A invasão Russa no Afeganistão (1979-1989): Os impactos do conflito na História Afegã / The Russian Invasion of Afghanistan (1979-1989): The Impact of the Conflict on Afghan History

Ana Paula Gonçalves Cunha, Emilly De Freitas Oliveira, Raquel Gonçalves Vieira Machado De Melo Morais

Abstract


O presente trabalho busca analisar os impactos político-econômicos e sociais causados no Afeganistão no período da invasão russa (1979-1989). Para compor a pesquisa, foram utilizados, principalmente, procedimentos metodológicos bibliográficos, predominantemente, qualitativos. Serão explorados o período histórico, os conflitos, seus impactos domésticos e internacionais. O Afeganistão, visto como território estratégico durante a Guerra Fria, foi palco das duas grandes potências da época, que atuaram diretamente e modificaram o modus vivendi da região. Tais eventos históricos determinaram a atual situação do país. Por isso, esse artigo analisa a importância dos atores externos no agravamento da situação afegã, tanto por parte de Estados quanto de forças transnacionais, como as etnias e a religião islâmica, sendo estes últimos atores que incentivaram a resistência até se tornarem os principais pontos para o surgimento dos conflitos internos no país.


Keywords


Afeganistão, Invasão, Conflitos.

References


AFGHANISTAN and UNION OF SOVIET SOCIALIST REPUBLICS -Treaty of friendship, good-neighbourliness and cooperation. Moscou. 1978. Disponível em: . Acesso em: 1 abr. 2018.

ATWAN, Abdel Bari. Holy Warrior: The Taliban. In: ATWAN, Abdel Bari. The secret history of Al Qaeda. California: University of California Press, 2008. cap. 2, p. 80 - 88. Disponível em: . Acesso em: 27 maio 2018.

BAPTISTA, Paulo Luís. Afeganistão - Uma análise Geopolítica: Reflexões sobre questões da Paz e da Guerra. Lisboa, n. 2451, abr. 2006. Disponível em: . Acesso em: 28 abr. 2018.

EUA querem passar gasoduto pelo Afeganistão, dizem analistas. Estadão, São Paulo, 28 maio 2002. Disponível em:

tao-dizem-analistas,20020528p46774>. Acesso em: 28 abr. 2018.

FEATURE HISTORY. Soviet-Afghan War. 2017. (10m29s). Disponível em: . Acesso em: 28 abr. 2018.

FORIGUA-ROJAS, Emersson. Guerra en Afganistán: La experiencia soviética. Papel político. Bogotá, v.15, n.1, p. 183-234, jan./jun. 2010. Disponível em: . Acesso em: 30 mar. 2018.

GARCIA, Marco Antonio. La intervención soviética en Afganistán, 1979 - 1989. 2011. Disponível em: . Acesso em: 3 maio 2018.

INSTITUTE FOR THE STUDY OF WAR. Russia and Afghanistan. Disponível em: . Acesso em: 3 maio 2018.

MEDEIROS, Carlos Aguiar de. A economia política da transição na Rússia: A estratégia de reforma de Gorbatchev. In: MEDEIROS, Carlos Aguiar de et al. (Org) Uma longa transição: vinte anos de transformações na Rússia. Brasília: IPEA, 2011. cap. 1, p. 23. Disponível em: . Acesso em: 3 maio 2018.

PAUTASSO, Diego; DE OLIVEIRA, Lucas Kerr. A segurança energética da China e as reações dos EUA: Problemas de segurança energética. Revista Contexto Internacional, Rio de Janeiro, v. 30, n. 2, p. 361-398, maio/ago. 2008. Disponível em: . Acesso em: 2 maio 2018.

RODRÍGUEZ, Enrique. Afganistán y la geopolítica internacional. Madrid. Plaza y Valdés, 2003. Disponível em: . Acesso em: 30 mar. 2018.

SCHWADE, Tiago. O desenvolvimento do terrorismo islamita moderno no Afeganistão. Rio Grande do Sul, 2014. Disponível em: . Acesso em: 25 maio 2018.

SVEINBJORNT. Zbigniew Brzezinski to the Mujahideen: "Your cause is right and God is on your side!". 2014. (1m). Disponível em: . Acesso em: 28 abr. 2018.

SZCZEPANSKI, Kallie. The Mujahideen of Afghanistan. 14 jun. 2017. Disponível em: . Acesso em: 28 abr. 2018.

TANNER, Stephen. Afghanistan: a military history from Alexander, The Great to the fall of the Taliban. Cambridge: Da Capo Press, 2002.

TRAUMANN, Andrew; KAMINSKI, Marina. O Waterloo da Guerra Fria: antecedentes da invasão soviética ao Afeganistão. Revista de Análise Internacional, Curitiba, Vol.1, n.1, p.3-12, ago./dez., 2016. Disponível em: . Acesso em: 30 mar. 2018.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n11-188

Refbacks

  • There are currently no refbacks.