Atuação da psicanalise na atenção as pessoas com transtorno psicótico atendidas no caps: revisão integrativa / Psychoanalysis operation in attention to people with psychotical disorder served in caps: integrative review

Lívia Lopes Custódio, Rachel Marinho Aquino Cavalcanti, Cláudia Patrícia da Silva Ribeiro Menezes, Lucélia Rodrigues Afonso, Jaqueline Gomes de Souza Santos, Ilvana Lima Verde Gomes

Abstract


No Manual de Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM), em sua quinta edição, o Espectro da Esquizofrenia e Transtornos Psicóticos compreendem um grupo de transtornos que se definem pela presença de anormalidades em um ou mais dos cinco sintomas, a saber: delírio, alucinações, pensamento desorganizado, comportamento motor grosseiramente desarranjado ou anormal, incluindo catatonia. Seu curso é longo e persistente, exige tratamento especializado voltado ao cuidado contínuo por uma equipe de profissionais. O objetivo deste trabalho foi identificar na literatura científica brasileira como se dá a atuação da psicologia na atenção às pessoas com diagnóstico de transtorno psicótico nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS). Optou-se pela revisão integrativa da literatura, realizada no período de fevereiro a abril de 2019, nas bases de dados SCIELO e PePSIC, utilizando os descritores: “psicologia”, “saúde mental”, “psicanalise” e “Psicose”. Os critérios de inclusão foram artigos disponíveis na integra, publicado nos últimos dez anos, em português e que estivessem relacionados com a temática abordada neste estudo. Os critérios de exclusão foram artigos de revisão integrativa e/ou sistemática, os artigos selecionados dentre as combinações mútuas de palavras lidas pelo título e abstract e os artigos repetidos nas duas bases de dados. Após a aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, encontraram-se sete artigos, os quais foram agrupados a partir de suas afinidades temáticas, resultando em duas categorias: Psicologia reabilitação e reinserção psicossocial e modelo clínico de atendimento. Conclui-se, a partir dos achados, que existem lacunas na formação do psicólogo para atuar com quadros de psicose na saúde mental, além da necessidade de haver investimento na capacitação desses profissionais.

 

 


Keywords


Transtornos Psicóticos, Psicanálise, Centros de Atenção Psicossocial.

References


AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION. DSM-5 – Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais. Porto Alegre: Artmed, 2014.

BARRETO, Francisco Paes. Ensaios de psicanálise e saúde mental. Belo Horizonte: Scriptum Livros, 2010.

BRASIL. Secretaria de Atenção à Saúde. DAPE. Saúde mental no SUS: os centros de atenção psicossocial. Brasília: Ministério da Saúde, 2004. Disponível em: http://www.ccs.saude.gov.br/saude_mental/pdf/sm_sus.pdf. Acesso em: 26 de mar. 2019.

DALGALARRONDO, Paulo. Psicopatologia e semiologia dos transtornos mentais. Porto Alegre: Artmed, 2000.

FIGUEIREDO, Ana Cristina. Vastas confusões e atendimentos imperfeitos: a clínica psicanalítica no ambulatório público. 3. ed. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 2002.

FIGUEIREDO, Ana Cristina; BURSZTYN, Daniela Costa. O tratamento do sintoma e a construção do caso na prática coletiva em saúde mental. Tempo Psicanalítico. v. 44, n. 1, p.131-145, 2012. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/tpsi/v44n1/v44n1a08.pdf. Acesso em: 11 de mar. 2019.

FREUD, Sigmund. A perda da realidade na neurose e na psicose. In: ______. Obras psicológicas completas de Sigmund Freud: edição standart brasileira. Rio de Janeiro: Imago, 1996. 19 v.

GOLDBERG, J. Clínica da Psicose: um projeto na rede pública. Ed. Te Corá. Rio de Janeiro, 1996.

GOMES CFM, PEREIRA JUNIOR RJ, CARDOSO JV, SILVA DA. Common mental disorders in university students: epidemiological approach about vulnerabilities. SMAD, Rev Eletrônica Saúde Mental Álcool Drog. 2020;16(1):1-8. doi: https://dx.doi.org/10.11606/issn.1806-6976.smad.2020.157317

GUERRA, Andréa Máris Campos. A psicose. Rio de Janeiro, RS: Zahar, 2010.

LACAN, Jacques. [1955-1956]. O Seminário, livro 3: as psicoses. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1988.

MCALLISTER A, FRITZELL S, ALMROTH M, HARBER-ASCHAN L, LARSSON S, BURSTRÖM B. How do macro-level structural determinants affect inequalities in mental health? A systematic review of the literature. Int J Equity Health. V. 17, n. 1, p180; 2018.

