Planta de celulose kraft que utiliza Pinus Elliottii como fonte de matéria-prima: um estudo ambiental e econômico/ Kraft cellulose plant using Pinus Elliottii as a source of raw material: an environmental and economic study

Fabiano Coelho de Almeida, Afonso Henrique da Silva Júnior, Gerson Avelino Fernandes, Toni Jefferson Lopes

Abstract


A indústria de papel e celulose é um segmento que vem crescendo a cada ano no cenário mundial.  Nacionalmente, é responsável por grande parte do retorno financeiro ao país. Isso se deu ao grande investimento realizado nas últimas décadas, contribuindo para o desenvolvimento de processos produtivos pré-estabelecidos.  Com isso, o Brasil vem crescendo exponencialmente no ramo, principalmente por possuir abundância de matéria-prima e espaços disponíveis para o cultivo da mesma. Em busca de eficiência e redução de custos e impactos no ambiente (efluentes) houve mudanças nos processos, sobretudo na recuperação de reagentes utilizados na produção de celulose e na possibilidade de integração energética das linhas. Dentro deste propósito, neste artigo foi realizada uma análise econômica e ambiental de uma planta de celulose Kraft que utiliza Pinus elliottii como fonte alternativa de matéria-prima. Foram avaliados diferentes cenários: sem recuperação de reagentes e com recuperação de 30, 60 e 90% de   reagente químicos utilizados no cozimento da celulose. Nos estudos realizados verificou-se que para um cenário sem recuperação de reagentes que o preço do sulfeto de sódio e do hidróxido de sódio tem o maior custo na produção de celulose. À medida que se aumenta o percentual de recuperação, o custo dos reagentes diminui, e o custo da matéria-prima se torna maior. Sendo que para 10% de recuperação dos reagentes, o custo da madeira já ultrapassa o custo do sulfeto de sódio, e somente para 70% de recuperação é que o custo da madeira irá ultrapassar o custo do hidróxido de sódio. Portanto, concluiu-se que a regeneração dos reagentes químicos, do processo Kraft, para obtenção de celulose é benéfica tanto em relação a aspectos econômicos e impactos ambientais.


Keywords


Impacto ambiental,Celulose,Recuperação de químicos, Avaliação econômica.

References


ALVES, E. D. et al., Estudo do processo de obtenção celulose Kraft com ênfase no forno de cal. Revista Liberato, Novo Hamburgo, v. 16, n. 26, p. 101-220, jul./dez. 2015.

BRACELPA. Associação Brasileira de Celulose e Papel: Relatório Anual. Disponível em: < http://www.sinpesc.com.br/images/publicacoes/02sustentabilidade.pdf>. Acesso em: 17 de jun. 2019.

CARREIRO, M. R. M. Análise Exergética e Ambiental do Processamento do Licor Negro Gerado em Fábricas de Celulose e Papel. 2009. 141 f. Dissertação (Mestrado em Engenhari Mecânica) – Instituto de Engenharia Mecânica, Universidade Federal de Itajubá, Itajubá, 2009.

CHIRAT, C.; LACHENAL, D.; SANGLARD, M. Extraction of xylans from hardwood chips prior to Kraft cooking. Process Biochemistry, v. 47 p. 381-385, 2012.

CONAMA - Conselho Nacional do Meio Ambiente. Resolução CONAMA artigo 48 do Decreto nº 88.351, de 1º de junho de 1983, Art. 1º,Disponível em: http://www.ucs.br/ccet/denq/prof/jrgimene/PG/Legislação%20e%20Diretrizes%20para%20El aboração%20em%20EIA-RIMA.ppt Acesso em: 02 jun.2019.

D’ALMEIDA, M. L. O. Tecnologia de Fabricação da Pasta Celulósica. 2ª ed., v. I, São Paulo, S.P., SENAI/IPT, 1988. 559 p.

IBÁ. Relatório da indústria brasileira de árvores do ano de 2017. Disponível em: . Acesso em: 14 jun. 2019.

JUNIOR, P. P. A.; KAKUDA, S. M. CONTROLE ESTATÍSTICO EM PROCESSOS INDUSTRIAIS. Exatas & Engenharias, v. 3, n. 05, 23 mar. 2013.

MARTÍN-SAMPEDRO, R. et al., Characterization of lignins from Populus alba L. generated as by-products in different transformation processes: Kraft pulping, organosolv and acid hydrolysis. International Journal of Biological Macromolecules, v. 126 p. 18-29, 2019.

MIRANDA, R. E. S. Impactos ambientais decorrentes dos resíduos gerados na produção de papel e celulose. 2008. 28 f. Monografia (Curso de Engenharia Florestal) – Instituto de Florestas, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Seropédica – RJ, 2008.

NEVES, G. D. S.; FERREIRA, N. B. D. O.; DE SOUZA, F. P. LOGÍSTICA VERDE. Exatas & Engenharias, v. 8, n. 22, 14 nov. 2018.

PALME, A.; THELIANDER, H.; BRELID, H. Acid hydrolysis of cellulosic fibres: Comparison of bleached Kraft pulp, dissolving pulps and cotton textile cellulose. Carbohydrate Polymers, v. 136 p. 1281-1287, 2016.

PIOTTO, C. Eco-eficiência na Indústria de Celulose e Papel - Estudo de Caso 28 2003 Disponível em: http://www.teclim.ufba.br/site/material_online/teses/tese_zeila_c piotto.pdf Ascesso em: 27 nov. 2019

QUEIROZ S. C. S.; GOMIDE J. L.; COLODETTE, J. L. e OLIVEIRA R. C. Influência da densidade básica da madeira na qualidade da polpa Kraft de clones híbridos de Eucalyptus grandis W. Hill ex Maiden X Eucalyptus urophylla S. T. Blake. Revista Árvore, v. 28, nº 6, p. 901-909, 2004.

RIBEIRO, R. N. et al., Avaliação econômica de projetos de controle avançado de processos. Revista O Papel, v. 74, n. 3, p. 57-65, 2013.

SCHMIDT, A. K. O.; CONDOTTA, R. Estudo da secagem da polpa de celulose branqueada. Braz. J. of Develop., Curitiba, v.6, n.10, p.82357-82371, oct.2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n11-288

Refbacks

  • There are currently no refbacks.