Educação científica sob o contexto da usina fotovoltaica do IFPE - campus pesqueira / Scientific education according to the context of IFPE photovoltaic plant – campus pesqueira

Amanda Bianca Bezerra Pereira, José Ancelmo da Silva Cintra Júnior, Jailma Gomes da Silva, Jandrews Lins Gomes

Abstract


Recentemente, pesquisas em educação têm apontado a importância de se construir pontes entre o ensino de ciências e o avanço da ciência e tecnologia.  O intuito é propiciar que cada vez mais os estudantes estejam aptos a reconhecer os fenômenos científicos que ocorrem no seu cotidiano e partir deles avaliar seus benefícios e impactos sociais. Dessa forma, visto que o efeito fotoelétrico está cada vez mais presente em nossas vidas e apesar disso nem sempre é reconhecido pelos estudantes, nem tampouco contemplado nos currículos escolares, no presente trabalho investigou-se a possibilidade de se promover educação científica a partir da Usina Solar Fotovoltaica do IFPE - campus Pesqueira. Para isso, foi elaborado e realizado um minicurso de extensão na instituição destinado a estudantes da rede pública da região. A proposta visou utilizar a usina como instrumento de apropriação do conhecimento científico, bem como o seu reconhecimento em aplicações práticas, tais como no sistema de energia solar, no sistema de iluminação pública e nos mais diversos sensores utilizados pela construção civil, e a partir disso, conscientizar os estudantes sobre a sua importância para a sociedade. Aliado a isso, se fez o uso de uma simulação no PhET para que ficasse mais claro como o efeito fotoelétrico ocorre na prática. Como instrumento de avaliação foi adotado uma atividade com conteúdo relativo a conceitos teóricos necessários para compreensão do fenômeno estudado, sobretudo, dando ênfase a discussão de como este se comporta nas aplicações tecnológicas citadas durante a intervenção. Após a análise dos dados levantados por instrumento de pesquisa, constatou-se que a partir dos recursos visíveis propiciados pela usina e pela simulação houve uma aprendizagem significativa acerca do fenômeno estudado. A partir das discussões do que a usina representa para o IFPE, os estudantes foram capazes de discutir como essa e outras aplicações tecnológicas que funcionam a partir do efeito fotoelétrico trouxeram tanto a sustentabilidade como a facilidade de se realizar algumas atividades para nossas vidas.

 

 


Keywords


Educação Científica, Usina Fotovoltaica, IFPE, Efeito Fotoelétrico, Física Moderna

References


PINTO, C. A. É possível levar Física Quântica para o Ensino Médio? Caderno Catarinense de Ensino de Física, v. 16, n.1, p. 7-34, abr. 1999. Disponível em: https://doi.org/10.5007/%25x.

VALADARES, E. C., MOREIRA, A. M. Ensinando Física Moderna no Ensino Médio: Efeito Fotoelétrico, Laser e Emissão de corpo negro. Caderno Catarinense de Ensino de Física, v. 15, n. 2, ago. 1998. Disponível em: https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/305130/mod_resource/content/1/FM%20-%20ensino.pdf.

CONIF - Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. IFPE inaugura usina solar fotovoltaica em Pesqueira, 2016. Disponível em: http://portal.conif.org.br/ultimas-noticias/805-ifpe-inaugura-usina-solar-fotovoltaica-em-pesqueira.html. Acesso em 07 de setembro de 2016.

IFPE - Instituto Federal de Pernambuco. Energia sustentável: Campus Pesqueira implanta usina fotovoltaica, 2016. Disponível em: http://www.ifpe.edu.br/imprensa/banco-de-pautas/energia-sustentavel-campus-pesqueira-implanta-usina-fotovoltaica. Acesso em: 07 de setembro de 2016.

IFPE - Instituto Federal de Pernambuco. IFPE - Pesqueira se torna centro de referência em energia solar, 2020. Disponível em: https://portal.ifpe.edu.br/campus/pesqueira/noticias/ifpe-pesqueira-se-torna-centro-de-referencia-em-energia-solar> Acesso em: 05 de outubro de 2020.

SASSERON L. H. Alfabetização Científica e documentos oficiais brasileiros: Um diálogo na estruturação do ensino da Física. In: CARVALHO, A. M. P., et al. Ensino de Física. São Paulo: Cengage Learning, 2010.

ALBAGLI, S. Divulgação científica: Informação científica para a cidadania? Revista Ciência da Informação, Brasília, v. 25, n. 3, p. 396-404, set./dez. 1996. Disponível em: http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/639.

MASSARANI, L. Comunicação da ciência e apropriação social da ciência: Algumas reflexões sobre o caso do Brasil, Uni-pluri/versidad, Colômbia, v. 12, n. 3, 2012. Disponível em: https://revistas.udea.edu.co/index.php/unip/article/view/15161.

ANDRADE, A. M. R.; CARDOSO, J. L. R. Aconteceu, virou manchete. Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 21, n. 41, p. 243-264. 2001.

ZANCAN, G. T. Educação científica: Uma prioridade nacional. São Paulo em Perspectiva, v. 14, n. 1, 2000. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0102-88392000000300002.

LIMA, A. G. B. B. S.; MARQUES, F. H. C.; CARVALHO, R. B. Projeto vida: Educação científica para estudantes do ensino fundamental anos iniciais. Brazilian Journal of Development, v. 5, n. 9, p. 16025-16035, sep. 2019. Disponível em: DOI:10.34117/bjdv5n9-165.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n11-158

Refbacks

  • There are currently no refbacks.