Estrutura Populacional e Variabilidade Genética em Populações Nativas de Passiflora cristalina Vanderpl. & Zappi, em Fragmentos Florestais no estado de Mato Grosso/Passiflora cristalina Vanderpl. & Zappi in forest fragments in the state of Mato Grosso

Greiciele Farias da Silveira, Maicon Douglas de Souza Arenas, Tatiane Lemos Varella, Kátia Fabiane Medeiros Schmitt, Joameson Antunes Lima, Bruna Mezzalira da Silva, Juliana de Freitas Encinas Dardengo, Ana Aparecida Bandini Rossi

Abstract


Passiflora cristalina é uma espécie nativa da Amazônia Meridional com ocorrência natural no Município de Alta Floresta, MT. A espécie por ter sido recentemente descrita apresenta poucos estudos, sendo uma espécie de grande potencial para estudos de conservação e melhoramento genético. O presente estudo objetivou avaliar a diversidade genética de populações nativas de P. cristalina por meio de marcador molecular SSR. Para o estudo foram selecionadas duas populações denominadas: ECE (estrada central) e EPA (Estrada Porto de areia) e amostrados um total de 50 indivíduos, sendo 25 provenientes de cada população, dos quais foram coletadas folhas para extração de DNA genômico.  As amplificações foram realizadas via PCR com o emprego de 8 primers SSR. O número de alelos por loco variou de 3 a 10, com média de 5,62, e um total de 45 alelos para os 8 locos avaliados. A heterozigozidade esperada apresentou média de 0,71, enquanto que o número de alelos efetivos apresentou uma média de 4,05. O GST variou de 0,26 a 1,78, com uma média de 0,83, refletindo um nível de diferenciação entre as populações de P. cristalina e o fluxo gênico (Nm) apresentou uma média de 1,16. A AMOVA revelou que a maior parte da variabilidade encontra-se dentro das populações (65%) do que entre as populações (35%). O dendrograma gerado pelo método UPGMA possibilitou a formação de dois grupos distintos, assim como no agrupamento do “Structure”, demonstrando que os indivíduos ficaram alocados em suas respectivas populações. Devido aos elevados níveis de diversidade detectados no presente estudo nas duas populações confirmadas pela diversidade genética é de grande importância que sejam realizadas estratégias que visem a caracterização, conservação e prospecção desse material.


Keywords


Maracujá, Variabilidade Genética, Marcador molecular (SSR).

References


BELLON, G., FALEIRO, F.G., JUNQUEIRA, K.P., JUNQUEIRA, N.T.V..Variabilidade genética de acessos silvestres e comerciais de Passiflora edulis Sims. com base em marcadores RAPD. Revista Brasileira de Fruticultura. 29:124-127.2007.

CASTELLEN, M. S.; CERVI, A. C.; AMARAL, W. A. N. O gênero Passiflora L. nosTabuleiros Costeiros. Recursos genéticos dos tabuleiros e seus ecossistemas associados- fruteiras. Aracaju: Embrapa Tabuleiros Costeiros. 2005.32p.

Castro. J. A. Conservação dos recursos genéticos de passiflora e seleção de descritores mínimos para caracterização de maracujazeiro. Cruz das Almas, Bahia. da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia e Embrapa Mandioca e Fruticultura 2012.84p.(Dissertação – Mestrado em Recursos Genéticos Vegetais).

CAZÉ A.L.R.; KRIEDT, R.A.; Beheregaray, L.B.; Bonatto S.L.; Freitas, L.B. Isolation and characterization of microsatellite markers for Passiflora contracta. International Journal of Molecular Sciences.13:11343-11348.2012.

CERVI, A.C. O gênero Passiflora L. (Passifloraceae) no Brasil, espécies descritas após o ano de 1950. Adumbrationes ad Summae Editionem.16:1-5. 2006.

CERQUEIRA-SILVA, C.B.M.; SANTOS, E.S.L.; SOUZA, A.M., MORI, G.M.; OLIVEIRA, E.J.; Corrêa, R.X.; SOUZA, A.P. Development and characterization of microsatellite markers for the wild South American Passiflora cincinnata (Passifloraceae). American journal of botany.99:170-172.2012.

DOYLE, J.J; DOYLE, J. L.A rapid DNA isolation procedure for small amounts of fresh leaf tissue. Phytochemical Bulletin.19:11–15.1987

EARL, D. A.; VON H.; BRIDGETT M. STRUCTURE HARVESTER: A WEBSITE AND PROGRAM FOR VISUALIZING STRUCTURE output and implementing the Evanno method. Conservation Genetics Resources.4: 359-361 2012.

EVANO, G.; REGNAUT, S.; GOUDET, J. Detecting the number of clusters of individuals using the software structure: a simulation study. Molecular Ecology.14: 2611–2620. 2005.

GELQUANT PRO. DNR Bio-Imaging Systems.2006. Disponível em: http://www.dnr-is.com/Product.asp?Par=3.19&id=81. Acesso em 14 de dezembro de 2013.

HAMRICK, J.L. Distribuition of genetic whitin and among natural forest population. In: CHAMBERS, S.M.; MACBIDE, B. & THOMAS, W.L. (Eds.) Shonewald-cox. 1982.

HERNAN, L.Data analysis for molecular characterization of plant genetic resources. Genetic Resources and Crop Evolution. 56: 277-292.2009.

