Farmacovigilância em idosos: observações acerca da prática de polifarmácia / Pharmacovigilance in the elderly: observations about the practice of polypharmacy

Maria Rita Resende Chaves, Mayara Helen Aguilar Rodrigues, Samuel Brener Silva Sales, Ana Beatriz Sabino Pereira, Kelly Deyse Segati, Emerith Mayra Hungria Pinto, Mirella Andrade Silva Mendes, Luciana Vieira Queiroz Labre, Cristiane Teixeira Vilhena Bernardes, Ana Paula Montandon de Oliveira

Abstract


A elevação da expectativa de vida nos tempos modernos trouxe desafios como o aumento de doenças crônico-degenerativas e a ampla utilização de medicamentos. O objetivo do artigo foi avaliar a prática de polifarmácia, categorizar os medicamentos utilizados e pesquisar o uso de medicamentos potencialmente inapropriados em idosos (PIM). O estudo incluiu 23 indivíduos maiores de 60 anos. A coleta de dados foi realizada através de entrevista oral, com aplicação de questionário padrão e tabulação dos dados na plataforma Excel. Dentre os 23 indivíduos, 15 (65,2%) estavam submetidos à polifarmácia. Os grupos terapêuticos mais utilizados foram relacionados ao aparelho cardiovascular, seguido do aparelho digestivo e metabólico e do sistema nervoso, sendo os anti-hipertensivos a classe medicamentosa mais utilizada (em 78,2 % dos entrevistados). Dentre os fármacos relatados, 14,4% foram considerados PIM e 52,2% da amostra faziam uso contínuo de pelo menos um PIM. Nota-se portanto a importância de um acompanhamento multiprofissional no manejo terapêutico do paciente idoso, que está submetido à práticas e à medicações que podem ser iatrogênicas.


Keywords


polifarmácia, idoso, lista de medicamentos potencialmente inapropriados.

References


BORTOLON, Paula Chagas et al. Análise do perfil de automedicação em mulheres idosas brasileiras. Ciência & Saúde Coletiva, v. 13, n. 4, p. 1219-1226, 2008.

DA SILVA, Elaine Aparecida; MACEDO, Luciana Conci. < b> Polifarmácia em Idosos. Saúde e Pesquisa ISSN 2176-9206, v. 6, n. 3, 2013.

DA SILVA, Patrícia Azevedo et al. Aspectos relevantes da farmacoterapia do idoso e os fármacos inadequados. Revista InterScientia, v. 3, n. 1, p. 31-47, 2015.

DE RESENDE, Ana Cláudia Guerra Dutra et al. Avaliação do uso de medicamentos em idosos de acordo com o critério de Beers. Rev Med Minas Gerais, v. 27, n. Supl 1, p. S30-S36, 2017.

FAUSTINO, Christine Grutzmann. Medicamentos potencialmente inapropriados prescritos a idosos ambulatoriais. 2010. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo.

GOMES, Haroldo Oliveira; CALDAS, Célia Pereira. Uso inapropriado de medicamentos pelo idoso: polifarmácia e seus efeitos. Revista do Hospital Universitário Pedro Ernesto, v. 7, p. 88-99, 2008.

MANSO, Maria Elisa Gonzalez; BIFFI, Elaine Cristina Alves; GERARDI, Thiago José. Prescrição inadequada de medicamentos a idosos portadores de doenças crônicas em um plano de saúde no município de São Paulo, Brasil. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 18, n. 1, p. 151-164, 2015.

OLIVEIRA, Samanta Bárbara Vieira de et al. Perfil de medicamentos utilizados por automedicação por idosos atendidos em centro de referência. Einstein (São Paulo), v. 16, n. 4, 2018.

PAGNO, Andressa Rodrigues et al. A terapêutica medicamentosa, interações potenciais e iatrogenia como fatores relacionados à fragilidade em idosos. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 21, n. 5, p. 588-596, 2018.

SANTOS, Thalyta Renata Araújo et al. Consumo de medicamentos por idosos, Goiânia, Brasil. Revista de Saúde Pública, v. 47, p. 94-103, 2013.

SECOLI, Silvia Regina. Polifarmácia: interações e reações adversas no uso de medicamentos por idosos. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 63, n. 1, p. 136-140, 2010.

SCHERER, Vanessa Cristina; WEBER, Bruna Rodrigues; DE OLIVEIRA, Karla Renata. Perfil dos medicamentos utilizados por idosos atendidos em uma farmácia comunitária do município de Ijuí/RS. Revista Contexto & Saúde, v. 11, n. 20, p. 375-384, 2011.

SILVA, Anderson Lourenço da et al. Utilização de medicamentos por idosos brasileiros, de acordo com a faixa etária: um inquérito postal. Cadernos de Saúde Pública, v. 28, p. 1033-1045, 2012.

SMANIOTO, Francieli Nogueira; HADDAD, Maria do Carmo Lourenço. Evaluation of pharmacotherapy prescribed to institutionalized elderly. Revista brasileira de enfermagem, v. 66, n. 4, p. 523-527, 2013.

RIBAS, Carlise; OLIVEIRA, Karla Renata de. Perfil dos medicamentos prescritos para idosos em uma Unidade Básica de Saúde do município de Ijuí-RS. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 17, n. 1, p. 99-114, 2014.

VASCONCELOS, Francisca de Fátima et al. Utilização medicamentosa por idosos de uma Unidade Básica de Saúde da Família de Fortaleza-CE. Acta Paulista de Enfermagem, v. 18, n. 2, p. 178-183, 2005.

WHOCC. World Health Organization Collaborating Centre for Drug Statistics Methodolo-gy., 2013). Anatomic Therapeutic Chemical Code (ATC), 2015. Disponível em: https://www.whocc.no/atc_ddd_index/.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n11-251

Refbacks

  • There are currently no refbacks.