Avaliação do estado nutricional de recém-nascidos pré-termo em unidade de terapia intensiva neonatal / Assessment of nutritional status of preterm newborns in the neonatal intensive care unit

Jéssica de Oliveira Campos, Adriana Maria da Silva, Merielly Saeli de Santana, Tafnes Laís Pereira Santos de Oliveira, Cathleen Sandy de Amorim Rocha, Anna Raquel da Silva, Gabriela Maria da Silva, Janaíne Soares da Silva, Camylla Sinezia dos Santos Paiva Alves Pereira, Michelle Figueiredo Carvalho

Abstract


O recém-nascido pré-termo (RNPT) é considerado aquele que nasce com idade gestacional inferior a 37 semanas. Devido à imaturidade fisiológica é frequente que esses recém-nascidos necessitem de cuidados intensivos e, portanto, sejam considerados pacientes em risco nutricional. A avaliação do estado do estado nutricional (AEN) possui a finalidade de identificar sinais de risco de desnutrição e promover a adequação da dietoterapia.  O objetivo deste estudo foi realizar uma revisão da literatura acerca dos métodos de AEN em RNPT internados em unidades de terapia intensiva neonatal. Trata-se de uma revisão narrativa, realizada por meio de consulta ao Scielo, ao PubMed, e aos manuais e diretrizes para a prática clínica. No ambiente de terapia intensiva neonatal a avaliação antropométrica deve ser adaptada ao estado clínico do RNPT, sendo realizada com maior periodicidade, observando-se os sinais que indiquem o risco de desnutrição. Conclui-se que o método para a realização da AEN do RNPT é dependente da condição clínica do paciente, sendo realizada regularmente a fim de promover a adequação da dietoterapia.


Keywords


Avaliação nutricional, Recém-nascido prematuro. Unidade de terapia intensiva neonatal.

References


ALTERMAN, C. S. Crescimento de recém-nascidos pré-termo de muito baixo peso durante internação em Unidade de Terapia Intensiva neonatal e fatores associados. 2016.

ALVES, S. R. Fatores associados à prematuridade em um contexto de atenção à saúde do setor privado. 2016. (Dissertação mestrado ) -, Centro Universitário Unilasalle Canoas

BOCCA-TJEERTES, I. F.; KERSTJENS, J. M.; REIJNEVELD, S. A.; DE WINTER, A. F. et al. Growth and predictors of growth restraint in moderately preterm children aged 0 to 4 years. Pediatrics, 128, n. 5, p. e1187-e1194, 2011.

BOCCA-TJEERTES, I. F.; VAN BUUREN, S.; BOS, A. F.; KERSTJENS, J. M. et al. Growth of preterm and full-term children aged 0-4 years: integrating median growth and variability in growth charts. The Journal of pediatrics, 161, n. 3, p. 460-465. e461, 2012.

BOYLE, A. K.; RINALDI, S. F.; NORMAN, J. E.; STOCK, S. J. Preterm birth: Inflammation, fetal injury and treatment strategies. Journal of Reproductive Immunology, 119, p. 62-66, 2017.

BRASIL. Ministério da saúde. Atenção à saúde do recém-nascido: guia para os profissionais de saúde. : Ministério da saúde Brasília 2011.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Atenção à saúde do recém-nascido : guia para os profissionais de saúde. 2. ed. – Brasília : Ministério da Saúde, 2012

BUI, C. B.; PANG, M. A.; SEHGAL, A.; THEDA, C. et al. Pulmonary hypertension associated with bronchopulmonary dysplasia in preterm infants. Journal of reproductive immunology, 124, p. 21-29, 2017.

CALADO, D. F. B.; SOUZA, R. d. Intervenção fonoaudiológica em recém-nascido pré-termo: estimulação oromotora e sucção não-nutritiva. Revista CEFAC, 14, n. 1, p. 176-181, 2012.

CARDOSO-DEMARTINI, A. d. A.; BAGATIN, A. C.; SILVA, R. P. G. V. C. d.; BOGUSZEWSKI, M. C. d. S. Crescimento de crianças nascidas prematuras. Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia, 55, n. 8, p. 534-540, 2011.