MELO, Gabriel Ribas Nascimento; NOGUEIRA, Júlio Cezar de Carvalho; MACÊDO, Ana Emília Gomes; MACÊDO, Caroline Gomes. Anxiety disorder inside Amazon: a population-based study. Braz. J. of Develop., v. 6, n. 1, p. 5301-5311, jan. 2020. ISSN 2525-8761.

MEYER, Gabriela Rinaldi; BRAUER, Jussara Falek. O desejo do analista e a clínica da psicose: análise de um caso. Revista Mal-Estar e Subjetividade. v. 9, n.1, p. 223-258, 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rlpf/v13n1/06.pdf. Acessado em: 06 de mar. 2019.

MUÑOZ, Nuria Malajovich. Do amor à amizade: contribuições da psicanálise no campo da saúde mental. Rev. Latinoam. Psicopat. Fund. n. 13, n.1, p. 87-101, 2010. Disponível de: http://www.scielo.br/pdf/rlpf/v13n1/06.pdf. Acessado em: 06 de mar. 2019.

PONTES, Samira; CALAZANS, Roberto. Sobre alucinação e realidade: a psicose na CID-10, DSM-IV-TR e DSM-V e o contraponto psicanalítico. Psicologia USP. v. 28, n. 1, p. 108-117, jan-abril, 2017.Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pusp/v28n1/1678-5177-pusp-28-01-00108.pdf. Acessado em: 05 de mar. de 2019.

QUINET, Antônio Teoria e clínica da psicose. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2000.

______. Psicose e laço social. Esquizofrenia, paranoia, melancolia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar. 2006

RINALDI, Doris Luz. Micropolítica do desejo: a clínica do sujeito na instituição de saúde mental. Ciênc. saúde coletiva. n. 20, v.2, p. 315-323, 2015. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232015202.17332013. Acessado em: 07 de fev. 2019.

RINALDI, Doris Luz; CABRAL, Leonardo Henrique; CASTRO, Gabriela Sulaiman de. Psicanálise e Reabilitação Psicossocial: limites e possibilidade de articulação. Estudos e Pesquisas em Psicologia. n. 1, v.8, p. 118-125, abr. 2008. Disponível em:

https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revispsi/article/view/10854/8502. Acessado em: 05 de mar. de 2019.

ROCHA, Tiago H. Rodrigues. Costuras da construção identitária de um jovem psicótico usuário de um CAPS. Rev. SPAGESP. v. 13, n. 1, p. 78-88, 2012. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/rspagesp/v13n1/v13n1a09.pdf. Acessado em: 07 de fev. 2019.

SERPA, Taísa; MEDEIROS, Ana Carolina. A construção de um caso clínico a partir da articulação entre a etnografia e a psicanálise. Analytica. v.1, n.1, p.106-133, dez. 2012. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2316-51972012000100007. Acessado em: 03 de fev. de 2019.

SILVA, Thiago José de Franco da; ALENCAR, Maria Lídia Oliveira de. Invenção e endereçamento na oficina terapêutica em um centro de atenção diária. Rev. Latinoam. Psicopat. Fund. v. 12, n.3, p. 524-538, 2009. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-47142009000300008. Acessado em: 06 de fev. 2019.

SILVA, Manuela; LOUREIRO, Adriana e CARDOSO, Graça. Social determinants of mental health: a review of the evidence. Eur. J. Psychiat. [online]. vol.30, n.4, pp.259-292, 2016. ISSN 0213-6163.

TENÓRIO, Fernando. Psicose e esquizofrenia: efeitos das mudanças nas classificações psiquiátricas sobre a abordagem clínica e teórica das doenças mentais. História, Ciências, Saúde. v. 23, n.4, p. 941-963, agos. 2016. Acessado em: 07 mar. 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/hcsm/v23n4/0104-5970-hcsm-S0104-9702016005000018.pdf.

TENÓRIO, Fernando; COSTA-MOURA, Fernanda; LO BIANCO, Anna Carolina. Tradição clínica da psiquiatria, psicanálise e práticas atuais em saúde mental. Psicologia USP. v. 28, n.2, p. 206-213, 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pusp/v28n2/1678-5177-pusp-28-02-00206.pdf. Acessado em: 06 mar. 2019.

WHO. Mental Health Atlas 2017. Geneva: World Health Organization; 2018. Disponível em . Acesso em:12 out.2018.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n11-329

Refbacks

  • There are currently no refbacks.