KUMAR, S.; TAMURA, K.; NEI, M. MEGA3: Integrated software for Molecular Evolutionary Genetics Analysis and sequence alignment. Briefings in Bioinformatics. 5: 150-163. 2004.

LOSS, A.C.C.; LEITE, YLR.; LOURO ID.; BATITUCCI MCP. Diversidade genética de populações de maracujá-doce (Passiflora alata Curtis) no estado do Espírito Santo, Brasil. Natureza on line 4:55-61.2006.

LIU K.,MUSE S. PowerMarker: Integrated analysis environment for genetic marker data. Bioinformatics 21: 2128–2129.2005.

Lutz E, Schneller J & Holderegger R. Understanding population history for conservation purposes; population genetics of Saxifraga aizoides (Saxifragaceae) in the lowlands and lower mountains north of the Alps. American Journal of Botany. 87: 583-590.2000.

MANICA, I. Fruticultura tropical: maracujá. São Paulo: Agronômica Ceres.1981. 160p.

MILWARD-DE-AZEVEDO, M.A.; BAUMGRATZ, J.F.A. Passiflora L. subgênero Decaloba (DC.) Rchb.(Passifloraceae) na Região Sudeste do Brasil. Rodriguésia, 55:17-54. 2004.

NUNES, T. S. Estudos sistemáticos em Passiflora L. subgênero Deidamioides (Harms) Killip (Passifloraceae). Feira de Santana, Bahia.Universidade Estadual de Feira de Santana.2009.214p. (Tese-Doutorado em Botânica).

OLIVEIRA, E. J. Desenvolvimento e uso de marcadores microssatélites para construção e integração de mapas genéticos de maracujá-amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.).Piracicaba.Universidade de São Paulo, Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", 2006.152p.(Tese- Doutorado em Agronomia).

OLIVEIRA, E.J.; PÁDUA, J.G.; ZUCCHI, M.I.; VENCOVSKY, R.; VIEIRA, M.L.C. Origin, evolution and genome distribution of microsatellites. Genetics and Molecular Biology.29: 294-307, 2006.

OLIVEIRA, E.J.; PÁDUA, J.G.; ZUCCHI, M.I.; CAMARGO, L.E.A.; FUNGARO, M.H.P.; VIEIRA, M.L.C. Development and characterization of microsatellite markers from the yellow passion fruit (Passiflora edulis f. flavicarpa). Molecular Ecology Notes. 5: 331–333.2005.

PÁDUA, J.G.; OLIVEIRA, E.J.; ZUCCHi, M.I.; OLIVEIRA, G.C.X.; CAMARGO, L.E.A.; VIEIRA, M.L.C. Isolation and characterization of microsatellite markers from the sweet passion fruit (Passiflora alata Curtis: Passifloraceae). Molecular Ecology Notes. 5: 863-865.2005.

PAIVA, C.L.; Descritores morfológicos e marcadores microssatélites na caracterização de germoplasma de Passiflora spp. Campos Goytacazes, Universidade estadual do norte Fluminense Darcy Ribeiro.2013.73p. (Dissertação-Mestrado em Genética e melhoramento de plantas).

PEAKALL, R.; SMOUSE P.E. GenAlEx 6.5: genetic analysis in Excel. Population genetic software for teaching and research-an update. Bioinformatics.28: 2537-2539, 2012.

PRITCHARD, J; STEPHENS, M; DONNELLY, P. Inference of population structure using multilocus genotype data. Genetics. 155: 945–959, 2000.

PRITCHARD, J.K. & WEN W. Documentation for structure software: Version 2.1. 2004.

REIS, R.V.; OLIVEIRA, E.J.; VIANA, A.P.; PEREIRA, T.N.S. Diversidade genética em seleção recorrente de maracujazeiro-amarelo detectada por marcadores microssatélites, Revista Brasileira de Fruticultura.46: 51–57.2011.

SANTOS, C. A. F.; OLIVEIRA, V. R.; RODRIGUES, M. A.; RIBEIRO, H. L. C. Caracterização molecular de cultivares de cebola com marcadores microssatélites. Pesquisa Agropecuária Brasileira.45:49-55.2010.

SANTOS, S. K. S.; ORTEGA J. R.; ROCHA, G. P.; MELO, A. F.; OLIVEIRA, D. A.; BRANDÃO, M. M.; ROYO, V. A.; MENEZES, E. V. Transferabilidade de marcadores SSR, diversidade e estrutura genética de Syagrus oleraceae. Brazilian Journal of Development. 6(8): 59931-59947. 200 DOI:10.34117/bjdv6n8-417

VANDERPLANK. J.; ZAPPI, D. Passiflora cristalina, a striking new species of Passiflora (Passifloraceae) from Mato Grosso, Brazil. Kew Bulletin. 66: 149-153. 2011.

WAGNER JÚNIOR, A. et al. Avaliação da necessidade de frio de pessegueiro por meio de ramos enxertados. Revista Brasileira de Fruticultura. 31: 1054-1059. 2009.

ZUIDEMA, P. A., SAYER, J. A. & DIJKMAN, W. Forest fragmentation and biodiversity: the case for intermediate-sized conservation areas. Environmental Conservation. 23: 290-297.1996.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n11-234

Refbacks

  • There are currently no refbacks.