Validação da curva de calibração (linearidade e homocedasticidade) do -pineno por cromatografia em fase gasosa com detecção por ionização em chama (CG-DIC) no óleo essencial de Schinus Terebenthifolius Raddi / Validation of the calibration curve (linearity and homocedasticity) of -pinene by gas chromatography with flame ionization detection (CG-DIC) in the essential oil of Schinus Terebenthifolius Raddi

Gleice Carolina Santos Cruz, Francielle Daiane Lopes Luna, Rafaella Cruz De Azevedo Silva, Adélia Mara Belem Lima, Marcelo Raul Romero Tappin, Glaucio Diré Feliciano, Alaide De Sá Barreto

Abstract


A espécie Schinus terebenthifolius Raddi. (Aroeira) é bastante conhecida por apresentar diversas atividades biológicas. Alguns autores descrevem que o a- pineno é o componente majoritário presente no óleo essencial dos frutos de S. terebenthifolius. Apesar da importância econômica e biológica do a- pineno verificamos na literatura a ausência de métodos analíticos que validem intralaboratorial, sob diferentes condições, em um intervalo de tempo justificado a função de calibração. Este trabalho teve como objetivo avaliação de linearidade e homocedasticidade através da preparação de três curvas de calibração em três dias distintos afim de verificar possíveis diferenças de comportamento linear do a-pineno, do óleo essencial de S. terebenthifollius, com variação diária da análise, um dos requisitos mínimos para a validação de métodos analíticos. Verificamos que porcentagem do α-pineno presente neste óleo essencial foi de 25,4 % ± 0,7. O teste de Levene indicou homogeneidade duvidosa dos dados do segundo dia e variâncias constantes no primeiro e terceiro dia de análise. A distribuição de probabilidade apresentou-se normal somente para o primeiro dia de avaliação. A regressão se mostrou significativa para os três dias de avaliação. Verificamos também que a linearidade foi comprovada na faixa de concentração avaliada, porém através do modelo linear obtido pelo MMQP. Concluímos que para cada dia de avaliação do óleo essencial deve-se preparar uma curva de calibração para quantificação do a- pineno, devido a significância estatística do intercepto em um dos três dias de avaliação.

 

 


Keywords


Schinus terebenthifoli, Óleo essencial, CG/DIC, α-pineno, validação.

References


ABRAHIM, D., FRANCISCHINI, A.C., PERGO, E.M., KELMER-BRACHT, A.M., ISHIIIWAMOTO, E.L. Effects of α-pinene on the mitochondrial respiration of maize seedlings. Plant Physiology and Biochemistry, v. 41, p. 985-991, 2003.

ADAMS, R.P. Identification of Essential Oil Components by Gas Chromatography/ Quadrupole Mass Spectroscopy. USA: Allured Publishing Corporation, 2001.

ALMEIDA, A. de, ELIAN, S., NOBRE, J. Modificações e alternativas aos testes de Levene e de Brown e Forsythe para igualdade de variâncias e médias. Revista Colombiana de Estadística, v.31, n.2, p. 241-260, 2008.

ARAUJO, R.C. Óleos essenciais de plantas brasileiras como manipuladores de fermentação ruminal in vitro. 2010. 178 f. Tese (Doutorado em Ciência Animal e Pastagens). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz. Piracicaba, 2010. Versões impressas e eletrônica.

BARBOSA, L.C.A., DEMUNER, A.J., CLEMENTE, A.D., PAULA, V.F., ISMAILI, F.M.D. Seasonal variation in the composition of volatile oils from Schinus terebinthifolius Raddi. Química Nova, v. 30, n.8, p. 1959-1965, 2007.

BIALOSKORSKI NETO, S. Agronegócio cooperativo. In: BATALHA, M. O. (Coord.). Gestão agroindustrial. São Paulo: Atlas, 2009.

BIZZO, H. R.; HOVELL, A. M. C.; REZENDE, C. M. Óleos essenciais no Brasil: aspectos gerais, desenvolvimento e perspectivas. Química Nova, v. 32, n. 3, p. 588-594, 2009.

BRASIL, Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. Manual de garantia da qualidade analítica: áreas de identidade e qualidade de alimentos e de insumos / Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. Secretaria de Defesa Agropecuária. Brasília: MAPA/ACS, 2015.

BRASIL. Resolução de Diretoria Colegiada (RDC) nº 166, de 24 de julho de 2017. Dispõe sobre a validação de métodos analíticos e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, n. 141, 2017.

BROWN, M.B., FORSYTHE, A B. Robust Tests for the Equality of Variances. Journal of the American Statistical Association, v.69, p. 364–367, 1974a.

BROWN, M.B., FORSYTHE, A.B. The Small Sample Behavior of Some Statistics which Test the Equality of Several Means. Technometrics, v.16, p. 129-132, 1974b.

BUSSAB, W., MORETTIN, P.A. Estatística Básica, 5a. Edição, São Paulo: Editora Saraiva, 2003.