CARDOSO, L. E. B.; FALCÃO, M. C. Importância da avaliação nutricional de recém-nascidos pré-termo por meio de relações antropométricas. Revista Paulista de Pediatria, 25, n. 2, p. 135-141, 2007.

CARDOSO, M. V. L. M. L.; DE MOURA, L. M.; OLIVEIRA, M. M. C. Avaliação ponderal do recém-nascido pré-termo na unidade neonatal de cuidados intermediários. Ciência, Cuidado e Saúde, 9, n. 3, p. 432-439, 2010.

CARREIRA, M. L. Grande Prematuridade: Nutrição e Crescimento. Nascer e Crescer, 19, n. 3, p. 202-203, 2010.

CHAWANPAIBOON, S.; VOGEL, J. P.; MOLLER, A.-B.; LUMBIGANON, P. et al. Global, regional, and national estimates of levels of preterm birth in 2014: a systematic review and modelling analysis. The Lancet Global Health, 7, n. 1, p. e37-e46, 2019.

CLARK, R. H.; OLSEN, I. E.; SPITZER, A. R. Assessment of neonatal growth in prematurely born infants. Clinics in perinatology, 41, n. 2, p. 295-307, 2014.

COMMARE, C. E.; TAPPENDEN, K. A. Development of the infant intestine: implications for nutrition support. Nutrition in Clinical Practice, 22, n. 2, p. 159-173, 2007.

DA ROSA, N. P.; DE OLIVEIRA, D. C.; JANTSCH, L. B.; NEVES, E. T. Agravos agudos de saúde de bebês prematuros moderados e tardios no período neonatal. Research, Society and Development, 9, n. 7, p. e251974156-e251974156, 2020.

DAMASCENO, J. R.; SILVA, R. d.; XIMENES NETO, F.; FERREIRA, A. et al. Nutrição em recém-nascidos prematuros e de baixo peso: uma revisão integrativa. Rev Soc Bras Enferm Ped [Internet], 14, n. 1, p. 40-46, 2014.

DATASUS. Nascidos vivos - Brasil: Nascimento por ocorrência por região segundo duração gestacional no ano de 2018. . http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?sinasc/cnv/nvuf.def 2020.

DE ALMEIDA FROTA, M. C. Q.; DE OLIVEIRA, J. S.; SEVERIANO, A. R. G.; CARNEIRO, A. R. S. et al. Importância pediátrica dos recém-nascidos com baixo peso ao nascer. Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba, 21, n. 3, p. 125-129, 2019.

DE ARAÚJO LIMA, A.; DOS SANTOS TENÓRIO, M. C.; DUTRA, T. A.; BOMFIM, I. C. et al. Caracterização de recém-nascidos prematuros nascidos em maternidade de referência de alto risco de Maceió, Alagoas. Gep News, 1, n. 1, p. 32-37, 2018.

DE ARAÚJO MARQUES, P.; MELO, E. C. P. O processo de trabalho em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 45, n. 2, p. 374-380, 2011.

DELLAQUA, D. C.; CARDOSO, F. S. Assistência de enfermagem ao recém-nascido prematuro extremo. Revista Eletrônica da Faculdade Evangélica do Paraná, 2, n. 4, p. pág. 02-18, 2012.

FERRAZ, S. T.; DA SILVA FRÔNIO, J.; NEVES, L. A. T.; DEMARCHI, R. S. et al. Programa de Follow-up de Recém Nascidos de Alto Risco: Relato da Experiência de uma Equipe Interdisciplinar. Revista de APS, 13, n. 1, 2010.

FERREIRA, D. P. Prevalência de internações em prematuros. 2019. (Trabalho de conclusão de curso (graduação)) - Departamento de medicina Universidade Federal da Fronteira do Sul

Passo Fundo- RS.

FERREIRA, M. C. d. S. Efeito Protetor do Aleitamento Materno no Desenvolvimento de Enterocolite Necrosante no Recém-Nascido de Muito Baixo Peso. 2018. -, Universidade de Coimbra.

