Atribuições do enfermeiro na educação sexual de mulheres adolescentes e a importância do planejamento familiar / Nurses 'attributions in sexual education of adolescent women and the importance of family planning

Airton César Leite, Mateus dos Santos Ramos Pinto, Thatielly Rodrigues de Morais Fé, Juliana Torres Avelino, Guilherme Gomes Carvalho, Annarelly Morais Mendes, Bianca Barroso de Sousa, Naldiana Cerqueira Silva

Abstract


A adolescência é definida, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) e adotada pelo Ministério da Saúde do Brasil, como o período entre os 10 e 19 anos de idade, no qual o ser humano passa por diversas transformações físicas, psíquicas e sociais. Analisar as evidências publicadas acerca das atribuições do enfermeiro na educação sexual de mulheres adolescentes e a importância do planejamento familiar. Trata-se de uma revisão integrativa realizada no mês de setembro de 2020, a busca realizou-se nas bases de dados LILACS, BDENF, MEDLINE, e IBECS por meio dos descritores: Adolescentes; Assistência de enfermagem; Educação sexual; Planejamento familiar e conector booleano “OR”, após os achados das publicações aderiu-se os cruzamentos com o operador booleano “AND”. O enfermeiro deve implementar medidas preventivas e efetivar ações de saúde que ajudem a reduzir a vulnerabilidade dos adolescentes quanto às IST e à gravidez precoce. Evidenciou-se que uso de contraceptivos orais e a atividade sexual precoce precisa ser bem orientados e a intervenção da equipe de enfermagem por meio do planejamento familiar e da educação sexual, é importante, principalmente, em relação aos efeitos colaterais e os impactos que a gestação na adolescência acarreta.

 

 


Keywords


Adolescentes; Assistência de enfermagem; Educação sexual; Planejamento familiar.

References


ALMEIDA, Maryla Pinto et al. Atenção em saúde no planejamento reprodutivo: atitudes e práticas de enfermeiros. Revista de Enfermagem da UFSM, v. 6, n. 2, p. 270-280, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/20490. Acesso em: 24 set. 2020.

ALVES, Letícia de Sousa; AGUIAR, Ricardo Saraiva. Saúde sexual e infecções sexualmente transmissíveis na adolescência: uma revisão integrativa. Nursing (Säo Paulo), p. 3683-3687, 2020. Disponível em: http://www.revistanursing.com.br/revistas/263/pg26.pdf. Acesso em: 24 set. 2020.

BARBOSA, Luciana Uchôa et al. Percepção de adolescentes sobre sexualidade e saúde reprodutiva: a escola como espaço de educação sexual. 2019. Disponível em: https://rua.ua.es/dspace/bitstream/10045/100848/6/CultCuid_55-25-34.pdf. Acesso em: 24 set. 2020.

BORGES, João Paulo Assunção; DE MOURA-FERREIRA, Maria Cristina. Orientação sexual para adolescentes: conhecimento e prática de docentes das escolas públicas. Revista de Enfermagem e Atenção à Saúde, v. 4, n. 1, 2015. Disponível em: http://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/enfer/article/view/1266. Acesso em: 24 set. 2020.

BOTELHO, Louise Lira Roedel; DE ALMEIDA CUNHA, Cristiano Castro; MACEDO, Marcelo. O método da revisão integrativa nos estudos organizacionais. Gestão e sociedade, v. 5, n. 11, p. 121-136, 2011. Disponível em: https://www.gestaoesociedade.org/gestaoesociedade/article/view/1220/906. Acesso em: 24 set. 2020.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal, 1988.

BRASIL. Lei nº 9.263, de 12 de janeiro de 1996. Regula o § 7º do art. 226 da Constituição Federal, que trata do planejamento familiar, estabelece penalidades e dá outras providências. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 15 jan. 1996.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde Sexual e Saúde Reprodutiva / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. -Brasília: Ministério da Saúde, 2010.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher: princípios e diretrizes. Brasília: Ministério da Saúde, 2004.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Área Técnica de Saúde da Mulher. Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos: uma prioridade do governo. Brasília: Ministério da Saúde, 2005.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde. Área Técnica de Saúde da Mulher. Assistência em Planejamento da Família: manual técnico. 4. ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2002.

BRINGEL, Nayanne Maria Magalhães et al. Posturas e estratégias sobre sexualidade a partir do programa saúde na escola: discursos de professores. Revista de Enfermagem da UFSM, v. 6, n. 4, p. 494-506, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/21538. Acesso em: 24 set. 2020.

CAMPOS, Helena Maria et al. Diálogos com adolescentes sobre direitos sexuais na escola pública: intervenções educativas emancipatórias!. Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais, v. 13, n. 3, p. 1-16, 2018. Disponível em: http://seer.ufsj.edu.br/index.php/revista_ppp/article/view/3107. Acesso em: 24 set. 2020.

