Empreendimento de economia solidária: Uma análise da autogestão coletiva / Venture solidarity economy: An analysis of collective self-management

Luciane Cristina Ribeiro dos Santos, Ana Cristina Mota de Camargo, Alan Ripoll Alves

Abstract


Com o predomínio na sociedade de um modelo socioeconômico baseado no capitalismo neoliberal, novas experiências vêm se desenvolvendo no interior de algumas comunidades como alternativas a esse contexto. O Clube de Trocas da Amizade, concebido em 2003 pelo hoje denominado Centro Educacional Marista Curitiba, como parte da Rede Pinhão de Clubes de Troca, consiste em um empreendimento de Economia Solidária, que permite visualizar diferentes manifestações de uma proposta ainda incipiente. Este estudo busca analisar a partir das questões relacionadas à Ecossocioeconomia Urbana, Economia Solidária e às Políticas Públicas o papel do Clube de Trocas da Amizade enquanto proposta de organização social. A pesquisa apresentou caráter qualitativo-descritivo, baseado em método analítico-exploratório. Entre os resultados obtidos, verificou-se que soluções práticas, no caso do Clube de Trocas da Amizade, possibilitavam não só o provimento da subsistência de seus participantes, como também o incentivo à criatividade, à educação, ao convívio social, à valorização de tais pessoas e o aumento de sua autoestima. Acredita-se que a promoção desse tipo de iniciativa em nível comunitário tanto urbano quanto rural, considerando-se suas particularidades, poderia desenvolver atividades mais integradoras entre os seus moradores, das quais um maior número de cooperativas poderiam se beneficiar, conforme os princípios da Economia Solidária.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.