de áreas verdes, sendo rápida utilização, precisa e de custo baixo. Objetivou-se com este trabalho analisar o potencial de aplicação de imagens orbitais de alta resolução espacial na amostragem arbórea urbana de Chapadão do Sul - MS. Realizou-se o processamento digital da imagem World View 2, georreferenciamento, e a partir disso a cobertura arbórea foi vetorizada e reconhecimento das espécies nativas e exóticas existentes e de suas interações no espaço urbano. O índice de cobertura verde foi de 13,67 m²/habitante sendo considerado no nível recomendado pela ONU, FAO ou OMS, no entanto baixo em relação a SBAU e o percentual de área verde de 3,70% valor considerado baixo, portanto baixa qualidade ambiental, de modo que, faz necessária a elaboração de um plano diretor de arborização, como forma de buscar um melhor planejamento da arborização urbana de toda a cidade. A baixa diversificação de espécies florestais para arborização, principalmente espécies nativas evidencia que as políticas públicas não vêm cooperando com a conservação da biodiversidade local. A metodologia é considerada satisfatória, de forma que Sistemas de Informações Geográficas podem auxiliar o trabalho de campo, diminuindo tempo e o custo financeiro de execução dos inventários florestais urbanos.


Keywords


Áreas verdes; SIG; Vias públicas.

Refbacks

  • There are currently no refbacks.