Potencial do Açafrão (Curcuma longa L.) na prevenção e tratamento de afecções bucais: uma revisão da literatura / Potential of Turmeric (Curcuma longa L.) in the prevention and treatment of oral disorders: a literature review

Emerson Marcelo dos Santos Silva, Laysa Leite da Silva, Lidiany da Paixão Siqueira

Abstract


As desordens odontológicas são muito comuns na sociedade e podem afetar indivíduos independente de idade, sexo, gênero ou condição social. Um aspecto em comum para o desenvolvimento desses problemas de saúde é a presença da placa bacteriana, também conhecida como biofilme dental, que está intimamente ligado ao desenvolvimento da cárie e ao surgimento de processos inflamatórios como a gengivite e periodontite. A remoção e controle desse biofilme é um ponto muito importante na prevenção e tratamento dessas condições que, quando negligenciadas, podem trazer grandes prejuízos ao indivíduo. A remoção mecânica é a forma mais efetiva e aceita para controlar o biofilme dental, outras formas de controle, incluem a higiene diária realizada pelo paciente e também procedimentos de raspagem e alisamento radicular que podem ser realizados periodicamente em consultas odontológicas. O uso de plantas medicinais como a Cúrcuma, que apresentam uma excelente ação antimicrobiana e anti-inflamatória, pode auxiliar muito na manutenção da saúde bucal, ajudando na remoção do biofilme e combatendo inflamações relacionadas a ele. O emprego de plantas medicinais na produção de dentifrícios gera novas alternativas, seguras e eficientes para prevenir e tratar diversas doenças odontológicas.

Keywords


Biofilme dental, Cárie, Plantas Medicinais.

References


ADAMS, S. E. et al. A randomised clinical study to determine the effect of a toothpaste containing enzymes and proteins on plaque oral microbiome ecology. Scientific reports, v. 7, n. 1, p. 1-12, 2017.

ALELUIA, Camila de Melo et al. Fitoterápicos na odontologia. Revista de Odontologia da Universidade Cidade de São Paulo, v. 27, n. 2, p. 126-134, 2017.

ALONSO, J. R. Tratado de fitomedicina: bases clinicas y farmacológicas. Argentina: Isis, 1998. p. 439 – 444.

ALVES, Crésio et al. Mecanismos patogênicos da doença periodontal associada ao diabetes melito. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia, v. 51, n. 7, p. 1050-1057, 2007.

ALVES, Pollianna Muniz et al. Atividade antimicrobiana, antiaderente e antifúngica in vitro de plantas medicinais brasileiras sobre microrganismos do biofilme dental e cepas do gênero Candida. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 42, n. 2, p. 222-224, 2009.

ÁNGELES, Montes et al. Curcumina, una alternativa terapéutica para la clínica dental (Parte I): antiinflamatorio y analgésico. Revista ADM, v. 73, n. 5, 2016.

ANTONINI, Rafaela et al. Fisiopatologia da doença periodontal. Inova Saúde, v. 2, n. 2, 2014.

ANVISA. AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. Farmacopeia Brasileira, volume 1, 6ª Ed. Brasília, 2019.

ARAÚJO, Orlando Roberto Pimentel de. Avaliação da capacidade antioxidante e anti-inflamatória da Curcuma Longa, em diferentes tecidos de camundongos saudáveis e/ou com colite ulcerativa moderada induzida por sulfato de sódio dextrana. 2019.

BARBALHO, Amanda Lanna Andrade. Avaliação da atividade antioxidante e anti-inflamatória da curcumina em modelo experimental de mucosite oral. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

BARBOSA, Viviane Leal. Comparação entre dois métodos de aferição da perda de inserção clínica em pacientes periodontais. 2013.

BATISTA, Ana Luzia Araújo; DE VASCONCELOS CATÃO, Maria Helena Chaves. O uso da Curcumina (Curcuma Longa) no tratamento periodontal. Revista da Faculdade de Odontologia de Lins, v. 29, n. 1, p. 21-30, 2019.

BATUBARA, IRMANIDA; WAHYUNI, W. T.; SUSANTA, MIEKE. Antibacterial activity of Zingiberaceae leaves essential oils against streptococcus mutans and teeth-biofilm degradation. Int J Pharm Bio Sc, v. 7, n. 4, p. 111-6, 2016.

BODINI, Renata Barbosa. Desenvolvimento de filmes de desintegração oral incorporados com os extratos de erva baleeira (Cordia verbenacea) e cúrcuma (Curcuma longa). 2015. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo.

CAMPOS, Ana Maria Pinheiro et al. USO RACIONAL DE PLANTAS MEDICINAIS E FITOTERÁPICOS: REVISÃO DE LITERATURA. Mostra Científica da Farmácia, v. 6, n. 1, 2019.

CAMPOS, Fernanda Araújo Trigueiro et al. Manifestações bucais decorrentes da quimioterapia em crianças. Revista Campo do Saber, v. 4, n. 5, 2019.

