A relação da obesidade com os óbitos por Covid-19: análise dos números da pandemia no Brasil/The relation of obesity with deaths due to Covid-19: analysis of the pandemic numbers in Brazil

Anna Beatriz Soares Dias, Isabela Salim Ferreira, João Vitor Tavares Silveira, Júlia Carvalho de Melo, Júlia Freitas Rodrigues, Júlia Teixeira Martins Botelho, Kamila Aguiar Casagrande, Letycia Limas Silva, Marina Martins de Oliveira, Matheus Esquerdo Gomes, Natália Gesualdo Lopes

Abstract


INTRODUÇÃO: A COVID-19 é uma doença causada pelo vírus SARS-CoV-2. A obesidade está relacionada com uma pior evolução dessa enfermidade. O Brasil é o segundo país no mundo com mais óbitos por COVID-19. Esse estudo tem como objetivo investigar e analisar a influência da obesidade na mortalidade pela COVID-19 no Brasil. METODOLOGIA: Trata-se de um estudo transversal, descritivo e retrospectivo com análise de dados secundários divulgados pelo Ministério da Saúde do Brasil. RESULTADOS: Foram notificados 4.106 óbitos associados à obesidade, sendo o sexto fator mais relacionado às mortes por Covid-19 no Brasil, principalmente nas pessoas com menos de 60 anos (7,8% versus 2,9% com 60 anos ou mais). DISCUSSÃO: Na faixa etária mais jovem, a obesidade foi a terceira comorbidade mais comum e nos idosos a sétima mais comum. Esses dados sugerem que a obesidade é um fator mais agravante nos indivíduos mais jovens. CONCLUSÃO: A obesidade é um importante fator associado aos óbitos pela COVID-19, no Brasil. Há uma tendência para maior relação dessa comorbidade com as mortes em indivíduos com menos de 60 anos de idade. No entanto, são necessários mais estudos para se estabelecer o estado da arte sobre essa relação.


Keywords


coronavírus, síndrome respiratória aguda grave, obesidade, óbito

References


ALMERIE MQ, et al. The association between obesity and poor outcome after COVID-19 indicates a potential therapeutic role for montelukast. Med Hypotheses. doi: 10.1016/j.mehy.2020.109883. Acessado em: 13 de agosto de 2020.

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Boletins Epidemiológicos da COVID-19. Editora do Ministério da Saúde, 2020. Disponível em: https://www.saude.gov.br/boletins-epidemiologicos. Acessado em: 08 de agosto 2020.

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico Especial: Doença pelo Coronavírus COVID-19. Editora do Ministério da Saúde, 2020. Disponível em: https://saude.gov.br/images/pdf/2020/August/12/Boletim-epidemiologico-COVID-26.pdf. Acessado em: 12 de agosto 2020

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico: Infecção humana pelo Novo Coronavírus (2019-nCoV). Editora do Ministério da Saúde, 2020. Disponível em: https://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2020/fevereiro/04/Boletim-epidemiologico-SVS-04fev20.pdf. Acessado em: 08 de agosto de 2020.

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Coronavírus: o que você precisa saber. Disponível em: https://coronavirus.saude.gov.br/sobre-a-doenca. Acesso em: 15 de agosto 2020.

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Secretaria de Vigilância em Saúde. Guia de Vigilância Epidemiológica: Emergência de Saúde Pública de Importância Nacional pela Doença pelo Coronavírus 2019. Editora do Ministério da Saúde, 2020. Disponível em: https://www.conasems.org.br/wp-content/uploads/2020/08/af_gvs_coronavirus_6ago20_ajustes-finais-2.pdf

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Painel Coronavírus. Disponível em: https://covid.saude.gov.br/. Acesso em: 15 de agosto 2020.

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Pesquisa Vigitel Brasil 2018. Disponível em:http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2019/julho/25/coletiva-vigitel-2018.pdf. Acesso em: 13 de agosto de 2020.

CALVACANTE JR, et al. COVID-19 no Brasil: evolução da epidemia até a semana epidemiológica 20 de 2020. Epidemiol. Serv. Saúde 2020. doi: 10.5123/S1679-49742020000400010. Acessado em: 13 agosto de 2020.

CHIAPETTA S, et al. COVID-19 and the role of chronic inflammation in patients with obesity. Int J Obes (Lond). v. 44, n. 8, p. 1790-1792, 2020.

DENG M., et al. Obesity as a Potential Predictor of Disease Severity in Young COVID-19 Patients: A Retrospective Study. Obesity (Silver Spring). doi: 10.1002/oby.22943. Acessado em: 20 de agosto de 2020.

HUSSAIN A., et al. Obesity and Mortality of COVID-19. Meta-analysis. Obes Res Clin Pract. v. 14, n. 4, p. 295-300, 2020.

LIM S., et al. Proper Management of People with Obesity during the COVID-19 Pandemic. J Obes Metab Syndr. v. 29, n. 2, p. 84-98, 2020.

MARAZUELA M., et al. Endocrine and metabolic aspects of the COVID-19 pandemic. Rev Endocr Metab Disord. doi: 10.1007/s11154-020-09569-2. Acessado em: 15 de agosto de 2020.

NAKESHBANDI M., et al. The impact of obesity on COVID-19 complications: a retrospective cohort study. Int J Obes (Lond). doi: 10.1038/s41366-020-0648-x. Acessado em: 13 de agosto de 2020.

PALAIODIMOS L, et al. Severe obesity, increasing age and male sex are independently associated with worse in-hospital outcomes, and higher in-hospital mortality, in a cohort of patients with COVID-19 in the Bronx, New York. Metab Clin Exp. doi: 10.1016/j.metabol.2020.154262 Acessado em: 14 de agosto de 2020.

STEINBERG E., et al. In Young Adults with COVID-19, Obesity is Associated with Adverse Outcomes. West J Emerg Med. v. 21, n. 4, p. 752-755, 2020.

TAMARA A, et al. Obesity as a predictor for a poor prognosis of COVID-19: A systematic review. Diabetes Metab Syndr. v.14, n. 4, p. 655-659, 2020.

URRA JM, et al. Selective CD8 cell reduction by SARS-CoV-2 is associated with a worse prognosis and systemic inflammation in COVID-19 patients. Clin Immunol. doi: 10.1016/j.clim.2020.108486. Acessado em: 15 de agosto de 2020.

ZHANG F., et al. Obesity predisposes to the risk of higher mortality in young COVID-19 patients. J Med Virol. doi:10.1002/jmv.26039. Acessado em: 13 de agosto de 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n10-587

Refbacks

  • There are currently no refbacks.