GALLARDO LÓPEZ, M.; GALLARDO CADENASSO, E.; GALLARDO CADENASSO, L. Descenso de peso en recién nacidos a término en las primeras 48 horas post natales. Revista chilena de pediatría, 89, n. 3, p. 325-331, 2018.

GIANINI, N. M.; VIEIRA, A. A.; MOREIRA, M. E. Avaliação dos fatores associados ao estado nutricional na idade corrigida de termo em recém-nascidos de muito baixo peso. Jornal de Pediatria, 81, n. 1, p. 34-40, 2005.

GUIMARÃES, E. A. d. A.; VIEIRA, C. S.; NUNES, F. D. D.; JANUÁRIO, G. d. C. et al. Prevalência e fatores associados à prematuridade em Divinópolis, Minas Gerais, 2008-2011: análise do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 26, p. 91-98, 2017.

HOLZBACH, L. C.; MOREIRA, R. A. d. M.; PEREIRA, R. J. Indicadores de qualidade em terapia nutricional de recém-nascidos pré-termo internados em uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Nutrición clínica y dietética hospitalaria, 38, n. 4, p. 39-48, 2018.

KALE, P. L.; LORDELO, C. V. M.; FONSECA, S. C.; SILVA, K. S. d. et al. Adequação do peso ao nascer para idade gestacional de acordo com a curva INTERGROWTH-21 st e fatores associados ao pequeno para idade gestacional. Cadernos Saúde Coletiva, 26, n. 4, p. 391-399, 2018.

KANG, L.; WANG, H.; HE, C.; WANG, K. et al. Postnatal growth in preterm infants during the first year of life: A population-based cohort study in China. Plos one, 14, n. 4, p. e0213762, 2019.

LA, E. O. I.; SALCEDO, E. L.; CUADRADO, I. P.; HERRÁEZ, M. S. et al. Delay in the acquisition of sucking-swallowing-breathing in the preterm; efects of early stimulation. Nutricion hospitalaria, 27, n. 4, p. 1120-1126, 2012.

LIMA, P. A. T.; CARVALHO, M. d.; COSTA, A. C. C. d.; MOREIRA, M. E. L. Fatores associados à restrição de crescimento extrauterino em recém-nascidos pré-termos de muito baixo peso ao nascer. Jornal de Pediatria, 90, n. 1, p. 22-27, 2014.

LIU, X.; LUO, B.; PENG, W.; XIONG, F. et al. Factors affecting the catch-up growth of preterm infants after discharge in China: a multicenter study based on the health belief model. Italian journal of pediatrics, 45, n. 1, p. 87, 2019.

MARIANO, A. M.; ROCHA, M. S., 2017, Revisão da literatura: apresentação de uma abordagem integradora.

MAYER, C.; JOSEPH, K. Fetal growth: a review of terms, concepts and issues relevant to obstetrics. Ultrasound in Obstetrics & Gynecology, 41, n. 2, p. 136-145, 2013.

MEDEIROS, A. M. C.; OLIVEIRA, A. R. M.; FERNANDES, A. M.; GUARDACHONI, G. A. d. S. et al. Caracterização da técnica de transição da alimentação por sonda enteral para seio materno em recém-nascidos prematuros. Jornal da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, 23, n. 1, p. 57-65, 2011.

MEIRELES, A. V. P.; OLIVEIRA, M. R. d. S.; NOBRE, R. G.; SOUSA, V. B. G. d. ASSISTÊNCIA NUTRICIONAL EM NEONATOLOGIA: Protocolo clínico Sistema de Gestão de qualidade 2018.

MEZZACAPPA, M. A.; FERREIRA, B. G. Perda de peso excessiva em recém‐nascidos a termo amamentados exclusivamente ao seio materno em um Hospital Amigo da Criança. Revista Paulista de Pediatria, 34, n. 3, p. 281-286, 2016.

MOREIRA, L. d. N. Evolução da colonização da microbiota fecal de recém-nascidos prematuros submetidos à colostroterapia. 2019. -, Universidade de São Paulo.