CASALE, Flávia Mendonça; VALENTINI, Sergio Alexandre. Controle de Qualidade de formas farmacêuticas tópicas utilizando diferentes extratos vegetais. Revista Iniciare, v. 2, n. 1, p. 36-48, jun, 2017.

DA SILVEIRA¹, Virginia Régia Souza; ALVES, Ana Paula Negreiros Nunes. Perfil celular e mediadores químicos na doença periodontal associada ao biofilme dental-revisão de literatura. 2009.

DE ALMEIDA RODRIGUES, Tayronne et al. A VALORIZAÇÃO DAS PLANTAS MEDICINAIS COMO ALTERNATIVA À SAÚDE: UM ESTUDO ETNOBOTÂNICO. Revista Ibero-Americana de Ciências Ambientais, v. 11, n. 1, 2020.

DOS SANTOS SOUZA, Jéssica et al. Potencial Uso da Cúrcuma Longa Como Anti-Inflamatório. Revista Enfermagem e Saúde Coletiva-REVESC, v. 3, n. 1, p. 18-23, 2020.

ETO, Fábio Shigueo; RASLAN, Suzane A.; CORTELLI, José Roberto. Características microbianas na saúde e doença periodontal. Revista Biociências, v. 9, n. 2, 2003.

FERREIRA, Adriane Cristina Richa et al. Doença periodontal: um mal que pode ser evitado. Braz J Periodontol, v. 23, n. 3, p. 15-23, 2013.

FIGUEIRA, Leandro Wagner. Efeito do extrato de Curcuma longa L. sobre infecções in vitro por Staphylococcus aureus, Pseudomonas aeruginosa e Candida albicans em macrófagos murinos (RAW 264.7). 2017.

FURTADO JÚNIOR, João Hildo de Carvalho. Desenvolvimento, eficácia clínica e microbiológica de dentifrício incorporado com própolis vermelha brasileira. 2019.

GANIGER, S.; MALLESHAPPA, H. N.; KRISHNAPPA, H.; RAJASHEKHAR, G.; RAMAKRISHNA, R.; SULLIVAN, F. A. Two generation reproductive toxicity study with curcumin, turmeric yellow, in Wistar rats. Food and Chemical Toxicology, Oxford, v. 45, n. 1, p. 45-64, 2007.

GRANVILLE-GARCIA, Ana Flávia et al. Cárie, gengivite e higiene bucal em pré-escolares. RGO. Revista Gaúcha de Odontologia (Online), v. 58, n. 4, p. 469-473, 2010.

GRASSO, Eliane da Costa; AOYAMA, ELISA MITSUKO; FURLAN, MARCOS ROBERTO. AÇÃO ANTIINFLAMATÓRIA DE Curcuma longa L. (ZINGIBERACEAE). Revista Eletrônica Thesis, São Paulo, n. 28, p. 117-129, 2017.

KNIES, Greicy et al. Frequência das lesões bucais diagnosticadas no Centro de Especialidades Odontológicas de Tubarão (SC). RSBO Revista Sul-Brasileira de Odontologia, v. 8, n. 1, p. 13-18, 2011.

LEE, Kwang‐Hee et al. Essential oil of Curcuma longa inhibits Streptococcus mutans biofilm formation. Journal of Food Science, v. 76, n. 9, p. H226-H230, 2011.

LEITES, A. C. B. R.; PINTO, Márcia Bueno; SOUSA, Ezilmara Rolim de. Aspectos microbiológicos da cárie dental. Salusvita, v. 25, n. 2, p. 239-52, 2006.

LOSSO, Estela M. et al. Cárie precoce e severa na infância: uma abordagem integral. J pediatr, v. 85, n. 4, p. 295-300, 2009.

MARCHI, Juliana Pelissari et al. Curcuma longa L., o açafrão da terra, e seus benefícios medicinais. Arquivos de Ciências da Saúde da UNIPAR, v. 20, n. 3, 2016.

MARINHO, VITOR ALEXANDRE; PEREIRA, GERALDO MAGELA. Revisão de literatura cárie: diagnóstico e plano de tratamento. R Un Alfenas, v. 4, p. 27-37, 1998.

MATA, Adriana R. et al. Identificação de compostos voláteis da cúrcuma empregando microextração por fase sólida e cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas. Ciênc. Tecnol. Aliment., Campinas, v. 24, n. 1, p. 151-157, Mar. 2004.

MELO, Paulo; TEIXEIRA, Liliana; DOMINGUES, Joana. A importância do despiste precoce da cárie dentária. Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar, v. 22, n. 3, p. 357-66, 2006.

MESSIAS, Maria Cristina Teixeira Braga et al. Uso popular de plantas medicinais e perfil socioeconômico dos usuários: um estudo em área urbana em Ouro Preto, MG, Brasil. Revista brasileira de plantas medicinais, v. 17, n. 1, p. 76-104, 2015.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Monografia da Espécie Curcuma longa L. (CURCUMA). Brasília, 2015.

