Atividades pedagógicas com licenciandos em química sobre os impactos ambientais do desastre de Mariana (MG) / Pedagogical activities with undergraduate students in chemistry on the environmental impacts of the disaster of Mariana (MG)

Amanda Guedes Gimenes Rodrigues, Priscila Tamiasso- Martinhon, Angela Sanches Rocha, Célia Sousa

Abstract


Um dos piores acidentes ocasionados por atividades mineradoras no Brasil ocorreu em 2015, ocasionado pelo rompimento da barragem de rejeitos da Samarco Mineração S.A., no município de Mariana, em Minas Gerais, estado do Brasil. Esta tragédia provocou uma enxurrada de lama, deixando um rastro de destruição à medida que avançou pelo Rio Doce. Várias pessoas ficaram desabrigadas, sem contar aqueles que perderam a vida na tragédia. Além disso, diversos impactos ambientais foram ocasionados, impactos esses que podem ser considerados como incalculáveis em relação às perdas causadas ao meio ambiente, sendo muitos, provavelmente, irreversíveis. Este relevante acidente ambiental foi o tema selecionado para nortear uma investigação e discussão em aulas de uma disciplina do curso de licenciatura em Química na modalidade semipresencial da UFRJ. A atividade pedagógica incluiu a pesquisa e apresentação dos resultados por parte dos alunos sobre essa temática ambiental, sob a lente dos efeitos químicos causados. Estes momentos foram importantes por estimular nos alunos a capacidade para realizar uma pesquisa em um tópico específico e propiciar um momento de discussão e reflexão sobre um assunto tão relevante para a sociedade moderna, o desastre ocorrido em Mariana. Este tipo de atividade contribui para a formação do cidadão consciente e ativo, que enxerga sua responsabilidade com o meio ambiente, principalmente se tratando de futuros docentes, que podem atuar como multiplicadores destes debates em sua atuação profissional futura.

Keywords


Tragédia Ambiental, Rompimento de Barragem, Samarco, Vale do Rio Doce, Ensino de Química.

References


BERNI, F. C.; OLIVEIRA, N. D.; SANTOS, G. L. F.; Eu quero que você olhe para lá: a agenda midiática criada na cobertura dos crimes de Mariana e Paris pelo Fantástico. In: CONGRESSO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO NA REGIÃO SUL, XVIII., 2017, Caxias do Sul. Anais... INTERCOM: Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação. Caxias do Sul, 2017.

COELHO, R. M. P. Existe governança das águas no Brasil? Estudo de caso: O rompimento da Barragem de Fundão, Mariana (MG). In: Arquivos do Museu de História Natural e Jardim Botânico, v. 24, n. 1, 2015.

DE OLIVEIRA, A. A. Riscos tecnológicos ambientais: análise da vulnerabilidade populacional na área urbana da cidade de Manaus – AM. 2017. 96f. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente), Universidade Federal do Amazonas, Manaus.

DE SOUZA, D. Q. Conflito de competência cível no caso Samarco. 2016. 34f. TCC (Curso de Graduação em Direito), Instituto Brasiliense de Direito Público, Brasília.

FABRE, V. V.; SCHEEFFER, F.; DALLABONA, L. B.; KROETZ, M. Análise dos gastos com gestão ambiental frente ao comportamento político-ideológico dos gestores, sob a ótica da teoria das escolhas políticas. Braz. J. of Develop. v. 4, n. 2, p. 514-531, 2018.

FREITAS, C, M.; SILVA, M. A.; MENEZES, F. C. O desastre na barragem de mineração da Samarco - fratura exposta dos limites do Brasil na redução de risco de desastres. Ciência e Cultura, v. 68, n. 3, São Paulo, 2016.

G1. Juiz indefere pedido da Samarco e mantém multas por desastre de Mariana. Disponível em: . Acesso em 20 jan. 2020.

LOPES, L. M. N. O rompimento da barragem de Mariana e seus impactos socioambientais. Sinapse Múltipla, v. 5, n. 1, Betim, Minas Gerais, 2016.

MIRANDA, M. G.; FRIEDE, R.; RODRIGUES, A. C.; ALMEIDA, D. S. Cadê a minha cidade, ou o impacto da tragédia da Samarco na vida dos moradores de Bento Rodrigues. Interações, v. 18, n. 2, Campo Grande, 2017.

PASSOS, F. L.; COELHO, P.; DIAS, A. (Des)territórios da mineração: planejamento territorial a partir do rompimento em Mariana. Cadernos Metrópole, v. 19, n. 38, São Paulo, 2017.

SOUZA, M. M. Ibama prevê que nova onda de lama ameaça o rio Doce. Valor Econômico, v. 17, n. 4119, p. B3, 2016.

TANUS, T. T.; LUNARDI, E. A. A Tríplice Responsabilidade Ambiental no Brasil e na Alemanha: o Caso Mariana – Samarco e o Caso Dieselgate – Volkswagen. Braz. J. of Develop. v. 6, n. 1, p.4262-4285, 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n10-649

Refbacks

  • There are currently no refbacks.