“Dia da Família na escola”: um projeto de trabalho na Educação Integral? / "Family Day at School": a project working on Integral Education?

Priscila Soares Lima

Abstract


Esta pesquisa teve como objetivo analisar o Projeto Dia da Família na Escola a partir do eixo teórico Projetos de Trabalho na Educação Integral. Utilizou-se a pesquisa qualitativa, utilizando técnicas de observação e entrevista para coleta de dados. Concluiu-se que a execução da atividade é um avanço, considerando as limitações de recursos humanos e financeiros. Porém, não pode ser considerado um Projeto de Trabalho, podendo ser finalizado, pois a implementação foi feita de forma “Top Down”, o projeto não teve avaliação, os alunos não tiveram autonomia, os temas são desvinculados do currículo disciplinar, a participação da família foi pequena e os professores não tiveram formação. Portanto é imprescindível a reformulação da atividade e realizar o estudo da teoria de projetos pelos sujeitos da escola.


Keywords


Família na escola, Projeto de Trabalho, Educação Integral.

References


ABRANTES, P. Trabalho de projecto e aprendizagem da matemática. In: ABRANTES, P. Avaliação e educação matemática. Rio de Janeiro: MEM/USP – GEPEM, 1995.p. 60-86. Disponível: em: . Acesso em: 15 jun. 2017.

AMAZONAS. Proposta Pedagógica das Escolas da Rede Estadual de Ensino de Educação em Tempo Integral. Manaus: Governo do Estado, 2011.

ANDRÉ, Marli. O que é um estudo de caso qualitativo em educação? Revista da FAEEBA – Educação e contemporaneidade, Salvador, v. 22, n. 40, p. 95-103, 2013. Disponível em: http://www.mnemos.unir.br/uploads/13131313/arquivos/Marli_Andr__ O_que___ um_Estudo_de_Caso_417601789.pdf. Acesso em: 20 out. 2020.

BOGDAN, Robert; BIKLEN, Sari. Investigação qualitativa em Educação: fundamentos, métodos e técnicas. In: Investigação qualitativa em educação. Portugal: Porto Editora, 1994.

BONI, Valdete; QUARESMA, Silvia Jurema. Aprendendo a entrevistar: como fazer entrevistas em Ciências Sociais. Revista eletrônica dos Pós-graduandos em Sociologia Política da UFSC. Vol. 2, n.1. 2005. p. 68-80. Disponível em: < https://periodicos.ufsc.br/index.php/emtese/article/viewFile/%2018027/16976> Acesso em: 29 nov. 17.

BROOK, Nigel. Marcos Históricos na Reforma da Educação. Belo Horizonte, MG: Traço Fino, 1ed, 2012.

CARNEIRO, Waldeck; MONTEIRO, Silvia. Ensaio sobre educação integral: análise de experiências e apontamentos conceituais. Brazilian Journal of Development, v. 6, p. 38627-38639, 2020. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2020.

CAVALIERE, Ana Maria Villela. Escolas de tempo integral: uma ideia forte, uma experiência frágil. In: COELHO, Lígia Martha Coimbra da Costa; CAVALIERE, Ana Maria Vilela. Educação Brasileira e(m) tempo integral. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

CAVALIERE, Ana Maria. Tempo de escola e qualidade na educação pública. 2007. Disponível em: Acesso em: 15 jun 17.

CHAVES, Miriam Waidenfeld. Educação integral: uma proposta de inovação pedagógica na administração escolar de Anísio Teixeira no Rio de Janeiro dos anos. In: COELHO, Lígia Martha Coimbra da Costa; CAVALIERE, Ana Maria Vilela. Educação Brasileira e(m) tempo integral. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

DEMO, Pedro. Escola de Tempo Integral. UnB, 2007. Seminário: O direito à Educação Integral: rupturas e resistências. Disponível em: . Acesso em: 28 nov. 2017.

DESSEN, Maria Auxiliadora; POLONIA, Ana da Costa. A Família e a Escola como contextos de desenvolvimento humano. Revista Família e Escola, Brasília- Df, p.21-32, 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/paideia/v17n36/v17n36a03.pdf. Acesso em: 20 out. 2020.

FRANK, Elisane; HUTNER, Mary Lane. Escola em Tempo Integral e a educação integral: algumas reflexões de contexto e de concepção. 2013. Disponível em: < https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2013 /8657_4629.pdf> Acesso em: 14/10/2020

GÜNTHER, H. Pesquisa Qualitativa Versus Pesquisa Quantitativa: Esta É a Questão? Psic.: Teor. e Pesq., Brasília, v. 22 n. 2, pp. 201-210, Mai./Ago. 2006. Disponível em: . Acesso em: 25 jun. 2017.

HERNÁNDEZ, Fernando. Transgressão e mudança na educação: os projetos de trabalho. Porto Alegre: Artes Médicas, 1998.

HERNÁNDEZ, F; VENTURA, M.A organização do currículo por projetos de trabalho: O conhecimento é um caleidoscópio. Porto Alegre: ARTMED, 1998.

PRADO, Fernando Leme do. Metodologia de projetos. São Paulo: saraiva, 2011. 240p.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n11-364

Refbacks

  • There are currently no refbacks.