Abdome agudo de origem ginecológica em paciente gestante: relato de caso/ Abdome agudo de origem ginecológica em paciente gestant: case report

Lara Maria Souza Marcondes Colognesi, Samir Rafic de Campos Hussein, João Carlos Bizinotto Leal de Lima, Amanda Oliva Spaziani, Adonai Patrick de Oliveira Gabriel, Gabriel Maia Santos, Osny Renato Martins Luz, Morisa Martins Leão Carvalho

Abstract


A dor abdominal aguda é quase sempre um sintoma de doença intra-abdominal. Pode ser a única indicação de necessidade de intervenção cirúrgica. O abdome agudo ginecológico é caracterizado como uma dor ou insulto abdominal, de origem no aparelho reprodutor feminino, podendo causar peritonite e até mesmo quadro de choque. Considerando a importância do tema, esse trabalho visa relatar um caso de abdome agudo em paciente gestante. Paciente do sexo feminino, 38 anos, em sua segunda gestação, com um parto cesáreo e nenhum aborto. Com 13 semanas gestacionais e 6 dias. Refere dor em fossa ilíaca direita, de forte intensidade, constante, sem fatores de melhora ou piora e sem irradiação em fossa ilíaca direita. Durante o exame abdominal constatou-se presença de cicatriz tipo pfannenstiel, ruídos hidroaereos presentes e dentro dos padrões de normalidade, dor a palpação superficial e profunda de fossa ilíaca direita, além de massa palpável em fossa ilíaca direita. BCF: 135 bpm. Devido a quadro álgico foi realizado USG transvaginal que constatou torção de ovário direito. Foi submetida a ooferectomia, a qual evidenciou ovario torcido. A torção ovariana representa a rotação parcial ou total do pedículo vascular ovariano, com a promoção de estase circulatória, inicialmente venosa, e que se torna arterial com a progressão da torção e do edema resultante, gangrena e necrose hemorrágica, com o risco de lesões ovarianas irreversíveis.


Keywords


abdome agudo, abdome agudo ginecológico, abdome agudo em gestante.

References


- DE OLIVEIRA, Marco Aurelio; MELKI, Luiz Augusto; TAVARES, Rita de Cássia. Abdome agudo ginecológico. Revista Hospital Universitário Pedro Ernesto, [S.l.], v. 8, n. 1, abr. 2014. ISSN 1983-2567. Disponível em: . Acesso em: 19 jan. 2020.

- FEITOSA JÚNIOR, Valdenor Neves. Abordagem do abdome agudo ginecológico. Revista Hospital Geral, ago. 2018. Disponível em: . Acervo em: 20 jan. 2020.

- RODRIGUES, Antônio Flávio; OLIVEIRA, Bruno Emanuel Carvalho; GUIMARÃES, Felipe Ferreira. Torção ovariana. Revista Medicina Minas Gerais, 2010; 20(2 Supl 1): S78-S81. Disponível em: . Acesso em: 20 de jan. 2020.

- FEBRONIO, E.M; NUNES, T. F; CARDIA, P.P; D’IPPOLITO, G. Torção ovariana: ensaio iconográfico com enfoque em achados de ressonância magnética e tomografia computadorizada. Radiol Bras, Jul/Ago. 2012. 45(4):225–229. Disponível em: . Acesso em: 23 jan. 2020.

- PELLICCIARI; ROSA,Caroline, et al. Abdome agudo ginecológico em paciente adolescente. Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba, v. 15, n. 1, p. 202-205, 2013. Disponível em . Acesso em: 10 abr. 2020.

- VASCONCELOS, Nádia B.; MARTINS, Wellington P. Importância da ecografia no diagnóstico de massas anexiais na gestação. Experts in Ultrasound: Reviews and Perspectives, Set. 2010. Disponível em: . Acesso em: 10 abr. 2020.

- CORREA NETO, Isaac José Felippe et al . Perforated acute abdomen in a patient with COVID-19: an atypical manifestation of the disease. J. Coloproctol. (Rio J.), Rio de Janeiro , v. 40, n. 3, p. 269-272, Sept. 2020 . Available from . access on 02 Sept. 2020. Epub Aug 14, 2020. https://doi.org/10.1016/j.jcol.2020.05.011.

- GOMES, Matheus Menezes et al . Twist and shout: magnetic resonance imaging findings in ovarian torsion. Radiol Bras, São Paulo , v. 52, n. 6, p. 397-402, Dec. 2019 . Available from . access on 02 Sept. 2020. Epub Oct 28, 2019. https://doi.org/10.1590/0100-3984.2018.0079.

- GONCALVES, Inês Sarmento et al . Oophoropexy to the Round Ligament after Recurrent Adnexal Torsion. Rev. Bras. Ginecol. Obstet., Rio de Janeiro , v. 40, n. 11, p. 726-730, Nov. 2018 . Available from . access on 02 Sept. 2020. https://doi.org/10.1055/s-0038-1673426.

- GONCALVES, Inês Sarmento et al . Oophoropexy to the Round Ligament after Recurrent Adnexal Torsion. Rev. Bras. Ginecol. Obstet., Rio de Janeiro , v. 40, n. 11, p. 726-730, Nov. 2018 . Available from . access on 02 Sept. 2020. https://doi.org/10.1055/s-0038-1673426.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n10-725

Refbacks

  • There are currently no refbacks.