O ensino de zoologia e a pedagogia da alternância: Reflexões sobre a prática docente / The teaching of zoology and the pedagogy of alternance: Reflections on teaching practice

Letícia Coelho dos Santos, Lilian Boccardo

Abstract


Premissas atuais para o ensino de Ciências e Biologia indicam a necessidade de se discutir temas emergentes do contexto ambiental com o intuito de favorecer um ensino crítico e contextualizado aos problemas locais e universais. Assim, faz-se necessário incluir no currículo de Ciências da Educação do/no Campo temas como biodiversidade, poluição, comércio ilegal e abate de animais silvestres. A presente pesquisa teve como objetivo investigar como a Zoologia vem sendo ensinada na Escola Estadual Rural Taylor-Egídio (ERTE), escola do campo, nos princípios da Pedagogia da Alternância. Os resultados desta pesquisa mostram que o caráter antropocêntrico ainda está presente na prática docente dos professores de Ciências da ERTE reforçando as representações preconceituosas que costumamos ter sobre os animais. Diante das reflexões realizadas, a presente pesquisa visa contribuir com os “não saberes” de docentes das escolas campesinas. Saberes ainda não consolidados e sistematizados acerca do Ensino de Ciências e Zoologia na Educação do/no Campo.


Keywords


Educação do/no Campo, Pedagogia da Alternância, Ensino de Zoologia, Biodiversidade.

References


BARROS, Manuel Fábio Matos; BARBOSA, Maria José de Souza. A educação do campo na trajetória do campesinato no Sudeste Paraense. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 5, n. 12, p. 28605-28621 dec. 2019 ISSN 2525-8761.

BEGNAMI, João Batista. Experiência das Escolas Famílias Agrícolas – EFAS do Brasil. In: Pedagogia da Alternância: Formação em Alternância e Desenvolvimento Sustentável. Brasília: UNEFAB, 2002.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Parâmetros Curriculares Nacionais. Ciências Naturais /Secretaria de Educação Fundamental. – Brasília:

MEC/SEF, 1997.

CALDART, Roseli Salete. Pedagogia do Movimento Sem Terra: escola e mais do que escola. Rio de Janeiro: Vozes, 2003.

D’AMBROSIO, Ubiratan. Transdisciplinaridade. São Paulo: Palas Athena, 1997.

FERNANDES, Bernardo Mançano. Os campos da pesquisa em Educação do Campo: espaçoe território como categorias essenciais. In: MOLINA, Mônica Castagna. Educação do Campo e Pesquisa: questões para reflexão. Brasília/MDA, 2006.

FISHER, J. Scripture Animals or Natural History of the Living Creatures named in the Bible. Portland: William Hyde, 1834.

GIMONET, J. - C. (1999). Nascimento e desenvolvimento de um movimento educativo: As casas familiares rurais de educação e de alternância. In: UNEFAB, Pedago¬gia da Alternância – Alternância e Desenvolvimento. Salvador.

HODSON, M. J. Losing Hope? The Environmental Crisis Today. Anvil 29 (1), 7-23. DOI: 10.2478. 2013.

LÉVÊQUE, C. 1999. A biodiversidade. EDUSC, Bauru, Brasil, 246pp.

LEWINSOHN, T.M. A evolução do conceito de biodiversidade. Atualizado em 10/06/2001. http://www.comciencia.br acesso em 12/04/2015.

MORAES, Roque. Análise de conteúdo. Revista Educação, Porto Alegre, v. 22, n. 37, p. 7-32, 1999.

MORAES, Maria Cândida. O paradigma educacional emergente. Campinas:Papirus,1997.

OLABUENAGA, J. I. R.; ESPIZUA, M.A. La descodificación de la vida cotidianametodos de investigación cualitativa. Bilbao: Universidad de Deusto, 1989.

OLIVEIRA, Itamar Soares; Ensinando e Aprendendo Zoologia: Análise de uma prática pedagógica baseada na solução de problemas. Dissertação de Mestrado. Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. 2014.

PEREIRA, Sonilda Sampaio Santos. Educação campestre e pedagogia da alternância: possibilidades de uma educação formal integral na zona rural do município de Jaguaquara – Bahia. Práxis Educacional, v. 4, p. 145 – 166, 2008.

PRIMACK, Richard; RODRIGUES, Efraim. Biologia da Conservação. Londrina: E. Rodrigues, 2001.

QUEIROZ, João Batista de. Construção das Escolas Famílias Agrícolas no Brasil: ensino médio e educação profissional. 2004. Tese (Doutorado em Educação) Universidade de Brasília (UnB), Brasília, DF, 2004.

SALA, O. E.; Chapin III, F. S.; Armesto, J.J., et al. Global biodiversity scenarios for the year 2100. Science 287: 1770-1774, 2000.

SILVA, L. H. As Experiências de Formação de Jovens do Campo: Alternância ou Alternâncias? Viçosa: Ed. da UFV, 2003.

WILSON, Edward O. Diversidade da vida/Edward O. Wilson; tradução Carlos Afonso Malferrari. – São Paulo: Companhia das Letras, 2012.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n11-118

Refbacks

  • There are currently no refbacks.