CHANG, H.J., KIM, H.J., CHUN, H.S. Quantitative structure−activity relationship (QSAR) for neuroprotective activity of terpenoids. Life Sciences, v. 80, p. 835-841, 2007.

CHOWDHURY, A.R.; TRIPANI, S. 2001. Essential oil from leaves of Schinus terebinthifolius Raddi. Ind. Perfumer, 45, 257-259.

CLEMENTE, A.D. Composição química e atividade biológica do óleo essencial da pimenta-rosa (Schinus terebinthifolius Raddi). 2006, 63 f. Tese (Tese de doutorado), Universidade Federal de Viçosa (UFV), Viçosa, 2006. Versões impressas e eletrônica.

COLE, E.R., DOS SANTOS, R.B., LACERDA JÚNIOR, V., MARTINS, J.D.L., GRECO, S.J., CUNHA NETO, A. Chemical composition of essential oil from ripe fruit of Schinus terebinthifolius Raddi and evaluation of its activity against wild strains of hospital origin. Brazilian Journal of Microbiology, v.45, n.3, p. 821-828, 2014.

COUTINHO, I.H.I.L.S.; TORRES, O.J.M.; MATIAS, J.E.F.; COELHO, J.C.U.; SAHLKE, JUNIOR, H.J.; AGULHAM, M.A.; BACHLE, Ê.; CAMARGO, P.A.M.; PIMENTEL, S.K.; FREITAS, A.C.T. Efeito do extrato hidroálcoólico de Aroeira (Schinus terebenthifolius raddi) na cicatrização de anas, tomosescolônicas. Estudo experimental em ratos. Acta Cirúrgica Brasileira, v. 21, n.3, 2006.

COWAN, M.M. Plant products as antimicrobial agents. Clinical Microbiology Review, v. 12, p. 564-582, 1999.

DEGÁSPARI, C.H., WASZCZYNSKYJ, N., PRADO, N.R.M. Atividade Antimicrobiana de Schinus terebenthifolius Raddi. Ciência e Agrotecnologia, v.29, n.3, p. 617-622, 2005.

DOS SANTOS, A.C.A., ROSSATO, M., AGOSTINI, F., DOS SANTOS, P.L.; SEREFINI, L.A.; MOYNA, P., DELLACASSA, E., Avaliação química mensal de três exemplares de Schinus terebinthifolius Raddi. Revista Brasileira de Biociências, v. 5, supl. 2, p. 1011-1013, 2007.

FRANZ, C.M. Essential oil research: past, present and future. Flavour Fragrance Journal, v. 25, p. 112-113, 2010.

GEHRKE, I.T.S. Estudo Químico e Biológico das espécies Schinus tentiscifolius, Schinus terebenthifolius, Schinus molle e Schinus polygamus (Anacardiaceae) do RS. 2012, 184 f. Tese (Tese de doutorado), Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, 2012, Versões impressas e eletrônica.

GOMES, L.J., SILVA-MANN, R., DE MATTOS, P.P., RABBANI, A.R.C. Pensando a biodiversidade: aroeira (Schinus terebinthifolius Raddi.). São Cristóvão: Editora UFS, 2013.

ICH Q2(R1), Validation of Analytical Procedures: Text and Methodology. Switzerland, November 2005. Disponível em: https://www.gmp-compliance.org/guidemgr/files/Q2(R1).pdf. Acesso: 28 de setembro de 2020.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE/ SIDRA, Pesquisa Industrial Anual - Sistema IBGE de Recuperação de Dados Automática. 2020. Disponível em: https://sidra.ibge.gov.br/home/pimpfbr/brasil. Acesso: 2 de outubro de 2020.

KHOSHNAZAR, M., PARVARDEH, S., BIGDELI, M.R. Alpha-pinene exerts neuroprotective effects via anti-inflammatory and anti-apoptotic mechanisms in a rat model of focal cerebral ischemia-reperfusion. Journal of Stroke and Cerebrovascular Diseases, v.29, n.8, p. 1049772020, 2020.

KIM, D.S., LEE, H.J., JEON, Y.-D., HAN, Y.H., KEE, J.Y., KIM, H.J., SHIN, H.J., KANG, J.W., LEE, B.S., KIM, S.H., KIM, S.J., PARK, S.H., CHOI, B.M., PARK, S.J., UM, J.Y. Alpha-Pinene Exhibits Anti-Inflammatory Activity Through the Suppression of MAPKs and the NF-κB Pathway in Mouse Peritoneal Macrophages. The American Journal of Chinese Medicine, v.43, n.04, p. 731–742, 2015.

LEITE, F. Validação em Análise Química, 4a ed., Campinas: Editora Átomo, 2002.

LEVENE, H. In Contributions to Probability and Statistics, OLKIN, I., GHURYE, S.G., HOEFFDING, W., MADOW, W.G., MANN, H.B. eds.; Stanford University Press: Stanford, 1960.

MACIEL, M.A.M., PINTO, A.C., VEIGA-JUNIOR, V.F. Plantas medicinais: a necessidade de estudos multidisciplinares. Química Nova, v. 25, n. 3, p. 429-438, 2002.

