Centro de distribuição: análise e melhoria de processos / Distribuition center: process analysis and improvement

Julierme Ítalo Garcia do Nascimento, Érico Diego da Silva dos Reis, Sandra de Sousa Xavier, Ana Flávia Rezende, Karla Luisa Costa Sabino

Abstract


Este artigo visa analisar e sugerir melhorias no processo de transferência de mercadorias de um Centro de Distribuição (CD) pertencente a uma rede de supermercados situada em uma cidade do interior de Minas Gerais. Com esse propósito, foram revisados conceitos de Gestão por Processos e Operações em Centros de Distribuição. A metodologia utilizada para embasar o estudo foi descritiva e qualitativa, através da abordagem de Estudo de Caso, contando com a Revisão Bibliográfica e Levantamento de Informações relevantes. As melhorias propostas têm como objetivo tornar os processos mais fluídos, buscando padronizar e formalizar os procedimentos adotados. Os resultados apresentados evidenciam a importância da Gestão por Processos, visando à eficiência da transferência de produtos de forma a atender as expectativas dos clientes. 


Keywords


Centro de Distribuição; Gestão por Processos; Mapeamento; Fluxograma; Indicadores de Desempenho

References


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 14724: Informação e Documentação - Trabalhos acadêmicos - Apresentação. Rio de Janeiro: ABNT, 2001.

ARAÚJO, L. C. G. de. Organização, Sistemas e Métodos e as tecnologias de gestão organizacional. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

ABRALOG. Associação Brasileira de Logística. Disponível em: . Acesso em: 21 nov. 2016.

BIAZZO, S., Approaches to business processanalysis: a review. Business Process Management Journal, Vol.6 N°2, 2000, pp.99-112.

BOWERSOX, D. J.; CLOSS, D. J. Logística empresarial: o processo de integração da cadeia de suprimentos. São Paulo: Atlas, 2001.

BOWERSOX, D. J.; CLOSS, D. J.; COOPER, M. B. Supply Chain Logistics Management. 2a Edição. ed. Nova York: McGraw-Hill, 2007.

BUCKLEY, P. J.; PASS, C. L.; PRESCOTT, K. Measures of international competitiveness: a critical survey. Journal of Marketing Management, v. 4, n. 2, p. 175-200, 1988.

CAPOTE, G. (2011) “Guia para Formação de Analistas de Processos – BPM”, 1ª edição, Rio de Janeiro, 2011, 328p.

CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A.; SILVA, R. da.Metodologia científica. 6. ed. São Paulo: Pearson, 2007.

CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de Pessoas. 3Ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

COELHO, Leandro C. Indicadores de desempenho para o setor de movimentação e armazenagem. Postado em 6 de abril de 2011. Disponível em:. Acesso em 2 de jul de 2017.

CORRÊA, H. L.; CORRÊA, C. A. Administração de produção e operações: manufatura e serviços: uma abordagem estratégica. 2ª ed. São Paulo: Atlas, 2009.

DEHORATIUS, N. & RAMAN, A. Inventory record inaccuracy: An emprical analysis. Working Paper, University of Chicago, Graduate School of Business. Supply Operations, 2004.

FITZSIMONNS, J. A.; FITZSIMMONS, M. J. Administração de serviços: operações, estratégia e tecnologia da informação. 4. ed. Porto Alegre, Bookman, 2005.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5 ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GONÇALVES, J. E. L. Processo, que processo? Revista de Administração de Empresas, vol. 40, nº 4, p. 8-19, 2000.

GURGEL,F.doA. Logística Industrial. Floriano do Amaral Gurgel. São Paulo: Atlas,2000.

HAMMER, M.; CHAMPY, J. Reengenharia: revolucionando a empresa em função dos clientes, da concorrência e das grandes mudanças da gerência. 29. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1994.

HARRINGTON, H. James, “Aperfeiçoando Processos Empresariais: Estratégia Revolucionária para o aperfeiçoamento da qualidade, da produtividade e da competitividade”, Makron Books, 1993.

HUNT, V. D. ProcessMapping: HowtoReengineeryour Business Process. John Wiley& Sons, New York, 1996.

JOHANSSON, H. J., "Processos de negócios: Como criar sinergia entre a estratégia de mercado e a excelência operacional", Pioneira, 1995.

