A formação continuada dos professores de filosofia para o desenvolvimento uma postura crítico reflexiva / The continued formation of philosophy teachers for development a reflective critical posture

Caroliny Santos Lima, Ana Paula Bacelar de Lira, George Ribeiro Costa Homem, Natalia Ribeiro Ferreira, Antonio de Assis Cruz Nunes

Abstract


O presente texto aborda a relevância da Formação Continuada dos professores de Filosofia refletindo sobre o desenvolvimento de uma postura crítico reflexiva para a sua ação docente. O estudo enfatiza a formação profissional necessária à realização do trabalho pautada em uma concepção voltada para a reflexão sobre a prática e na prática, almejando mudanças no perfil do docente inserido em sala de aula. É demonstrado que por meio da reflexão e do pensamento crítico tem-se a capacidade de analisar a real situação da prática e da reflexão do docente dos impactos nos discentes, visando nesse movimento proporcionar conhecimentos significativos. Nesse sentindo, a pesquisa buscou analisar a relevância da formação continuada que favoreça o aprimoramento da prática educativa direcionada a Filosofia, no intuito de desenvolver um trabalho educativo com mais consistência teórica e metodológica para fortalecer a postura crítico-reflexiva. A pesquisa é bibliográfica. A sustentação bibliográfica se deu, principalmente das seguintes fontes: Imbernón (2011), que fala da formação permanente, Tardif (2002), aborda os saberes necessários ao profissional da educação, Barbosa (2003), que discute sobre a formação de educadores, Pimenta (2003), discorre sobre a formação em serviço, dentre outros. Da filosofia discorremos com Chauí (1995), pondera sobre a concepção de Filosofia, Deleuze e Guattari (1992), também discutem sobre o que é Filosofia, dentre outros. A pesquisa conclui que a formação continuada é um dos elementos primordiais para o desenvolvimento do perfil do profissional, transformando as ações do professor não reflexivo em ações crítico reflexivas e por consequência a melhoria dessa prática através da reflexão.


Keywords


Formação Continuada, Filosofia, Pensamento crítico, Prática docente.

References


ALARCÃO, I. Professores reflexivos em uma escola reflexiva. São Paulo: Cortez, 2003.

ARANHA, Maria Lúcia de Arruda. MARTINS, Maria Helena, Pires. Filosofando: introdução à filosofia. São Paulo: Moderna, 2015.

BARBOSA, Raquel Lazzari Leite (org). Formação de educadores: desafios e perspectivas. – São Paulo, SP: Editora UNESP, 2003. Severino, p. 83 – 88; Filho e Alves, p.280-290; Almeida, p. 367 – 373.

________________________. Trajetórias e perspectivas da formação de educadores. São Paulo: Editora UNESP, 2004.

BRASIL. Lei nº 9.394 das diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF. 20 de dezembro de 1996.

CANDAU, Vera Maria. Magistério: Construção cotidiana. – Petrópolis, RJ: Vozes, 1997. Nascimento, 1996.

______________. Formação continuada de professores: tendências atuais. In: CANDAU, V. M. (Org.). Magistério: construção cotidiana. Petrópolis: Vozes,

, p.51-68.

CHAUÍ, Marilena. Convite à Filosofia. São Paulo: Ática, 1995.

CHIMENTÃO, Lilian Kemmer. O significado da formação continuada docente. Disponível em: Acesso em: 10 de dezembro de 2017.

DELEUZE, Gilles. GUATTARI, Félix. O que é a Filosofia? Trad. Bento Prado Jr. e Alberto Alonzo Muñoz. Rio de Janeiro: Ed.34, 1992.

GATTI, B. A. Formação do professor pesquisador para o ensino superior: desafios. In:IV Congresso Paulista de Formação de Professores. Águas de Lindóia, 2003.

GÓMEZ, A. P. Formar Professores como Profissionais Reflexivos. In: NÓVOA, A. (Coord.). Os Professores e a sua Formação. Lisboa: Publicações Dom Quixote; Instituto de Inovação Educacional, 1995.

PERRENOUD, P. A pratica reflexiva no ofício do professor: profissionalização e razão pedagógica. Porto Alegre: Artmed, 2002.

LIPMAN, Matthew. Filosofia para Crianças: a tentativa pioneira de Matthew Lipman. Rio de Janeiro, Rj: Vozes, 1998.

PIMENTA, Selma Garrido. Professor reflexivo: construindo uma crítica. In: PIMENTA, Selma Garrido; GHEDIN, Evandro (Org). Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. São Paulo: Cortez, 2002.

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional: forma‐se para a mudança e a incerteza. 9. ed. v. 14. São Paulo: Cortez, 2011.

SCHON, D. Educando o profissional reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SEVERINO, A. J. Preparação técnica e formação ético-política dos professores. In: BARBOSA, R. L. (Org.). Formação de educadores: desafios e perspectivas. São Paulo: UNESP, 2003. p. 71-89.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 4ª Ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2002.

TARDIF, M.; LESSARD, C. A carga do trabalho dos professores. In: O trabalho docente- elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. Petropólis: Vozes, p.111-164, 2005

TORRE, Saturnino de La; BARRIOS, Oscar (Orgs). Curso de formação para educadores. São Paulo, SP: Masdras, 2002.

WACHOWICS, Lilia Anna. Educação, epistemologia e didática. In ROSA, D. E. G.; SOUZA, V. Camilo de; FELDMAN, D. (et. al.) Didáticas e práticas de ensino: interfaces com diferentes saberes e lugares formativos. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n10-721

Refbacks

  • There are currently no refbacks.