Cinema e educação especial: diálogos sobre perspectivas de inclusão de deficientes intelectuais ao mundo do trabalho / Film and special education: dialogues on perspectives of inclusion of the intellectually disabled to the world of work

Karoline Gessiane Persegueiro, José Euzébio de Oliveira Souza Aragão

Abstract


O presente artigo discute a importância da utilização do cinema em uma escola de Educação Especial na perspectiva de contribuir para a inclusão de deficientes intelectuais no mundo do trabalho. Partimos dos pressupostos da Teoria das Inteligências Múltiplas, utilizada no projeto político pedagógico da escola pesquisada. A Teoria das Inteligências Múltiplas   enfatiza que todo ser humano pode apresentar mais de uma inteligência e desempenhar habilidades e desenvolver competências em diversas áreas do conhecimento. Acreditamos que o cinema pode contribuir para o desenvolvimento dessas inteligências. Pautados nesse princípio, destaca-se a importância do cineasta francês Alain Bergala que tem inspirado educadores, uma vez que discute possibilidades metodológicas para a utilização de filmes dentro da escola, que visam trabalhar o cinema como arte e como hipótese de alteridade. A partir dessas concepções, foram realizados encontros com um grupo de 14 alunos em uma escola de Educação Especial, exibindo filmes e realizando discussões.  Neste artigo abordaremos o segundo encontro, que discute a inclusão do deficiente intelectual no mundo do trabalho, por meio da discussão do filme “De porta em porta”, drama estadunidense de 2002. A partir dessa pesquisa qualitativa, utilizando pesquisa de campo, pesquisa bibliográfica e análise de conteúdo, podemos compreender as dificuldades que os alunos deficientes intelectuais enfrentam para serem inseridos ao mundo do trabalho e podemos identificar, por meio dos relatos, as importantes significações do trabalho para cada um deles. A maioria argumenta que gostaria de voltar a trabalhar A oportunidade de exibir filmes para promover estimulação de diálogos que possam contribuir para o desenvolvimento humano é uma estratégia interessante, inclusive discutir a inclusão de deficientes no mundo do trabalho.

 


Keywords


cinema; inclusão; trabalho.

References


BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BERGALA, A. A hipótese-cinema: Pequeno tratado de transmissão do cinema dentro e fora da escola. Rio de Janeiro: Booklink; CINEAD-LISE -FE/UFRJ, 2008.

GARDNER, H. Estruturas da mente: a Teoria das Múltiplas Inteligências. Porto Alegre: Artes Médicas, c1994. Publicado originalmente em inglês com o título: The frams of the mind: the Theory of Multiple Intelligences, em 1983.

HILGERT, A. Alteridade e experiência estética: o olhar, o outro e o cinema. Porto Alegre: UFRGS, 2014. (Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul).

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 2010. Disponível em: http://censo2010.ibge.gov.br/. Acesso em: 20 de set de 2017.

JANUZZI, G. A educação do deficiente no Brasil: dos primórdios ao início do século XXI. Campinas, 2004.

MADEIRA, E; CARVALHO, S. Paralisia Cerebral e fatores de risco ao desenvolvimento motor: uma revisão teórica. Cadernos de Pós-Graduação em distúrbios do Desenvolvimento, v.9, n.1, p.142-163, São Paulo, 2009. Disponível em: http://www.mackenzie.br/fileadmin/Graduacao/CCBS/PosGraduacao/Docs/Cadernos/C aderno_vol_8/2009.2Artigo_9_PARALISIA_CEREBRAL_E_FATORES_DE_RISCO_ AO_DESENVOLVIMENTO_MOTOR_UMA_REVIS__TE_ICA.pdf. Acesso em: 19 de set de 2017.

MARTA, T. Exclusão social X vida digna: direito ao trabalho das pessoas com deficiência, uma questão de princípios. Revista Argumenta, Jacarezinho - PR, n. 12, p. 75-98, fev. 2010. ISSN 2317-3882. Disponível em: Acesso em: 05 de set de 2017.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE (OMS). Relatório mundial sobre a deficiência, São Paulo, 1999. Disponível em: http://whqlibdoc.who.int/publications/2011/9788564047020_por.pdf. Acesso em: 10 de set de 2017.

ROCHA, A; AFONSO, D; MORAIS; R. Relação entre desempenho funcional de crianças com paralisia cerebral e qualidade de vida relacionada a saúde de seus cuidadores. Revista de Fisioterapia e Pesquisa, v.15, n.3, p 292-297, jul./set. São Paulo, 2008. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/fpusp/article/view/12047. Acesso em: 12 de fev. de 2016.

SCHACHTER, S. De porta em porta (Door to Door). Drama. Estados Unidos América: Warner Home Vídeo, 2002, 91 min.

SILVA, R. Cinema e Educação. São Paulo: Cortez, 2007.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n11-039

Refbacks

  • There are currently no refbacks.