“Mar no museu” resultando em turismo educativo e de entretenimento: um estudo comparativo entre o aquário do Rio De Janeiro e do oceanário de Lisboa / Educational and entertainment tourism resulting at sea at the museum: a comparative study of the discourse between the Rio De Janeiro aquarium and the Lisbon oceanarium

Marta Cardoso de Andrade

Abstract


O turismo é uma atividade econômica em que ocorrem fenômenos de consumo, empregos são gerados, criam-se mercados onde oferta e procura se encontram. O impulsionamento dessa área dá-se de díspares formas. Nota-se que aquários e oceanários sevem para dinamizar esse campo ao tornar a musealização do mar uma realidade, também terminam por envolver de forma única a relação do homem com esses ambientes, bem como passam a utilizar técnicas que permitem sua exploração e a manutenção de organismos marinhos em cativeiro. Ao reconhecer os papéis de pesquisador, educacional e de promotor de entretenimento que os aquários possuem, são analisados, neste trabalho, alguns aspectos discursivos sobre estes e a constituição destes equipamentos (ethos), especialmente, a partir da contribuição de cada uma dessas funções e na divulgação que esses assumiram mais fortemente na atualidade e nos locais em que foram instalados. Para entender esse movimento, foi feito um estudo comparativo entre os discursos de dois desses grandes equipamentos no mundo, a saber: o AquaRio do Rio de Janeiro, e o Oceanário de Lisboa. Como resultado, obteve-se os indicadores discursivos de como a musealização desses equipamentos detém intenções claras de divulgar conteúdos ligados à atração (entretenimento) e a educação de visitantes no tocante do respeito à vida marinha, do mesmo modo que contribuem para dinamizar o turismo em ambos centros urbanos, ao apresentar o mar em formato museu.


Keywords


Aquários, Discurso, Educação Científica, Entretenimento, Musealização do Mar

References


NDRADE, Marta Cardoso de. O discurso circulante nas organizações: teoria e metodologia de análise. Letónia, União Europeia: Novas Edições Acadêmicas, 2020.

AQUARIO. Aqui tem pesquisa. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2020a.

AQUARIO. Dormindo no AquaRio. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2020b.

AQUARIO. Espaços para eventos. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2020c.

AQUARIO. Mergulho no AquaRio. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2020d.

AQUARIO. Tudo sobre o aquário. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2020e.

AQUARIO. Visita escolar. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2020f.

ARISTÓTELES. Retórica. Lisboa: Imprensa Nacional/Casa da Moeda, ([V a.C.] 1998).

BARBOSA, Fábia. O turismo como um fator de desenvolvimento local e/ ou regional. Caminhos de Geografia, v. 10, n. 14, p.107-114, 2005.

COSTA, Pedro. Extensão do Oceanário de Lisboa: Edifício do Mar. 2011. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2020.

DICAS DE VIAGENS E CIA. Conheça o AquaRio, o maior aquário da América do Sul. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2020.

FERNANDES, Cleudemar. Análise do Discurso: reflexões introdutórias. São Carlos, SP: Claraluz, 2008.

G1. AquaRio ultrapassa a marca de 3 milhões de visitantes. 2019. Disponível em: . Acesso em: 10 jun. 2020.

KISLING JR., Vernon. Old collections and menageries. In: KISLING JR., Vernon (Ed.). Zoo and aquarium history: ancient animal collections to zoological gardens. Boca Raton, Florida, EUA: CRC Press, 2001. p.1-48.

MAINGUENEAU, Dominique; CHARAUDEAU, Patrick. Dicionário de análise do discurso. São Paulo: Contexto, 2004.

MAINGUENEAU, Dominique. Gênese dos discursos. Curitiba: Criar, 2005.

MAINGUENEAU, Dominique. Problemas de ethos. In: POSSENTI, Sírio; SOUZA-E-SILVA, Maria Cecília Pérez (Orgs.). Cenas da enunciação. Curitiba: Criar, 2006. p. 52-71.

MAINGUENEAU, Dominique. Novas tendências em análise do discurso. 3. ed. Campinas, SP: Pontes, 1997.

OCEANÁRIO DE LISBOA. Atividades: concerto para bebês. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2020a.

OCEANÁRIO DE LISBOA. Atividades: CSI - Ciência sob Investigação. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2020b.

OCEANÁRIO DE LISBOA. Atividades: dormindo com os tubarões. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2020c.

OCEANÁRIO DE LISBOA. Atividades: fado miudinho. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2020d.

OCEANÁRIO DE LISBOA. Atividades: férias debaixo de água. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2020e.

OCEANÁRIO DE LISBOA. Atividades: festas de aniversário. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2020f.

OCEANÁRIO DE LISBOA. Atividades: Oceanário para todos. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2020g.

OCEANÁRIO DE LISBOA. Educação: escolas. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2020h.

OCEANÁRIO DE LISBOA. Educação: Plasticologia Marinha. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2020i.

OCEANÁRIO DE LISBOA. Educação: Vaivém Oceanário. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2020j.

OCEANÁRIO DE LISBOA. O que fazemos no Oceanário: gestão da coleção. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2020k.

OCEANÁRIO DE LISBOA. O que fazemos no Oceanário: Medicina de Conservação, Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2020l.

OCEANÁRIO DE LISBOA. O que fazemos no Oceanário: Programa de Repodução. Disponível em: . Acesso em: 15 jun. 2020m.

OCEANÁRIO DE LISBOA. Oceanário de Lisboa comemorou 25 milhões de visitantes. 2019. Disponível em: . Acesso em: 19 jan. 2020.

OCEANÁRIO DE LISBOA. EMAS 2018: V Declaração ambiental. Lisboa: Oceano Azul Fundação, 2018.

ORLANDI, Eni. Análise do discurso: princípios e procedimentos. 4. ed. Campinas, SP, Pontes, 2002.

PÊCHEUX, Michel. Discurso: estrutura ou acontecimento. Tradução de Eni Pulcinelle Orlandi. Campinas, SP: Pontes, 1997.

SALGADO, Maurício; MARANDINO, Martha. O mar no museu: um olhar sobre a educação nos aquários. História, Ciências, Saúde, Manguinhos, RJ, v. 21, n. 3, p. 867-882, jul./set. 2014.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n10-625

Refbacks

  • There are currently no refbacks.