MATSUO, A.L., FIGUEIREDO, C.R., ARRUDA, D.C., PEREIRA, F.V., SCUTTI, J.A.B., MASSAOKA, M.H., TRAVASSOS, L.R., SARTORELLI, P., LAGO, J.H.G. Alpha-Pinene isolated from Schinus terebinthifolius Raddi (Anacardiaceae) induces apoptosis and confersanti metastatic protection in a melanoma model. Biochemical and Biophysical Research Communications, v. 411, n.2, p. 449–454, 2011.

PAWLOWSKI, U., KALTCHUK-SANTOS, E., ZINI, E.B., SOARES, G.L.G. Óleos essenciais de Schinus terebinthifolius e S. molle (Anacardiaceae): indutores mitodepressivos e aneugênicos em meristemas de raiz de cebola e alface. South African Journal of Botany, v,80, p. 96-103, 2012.

RIBANI, M., BOTTOLI, C.B.G., COLLINS, C.H.; JARDIM, I.C.S.F., MELO, L.F.C. Validação em Métodos Cromatográficos e Eletroforéticos. Química Nova, v.27, n.5, p. 771-780, 2004.

ROYSTON, J. B. Some techniques for assessing multivariate based on the Shapiro-Wilk W. Applied Statistics, v.32, n.2, p. 121-133, 1983.

SANGWAN, N.S., FAROOQI, A.H.A., SHABIH, F., SANGWAN, R.S. Regulation of essential oil production in plants. Plant Growth Regulation, v.34, n.1, p. 3-21, 2001.

SARTORELLI, P.S., JEFFERSON, S., GUADAGNIN, R.C., LAGO, J.H.G., PINTO, É.G., TEMPONE, A.G., STEFANI, H.A., SOARES, M.G., SILVA, ADALBERTO, M. DA. Avaliação in vitro de tripanocida de derivados de pinano de óleos essenciais de frutas maduras de Schinus terebinthifolius Raddi (Anacardiaceae). Química Nova, v.35, n.4, p. 743-747, 2012.

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS- SEBRAE. Como montar uma fábrica de óleos essenciais. Brasil. Disponível em: https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ideias/como-montar-uma-fabrica-de-oleos-naturais-e-essencias,c2387a51b9105410VgnVCM1000003b74010aRCRD . Acesso em: 28 de setembro de 2020.

SILVA, A.B., SILVA, T.; FRANCO, E.S.; RABELO, S.S.; LIMA, E.R.; MOTA, R.A.; CÂMARA, C.A.G.; PONTES-FILHO, N.T.; LIMA-FILHO, J.V. Antibacterial activity, chemical composition, and cytotoxicity of leaf’s essential oil from Brazilian pepper tree (Schinus terebinthifolius, Raddi.). Brazilian Journal of Microbiology, v.41, n.1, p.158-163, 2010.

SILVA, M., PESSOTTI, B.M. de S., ZANINI, S.F., COLNAGO, G.L., NUNES, L.C., RODRIGUES, M.R.A., FERREIRA, L. Uso de óleo de aroeira-vermelha sobre o desempenho e a morfometria intestinal de frangos de corte. Ciência Rural, v.40, n.10, p. 2151-2156, 2010.

SILVA, M.A., PESSOTI, B.M. de S.; ZANINI, S.F.; COLNAGO, G.L.; NUNES, L.C., RODRIGUES, M.R.A., FERREIRA, L. Óleo essencial de aroeira-vermelha como aditivo na ração de frangos de corte. Ciência Rural, v.41, n.4, p. 676-681, 2011.

SINGH, A.K., SINGH, J., GUPTA, K.C., BROPHY, J.J. Essential oil of leaves and inflorescence of Schinus terebinthifolius: an exotic plant of India. Journal of Essential Oil Research, v.10, n.6, p. 697-699, 1998.

SOUZA, S.V.C., JUNQUEIRA, R.G. A procedure to assess linearity by ordinary least squares method. Analytica Chimica Acta, v.552, p. 25-35, 2005.

SOUZA, S.V.C., LIMA, J.A., TEODORO, J.C., JUNQUEIRA, R.G. Validação intralaboratorial de método quantitativo para determinação múltipla de resíduos de avermectinas em leite bovino por cromatografia líquida de alta eficiência com detecção de fluorescência. Food Science and Technology, v.27, n.4, p. 823-836, 2007.

THOMPSON, M., ELLISON, S.L.R., WOOD, R. Harmonized guidelines for a single-laboratory validation of methods of analysis. Pure Applied Chemistry, v.74, p. 835-855, 2002.

VIEGAS, M.C., BASSOLI, D.G. Utilização do Índice de Retenção Linear para Caracterização de Compostos Voláteis em Café Solúvel utilizando GC-MS e Coluna HP-INNOWAX. Química Nova, v.30, n.8, p. 2031-2034, 2007.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n10-656

Refbacks

  • There are currently no refbacks.