Síntese e caracterização da membrana quitosana/perlita / Synthesis and characterization of the chitosan/perlite membrane

Vandeci Dias dos Santos, Marcelo Maia, Eliza Edneide Oliveira Souza de Almeida, Rennan Normando, Renally Marraly

Abstract


A quitosana apresenta-se como adsorvente atrativo que apresenta propriedades como biocompatibilidade, biodegradabilidade e adsorção. A perlita apresenta composição molar SiO2, Al2O3, Na2O, K2O, CaO, H2O, MgO, Fe2O3 e TiO2 e pode ser utilizada nos processos de adsorção de corantes em conjunto com bioadsorvente quitosana. O objetivo deste trabalho é produzir membranas de quitosana/perlita por meio de uma metodologia adequada para fins de adsorção de corantes. A quitosana foi dissolvida em solução de ácido acético 5% V/V sob agitação magnética durante aproximadamente 1 hora e 20 minutos à temperatura de 40 ºC na proporção 2 gramas de QTS/50 mL da solução ácida resultando uma solução com aspecto homogêneo e viscoso. A perlita expandida com granulometria 20 mesh foi dissolvida em solução de ácido cítrico 0,5 M durante 30 minutos sob agitação magnética na proporção de 2 gramas de perlita/100 mL da solução ácida. Posteriormente, misturou-se a solução de quitosana e perlita (na proporção 1:2), realizando a agitação magnética, obtendo uma solução resultante que foi adicionada à solução de hidróxido de sódio (NaOH), 2,5 M na proporção de 15 mL da solução/200 mL da solução básica, permanecendo em repouso durante 2 horas a fim de promover a coagulação. Em seguida, lavou-se com água destilada até atingir o pH neutro, transferiu-se para um vidro de relógio e promoveu a secagem na estufa à 60ºC, obtendo a membrana QTS/perlita. As membranas híbridas QTS/perlita, foram caracterizadas por difração de raio-X e infravermelho. As membranas posteriormente serão utilizadas para adsorção de corantes de indústrias têxteis.

 


Keywords


quitosana, perlita, membrana, corante.

References


AIMOLI, C.G. Investigação da adequação de membranas de quitosana quimicamente modificadas para uso como biomaterial: estudo da calcificação in vitro. Dissertação de Mestrado, Universidade Estadual de Campinas, Brasil, 2007.

ALBERTINI,S.; CARMO, L.F.; FILHO, L.G.P. Utilização de serragem e bagaço de cana-de-açucar para adsorção de cádmio. Ciência Tecnológicas Alimentos Campinas. n.1, v.27, p. 113-118, 2007.

ALKAN, M.; DOGAN, M. Adsorption of Copper (II) onto Perlite. Journal of Colloid and Interface Science, v. 243, p. 280 – 291, 2001.

ARAUJO,A.L.P. et al. Estudo termodinâmico da adsorção de Zinco em argila bentonita bofe calcinada. Scientia plena,n. 12, v. 5, p.1-6, 2009.

AZEVEDO,V. V. C.; CHAVES, S. A.; BEZERRA, D. C.; LIA FOOK, M. V. L.; COSTA, A. C. F. M. Quitina e Quitosana: aplicações como biomateriais. Revista Eletrônica de Materiais e Processos, v.2.3 (2007). Unidade Acadêmica de Engenharia de Materiais – Universidade Federal de Campina Grande, 2007.

BECKER, T., SCHLAAK, M., STRASDEIT, H. Adsorption of nickel(II), zinc (II) and cadmium(II) by new chitosan derivates. Reactive & Functional Polymer, v. 44, p.289-298, 2000.

CARVALHO, T. V. Biomateriais à base de quitosana de camarão e bactérias para remoção de metais traços e petróleo. Dissertação (mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2006.

DIEKMAN, D. Overview and uses of perlite. New York: Preprint, 1985.

GHASSABZADEH, H.et al. Adsorption of Ag, Cu and Hg from aqueous solutions using expanded perlite. Journal of Hazardous Materials, v.177, p.950-955, 2010.

GHASSABZADEH,H. et al. Characterizations of Co(II) and Pb(II) removal process from aqueous solutions using expanded perlite. Desalination, v. 261, p.73-79,2010.

MOURA, C.; MUSZINSKI, P.; SCHMIDT, C.; ALMEIDA, J; PINO, L.; Quitina e quitosana produzidas a partir de resíduos de camarão e siri: avaliação do processo em escala piloto.Vetor, Rio Grande, 16(1/2): 37-45, 2006.

PERLITEMP. Disponível em www.perlitemp.com, Acesso em 19 de maio de 2016.

PORPINO, K. K. P.; Biossorção de ferro (II) por casca de caranguejo ucides cordatus. Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Química-UFPB – João Pessoa, 2009.

PAGANINI,P.P.; Síntese e caracterização de trocadores iônicos inorgânicos a base de óxidos mistos estanho-titânio para utilização na recuperação de cádmio e níquel e estudos fotoluminescentes.Dissertação, São paulo, 2007.

PRADO, A. G. S.; AIROLDI, C. Anal. Chim. Acta. 432, 201. 2001.

PRADO & AIROLDI, APLICAÇÃO E MODIFICAÇÃO QUÍMICA DA SÍLICA GEL OBTIDA DE AREIA; Quim. Nova, Vol. 28, No. 3, 544-547, 2005; Instituto de Química, Universidade de Brasília, CP 4478, 70919-970 Brasília – DF

ROSA, S.; Adsorção de corantes reativos utilizando sal quaternário de quitosana como adsorvente. Tese (doutorado) – UFSC, Curso de Pós-Graduação em Engenharia Química do Centro Tecnológico da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2009.

ROULIA, M. et al. Influence of termal treatment on the water release and the glassy structure of perlite. Jounal of Materials Science, v. 41 n. 18, p.5770-5881, 2006. Disponível em www.springerlink .com/content/f60u0825251g1031/fulltext.pdf, Acesso em 22 de agosto de 2016.

RUTHVEN, D. M. Principles of adsorption and adsorption Process. New York: John Wiley & Sons Inc., 1984.

SILVERSTEIN, R. M.; WEBSTER, F. X.; KIEMLE, D. J.; Identificação espectrométrica de compostos orgânicos. 7 ed. Rio de Janeiro: LTC, 2007.

SOARES, C. H. L.; Estudos mecanísticos da degradação de efluente de indústria de papel e celulose por fungos basidiomicetos degradadores de madeira.122 p. Tese (Doutorado) – Departamento de Química Orgânica do Instituto deQuímica – Universidade Estadual de Campinas, 1998.

TALIP,Z.; ERAL, M.; HIÇSONMEZ,U. Adsorption of thorium from aqueous solutions by perlite. Journal of Environmental Radioactivity, v. 100, p. 139-143, 2009.

[USEPA] United States Environmental Protection Agency. Perlite Processing. AP 42, 1 .ed. v.1, cap. 11 .30: Mineral Products Industry, 1995.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n11-232

Refbacks

  • There are currently no refbacks.