OLIVEIRA, G. d. C. Análise do catch-up de crescimento de uma coorte de recém-nascidos prematuros. 2015. (Mestrado saúde coletiva ) - saúde coletiva Universidade federal do Mato Groso.

OLSEN, I. E.; LAWSON, M. L.; FERGUSON, A. N.; CANTRELL, R. et al. BMI curves for preterm infants. Pediatrics, 135, n. 3, p. e572-e581, 2015.

PARLAPANI, E.; AGAKIDIS, C.; KARAGIOZOGLOU–LAMPOUDI, T. Anthropometry and body composition of preterm neonates in the light of metabolic programming. Journal of the American College of Nutrition, 37, n. 4, p. 350-359, 2018.

PEREIRA-DA-SILVA, L.; VIRELLA, D.; FUSCH, C. Nutritional Assessment in Preterm Infants: A Practical Approach in the NICU. Nutrients, 11, n. 9, p. 1999, 2019.

ROVER, M. M.; VIERA, C. S.; SILVEIRA, R. C.; GUIMARÃES, A. T. et al. Risk factors associated with growth failure in the follow‐up of very low birth weight newborns. Jornal de Pediatria (Versão em Português), 92, n. 3, p. 307-313, 2016.

RUGOLO, L. M. S. d. S. Crescimento e desenvolvimento a longo prazo do prematuro extremo. Jornal de pediatria, 81, n. 1, p. S101-S110, 2005.

SANTOS, V. d. A. Desfecho da utilização da terapia nutricional em pacientes de neonatologia. 2018.

SILVEIRA, R. C.; PROCIANOY, R. S. Preterm newborn's postnatal growth patterns: how to evaluate them. Jornal de pediatria, 95, p. 42-48, 2019.

SILVEIRA, R. d. C. Seguimento ambulatorial do prematuro de risco. PEDIATRIA, S. B. d. 1: 84 p. 2012.

SIMPLÍCIO, M. P. T.; RIBEIRO, A. Q.; SANT’ANA, L. F. R.; DE NOVAES, J. F. et al. Growth curves and dietary profile of preterm newborns with appropriate weight for gestational age during hospital stay. Rev Paul Pediatr, 30, n. 3, p. 359-368, 2012.

SOCIEDADE BRASILEIRA PEDIATRIA. Monitoramento do crescimento de RN pré-termos. . Departamento Científico de Neonatologia. 2017.

UNICEF. Levels & Trends in Child Mortality. Report 2014- Estimates Developed by the UN Inter-agency Group for Child Mortality. Organização mundial da saúde, , 2017.

UNICEF. Survive and thrive: transforming care for every small and sick newborn. Organização mundial da saúde, , 2018.

VARASCHINI, G. B.; MOLZ, P.; PEREIRA, C. S. Perfil nutricional de recém-nascidos prematuros internados em uma UTI e UCI neonatal. Cinergis, 16, n. 1, 2015.

VARGAS, C. L.; BERWIG, L. C.; DOS SANTOS STEIDL, E. M.; YAMAMOTO, R. C. et al. Crescimento de prematuros durante internação em unidade de tratamento intensivo neonatal/Growth of prematures during hospitalization in unit neonatal intensive care. Brazilian Journal of Development, 4, n. 1, p. 61-68, 2018.

VARGAS, C. L.; BERWIG, L. C.; STEIDL, E. M. d. S.; PRADE, L. S. et al., 2015, Prematuros: crescimento e sua relação com as habilidades orais. SciELO Brasil. 378-383.

WACHHOLZ, V. A.; COSTA, M. G.; KERBER, N. P. d. C.; GONÇALVES, C. V. et al. Relação entre a qualidade da assistência pré-natal e a prematuridade: Uma revisão integrativa. 2016.

ZHAO, Z.; DING, M.; HU, Z.; DAI, Q. et al. Trajectories of length, weight, and bone mineral density among preterm infants during the first 12 months of corrected age in China. BMC pediatrics, 15, n. 1, p. 91, 2015.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n10-432

Refbacks

  • There are currently no refbacks.