MOHAMMED, Najah A.; HABIL, Neama Y. Evaluation of antimicrobial activity of curcumin against two oral bacteria. Autom Control Intell Syst, v. 3, p. 18-21, 2015.

MONTEIRO, Maria Helena Durães Alves. Fitoterapia na odontologia: levantamento dos principais produtos de origem vegetal para saúde bucal. 2014.

MORETES, Débora Nogueira; GERON, Vera Lúcia Matias Gomes. OS BENEFÍCIOS MEDICINAIS DA Curcuma longa L. (AÇAFRÃO DA TERRA). Revista Científica da Faculdade de Educação e Meio Ambiente, v. 10, n. 1, p. 106-114, 2019.

MORO, Roger C. et al. Relação entre presença de placa, inflamação gengival e experiência de cárie em escolares de baixo nível socioeconômico e cultural. Disciplinarum Scientia| Saúde, v. 8, n. 1, p. 179-186, 2016.

NÓBREGA, Danúbia Roberta de Medeiros et al. Avaliação clínica da efetividade de um enxaguatório à base da romã (Punica granatum Linn.) sobre o controle de biofilme dental e inflamação gengival em escolares. 2012.

OLIVEIRA, Vinícius Bednarczuk de; MEZZOMO, Thais Regina; MORAES, Eliézer Fernanda de. Conhecimento e uso de plantas medicinais por usuários de unidades básicas de saúde na região de Colombo, PR. Revista Brasileira de Ciências da Saúde, v. 22, n. 1, p. 57-64, 2018.

PAIVA, Flávia Pereira de França et al. Aspectos clínicos e histológicos da cárie aguda x cárie crônica. Rev. Odontol. Araçatuba (Impr.), v. 27, n. 1, p. 49-53, 2006.

PENSIN, Nícolas Renan et al. Efeito de pomada de própolis em orabase para tratamento de ulcerações aftosas recorrentes–um estudo piloto. Arquivos de Ciências da Saúde da UNIPAR, v. 13, n. 3, 2009.

PIRES, Lúcio Fernandes; FREITAS, R. M.; RODRIGUES, Adriano Carvalho Tupinambá. Efeito antidepressivo e atividade serotoninérgica da curcumina em modelos de animais de depressão. Revista de Farmacologia de Chile, v. 6, n. 1, p. 37-44, 2013.

ROCHA, TIAGO GALDINO; GALENDE, SHARIZE BETONI. A importância do controle de qualidade na indústria farmacêutica. Revista Uningá Review, v. 20, n. 2, 2014.

SANTOS, Esther Bandeira et al. Estudo etnobotânico de plantas medicinais para problemas bucais no município de João Pessoa, Brasil. Revista Brasileira de Farmacognosia, v. 19, n. 1B, p. 321-324, 2009.

SILVA, Natan Fontoura da; SONNENBERG, Peter Ernst; BORGES, Jácomo Divino. Crescimento e produção de cúrcuma (Curcuma longa L.) em função de adubação mineral e densidade de plantio. Hortic. Bras., Brasília, v. 22, n. 1, p. 61-65, Mar. 2004.

SINGH, S. et al. Chemical Composition of Tumeric Oil (Curcuma longa L cv Roma) and its Antimicrobial Activity against Eye Infection Pathogens. Journal of Essential Oil Research.v.23, n.6, p.11-18, 2011.

SOUSA, Andrea Maria de. ESTUDO “IN VIVO” DA INFLUÊNCIA DO INTERVALO DE TEMPO ENTRE A APLICAÇÃO DO DENTIFRÍCIO E A ADMINISTRAÇÃO DA SOLUÇÃO DE DIGLUCONATO DE CLOREXIDINA A 0, 12% NO CONTROLE QUÍMICO DO BIOFILME DENTAL E DO SANGRAMENTO GENGIVAL. 2004.

SUETH-SANTIAGO, Vitor et al. Curcumina, o pó dourado do açafrão-da-terra: introspecções sobre química e atividades biológicas. Química Nova, v. 38, n. 4, p. 538-552, 2015.

TEIXEIRA, Joás Araújo et al. Effects of a new nano-silver fluoride-containing dentifrice on demineralization of enamel and Streptococcus mutans adhesion and acidogenicity. International journal of dentistry, v. 2018, 2018.

TOLEDO, Ana Cristina Oltramari et al. Fitoterápicos: uma abordagem farmacotécnica. Revista Lecta, v. 21, n. 1/2, p. 7-13, 2003.

VIJAYASTELTAR, B. L.; KOTTARAPAT, J.; RAMADASAN, K. Acute and subchronic toxicity as well as mutagenic evaluation of essential oil from turmeric (Curcuma longa L). Food and Chemical Toxicology, Oxford, v. 53, p. 52-61, 2013.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n10-492

Refbacks

  • There are currently no refbacks.