JOHNSTON, R.; CLARK, G. Administração de operações de serviço. Tradução de Ailton Bomfim Brandão. São Paulo: Atlas, 2002. revisão técnica: Henrique Luiz Corrêa.

JURAN, J. M. Planejando para a qualidade. São Paulo: Pioneira, 1992.

KAYDOS, W. Measuring, managing and maximizing performance. Portland: Productivity Press, 1991.

LACERDA, L.Armazenagem estratégica: analisando novos conceitos. Centro de Estudos em Logística (CEL), COPPEAD/UFRJ, 2000.

LAURINDO, F. J. B.; ROTONDARO, R. G. (Coord.). Gestão Integrada de Processos e da Tecnologia da Informação. São Paulo: Atlas, 2011.

LIMA, M.P.Armazenagem: considerações sobre a atividade de picking. Centro de Estudos em Logística (CEL), COPPEAD/UFRJ, 2002.

MALTA, C. R. C. RFID: Aplicações e novas tecnologias. Estudo de caso: HP. Disponível em: http://fateczl.edu.br/TCC/2009-2/tcc-216.pdf. Acesso em: 10 nov. 2016.

MARCONI, M. de A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de metodologia científica. 7ª ed. São Paulo: Atlas, 2010.

MARTINS; LAUGENI. Administração da Produção. São Paulo. Saraiva. 2005.

MOREIRA, D. A. Administração da produção e operações. 2. ed. rev. e ampl. São Paulo: Cengage Learning, 2008.

MOURA, R. A. Administração de Armazéns. Instituto IMAM, 2000.

MUTHER, R. Planejamento do Layout: Sistema SLP. São Paulo: Edgard Blücher, 1978.

ÑAURI, M. H. C. As medidas de desempenho como base para a melhoria contínua de processos: o caso da Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão Universitária (FAPEU). 1998. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, UFSC, Florianópolis.

NETTO, C. A. Proposta de modelo de mapeamento e gestão por macroprocessos. 2004. 146 p. Tese (Doutorado em Engenharia) – Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.

OLIVEIRA, D. P. R. de. Administração de processos. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

PAIM, R.Engenharia de Processos: análise do referencial teórico-conceitual, instrumentos, aplicações e casos. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – UFRJ/COPPE – Programa de Pós-graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2002.

PAIM, R. et. al. Gestão de Processos: pensar, agir e aprender. Porto Alegre: Bookman, 2009.

PISKE, F.B. A influência do arranjo físico nos desperdícios de uma fábrica de máquinas para implementos agrícolas. Trabalho de Conclusão de Curso – Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, EESC/USP, 2008.

PEINADO, J.; GRAEML, A. R. Administração da produção: operações industriais e de serviços. Curitiba, Unicenp, 2007.

PORTER, M. E. O que é estratégia? In: ______. Competição - on competition: estratégias competitivas essenciais. Rio de Janeiro: Campus, 1999.

RODRIGUES, G. G.; PIZZOLATO, N. D. Centro de Distribuição: armazenagem estratégica. XXIII Encontro Nac. de Eng. de Produção – Ouro Preto, MG, Brasil, 21 a 24 de Out. de 2003.

SALERNO, M. S. Projeto de organizações integradas e flexíveis: processos, grupos e gestão democrática via espaços de comunicação-negociação. São Paulo: Editora Atlas, 1999.

SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. 23. ed. rev. e atual. São Paulo: Cortez, 2007.

SIMCHI-LEVI, D.; SIMCHI-LEVI, E.; KAMINSKY, P. Cadeia de suprimento - projeto e gestão. Porto Alegre: Bookman, 2003.

SLACK, N.; CHAMBERS, S.; HARLAND, C.; HARRISON, A.; JOHNSTON, R. Administração da produção. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

ULMER, J.; BELAUD, J.; LE LANN, J. Towards a pivotal-based approach for business processalignment. International Journal of Computer Integrated Manufacturing, v.24, p. 11, 2011.

VERGARA, S. C. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 9 ed. São Paulo: Atlas, 2007.

VIANA, João José. Administração de Materiais: um enfoque prático. São Paulo: Atlas, 2002.

VIEIRA, D. Projetos de centro de distribuição: fundamentos, metodologia e pratica para a moderna cadeia de suprimento/ Darli Rodrigues Vieira, Michel Roux- Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv4n4-192

Refbacks

  • There are currently no refbacks.