Fatores estressantes da equipe de enfermagem atuantes em cti: Revisão sistemática / Stressing factors of the nursing team acting in intensive care centers

Paula Mariana Munno Guimarães Corrêa, Bruna Fonseca Vasconcelos, Gisélia Aparecida Marques, Otto Felipe Dias Hanauer, Geovane Borges Fernandes da Silva, Isaias de Souza Corrêa, Cíntia Maria Rodrigues

Abstract


Objetivos: Explanar sobre os principais fatores estressantes para a equipe de enfermagem atuantes nos Centro de Terapia Intensiva (CTI). Metodologia: Os critérios de elegibilidade para o estudo foram estudos publicados nos últimos 10 anos (datados de 2010 a 2020), que continham as palavras-chave/descritores no título, abordando a temática em questão Resultados: A busca nas bases de dados resultou na identificação de 58 artigos, 50 foram excluídos, restando 8 artigos elegíveis para esse estudo. Conclusão: Observou-se com os resultados desta revisão que o trabalho no CTI favoreceu o surgimento de doenças psicossomáticas relevantes, adquiridas devido as condições e fatores em que a equipe de enfermagem está exposta. Demonstrando a necessidade de um olhar atento aos profissionais de saúde, em relação ao estado mental, afim atender às necessidades exclusivas da enfermagem, com foco na saúde mental em ambientes críticos de saúde como os centros de terapia intensiva.


Keywords


Pessoal de Saúde, Unidades de Terapia Intensiva, Saúde Mental.

References


Kubler-Ross E. A roda da vida: Memórias do viver e do morrer. Rio de Janeiro: GMT, 1998

Martins DG; Goncalves J. Estresse Ocupacional em Profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Rev. Psicol. Saúde, Campo Grande. 2019; 11(3): 3-17.

Travail OI. Stress au travail, un défi collectif. Journée Mondiale de la Sécurité et de la Santé au Travail. 2016; 28.

Torres J, Barbosa H, Pereira S, Cunha F, Torres S, Brito M, et al. Qualidade de vida profissional e fatores associados em profissionais da saúde. Psic., Saúde & Doenças, Lisboa. 2019; 20(3): 670-681.

Souza VS, Silva DS, Lima LV, Teston EF, Santos Benedetti GM, Costa MAR, Mendonça RR. Qualidade de vida dos profissionais de enfermagem atuantes em setores críticos. Revista cuidarte, 2018; 9(2): 2177-86.

Silva JLL, Teixeira LR, Soares RS, Costa FS, Aranha JS, Teixeira ER. Estrés y factores psicosociales en el trabajo de enfermeros intensivistas. Enferm Glob Internet. 2017; 16(48): 80-120.

Fachini JS, Lima RDCGS, Scrigni AV. Sofrimento moral de trabalhadores de uma UTI pediátrica. Revista Bioética. 2017; 25(1).

Yamaguti STF, Mendonça ARBD, Coelho D, Machado AL, Souza-Talarico JND. Padrão atípico de secreção de cortisol em profissionais de Enfermagem. Revista da Escola de Enfermagem da USP. 2015; 49(SPE): 109-116.

Van Mol MM, Kompanje EJ, Benoit DD, Bakker J, Nijkamp MD. The prevalence of compassion fatigue and burnout among healthcare professionals in intensive care units: a systematic review. PloS one. 2015; 10(8), e0136955.

Bellagamba G, Gionta G, Senergue J, Bèque C, Lehucher-Michel MP. Organizational factors impacting job strain and mental quality of life in emergency and critical care units. International journal of occupational medicine and environmental health.2015; 28(2): 357.

Jasper S, Stephan M, Al-Khalaf H, Rennekampff HO, Vogt PM, Mirastschijski U. Too little appreciation for great expenditure? Workload and resources in ICUs. International archives of occupational and environmental health. 2012; 85(7): 753-761.

Chahraoui K, Bioy A, Cras E, Gilles F, Laurent A, Valache B, Quenot JP. Vécu psychologique des soignants en réanimation: une étude exploratoire et qualitative. In Annales francaises d'anesthesie et de reanimation. 2011; 30(4): 342-348.

Conz CA, Aguiar RS, Reis HH, Pinto MCJ, Mira VL, Merighi MAB. Atuação de enfermeiros líderes de unidade de terapia intensiva: abordagem compreensiva. Enferm. Foco. 2019; 10 (4): 41-46.

World Health Organization (WHO). Depression and Other Common Mental. Disorders: Global Health Estimates. 2017. Disponível em: http://tinyurl.com/y9e538n. Acessado em: 11 Maio 2020.

Li Q, Guan X, Wu P, Wang X, Zhou L, Tong Y, et al. Early transmission dynamics in Wuhan, China, of novel coronavirus-infected pneumonia. N Engl J Med. 2020;382:1199-207.

do Nascimento EÉF, dos Santos Vilaça, SQ, da Silva, TCT, & Duque, MAA (2020). Desenvolvimento da síndrome de Burnout nos enfermeiros de UTI de um hospital privado do agreste Pernambucano. Brazilian Journal of Health Review, 3(4), 7325-7352.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n11-306

Refbacks

  • There are currently no refbacks.