Captação do coeficiente de atrito pneu/solo para veículos do tipo baja / Captation tire/road coefficient of friction for vehicle tipe baja

Bruna Ferreira Mello Reis, Gabriel Cosme Matos Silva, Luís Antônio de Paula Resende Ferreira, José Antônio da Silva

Abstract


O presente artigo tem o objetivo de captar o coeficiente de atrito pneu/solo para veículos tipo baja. Primeiramente apresenta-se uma breve introdução da associação SAE Brasil e da equipe Komiketo Baja UFSJ. O protótipo analisado para produção do artigo foi o KB08, esse que é o atual modelo da equipe, e foi projetado e construído para participar do programa estudantil Baja SAE Brasil.

Em virtude os estudantes realizam todos os cálculos e captações para o dimensionamento do veículo. Nesse contexto se encontra a captação do coeficiente, também relacionado para o setor de freios, já que seu valor interfere nos cálculos dinâmicos. Após a breve introdução apresentam-se os materiais e métodos utilizados para a captação. Uma das características para precisão de valores é que o sistema esteja em perfeito funcionamento, além da pesagem de forma correta. Realiza-se o teste aplicando uma força de tração que tende a puxar o veículo que deve estar com as rodas travadas. O mesmo é feito para dois tipos de solo: asfalto e terra. Fazem-se então três passagens, para cada terreno, e analisa a média entre os valores obtidos. Os dados são então comparados com os da bibliografia referenciada e chegam-se as conclusões finais.


Keywords


coeficiente de atrito, freios, dimensionamento, pneu/solo.

References


LEAL, L.M., da ROSA, E., NICOLAZZI, L.C. “Uma introdução a modelagem quase-estático de veículos automotores de rodas”. UFSC, Florianópolis, 2001.

GILLESPIE, T. D., Fundamentals of vehicle dynamics, Publicado por: Society of automotive engineers, Warrendale, PA, USA, 1992.

LIMPERT, R., Brake Design and Safety, SAE International, 1992.

(O QUE É A COLETA DE DADOS; Disponível em ;Acesso em: 10/07/2019) Lopes, R.T., “Determinação do coeficiente de atrito pneu/solo do veículo baja”. UFV, Viçosa, 2016.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n11-022

Refbacks

  • There are currently no refbacks.