CASTRO JÚNIOR, André Ribeiro de et al. Consulta de enfermagem no cuidado ambulatorial às juventudes. Rev. enferm. UFPE on line, p. 1157-1166, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/239115/31854. Acesso em 24 set. 2020.

CORTEZ, Elaine Antunes; SILVA, Lauanna Malafaia da. Pesquisa-ação: promovendo educação em saúde com adolescentes sobre infecção sexualmente transmissível. Rev. enferm. UFPE on line, p. 3642-3649, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/viewFile/234495/27699. Acesso em: 24 set. 2020.

DE ARAÚJO, Anna Karolina Lages; NERY, Inez Sampaio. Conhecimento sobre contracepção e fatores associados ao planejamento de gravidez na adolescência. Cogitare Enfermagem, v. 23, n. 2, 2018. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/55841. Acesso em: 24 set. 2020.

DE JESUS PARCERO, Sonia Maria et al. Características do relacionamento entre a mulher e seu parceiro na ocorrência de gravidez não planejada. Revista Baiana de Enfermagem‏, v. 31, n. 2, 2017. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/enfermagem/article/view/17332. Acesso em: 24 set. 2020.

DE PAIVA, Carla Cardi Nepomuceno et al. Atividades educativas do planejamento reprodutivo sob a perspectiva do usuário da Atenção Primária à Saúde. Revista de APS, v. 22, n. 1, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/aps/article/view/16675. Acesso em: 24 set. 2020.

FLORES, Gabriela Tavares; LANDERDAHL, Maria Celeste; CORTES, Laura Ferreira. Ações de enfermeiras em planejamento reprodutivo na atenção primária à saúde. Revista de Enfermagem da UFSM, v. 7, n. 4, p. 643-655, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/25777. Acesso em: 24 set. 2020.

FRANCO, Maurilo de Sousa et al. Educação em saúde sexual e reprodutiva do adolescente escolar. Rev. enferm. UFPE on line, p. [1-8], 2020. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/244493/36298. Acesso em: 24 set. 2020.

HAERTEL, Juliana Costa et al. Saberes e práticas sobre o uso do contraceptivo hormonal oral por mulheres em idade fértil. J. nurs. health, p. 20101009-20101009, 2020. Disponível em: https://d1wqtxts1xzle7.cloudfront.net/63789047/520200630-37122-123eb64.pdf?1593534043=&response-content-disposition=inline%3B+filename%3DKnowledge_and_practices_on_the_use_of_or.pdf&Expires=1601174650&Signature=O9ODwCLjhEejlIYrxk7K9Rjli99JSgiv9hcw9QIEHQnoAMtKQ4h6L5rXSGiAH8cuTkt~u3lcN~4pepsa0yL3fs0mpJDxEnHkgS24AaiaadWC6dUY0eFQOxw0~2JDORKnewONtnRwIQC9y8cXPbTPxWVWUFQoe-jnn57RK1qOE-VG10NWqp54uG56EE1zNuesRZSRWwFtdeZ9RBdcpweuS32b9o0SStH2NJsIN9ORgcXv1Cl~Tug4D3tSaBLEfVP687an8mPIxy7vhawlqDo9iSk8fAdtNCozE5kayHp~d4TDjmbCTFVHph76KEJ56JYI0tg0dsarD1nIhRYAqRyCg__&Key-Pair-Id=APKAJLOHF5GGSLRBV4ZA. Acesso em: 24 set. 2020.

HEREDIA-MARTÍNEZ, Henny Luz; ARTMANN, Elizabeth; NASCIMENTO, Marcos. Desvendando barreiras de gênero no acesso de adolescentes à informação sobre saúde sexual e reprodutiva na Venezuela. Cadernos de Saúde Pública, v. 36, p. e00193918, 2020.

LARA, Lucia Alves da Silva. Sexualidade na adolescente. Femina, p. 198-205, 2019. Disponível em: http://docs.bvsalud.org/biblioref/2020/07/1103056/femina-2019-198-205.pdf. Acesso em: 24 set. 2020.

LUZ, Cintia Aparecida Souza et al. Núcleo de apoio à saúde da família para gestante num grupo educativo: relato de experiência. CuidArte, Enferm, p. 199-203, 2019. Disponível em: http://www.webfipa.net/facfipa/ner/sumarios/cuidarte/2019v2/199.pdf. Acesso em: 24 set. 2020.

MENDES, Karina Dal Sasso; SILVEIRA, Renata Cristina de Campos Pereira; GALVÃO, Cristina Maria. Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & contexto enfermagem, v. 17, n. 4, p. 758-764, 2008. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/714/71411240017.pdf. Acesso em: 24 set. 2020.

MIRANDA, Patrícia et al. Contraceção em Adolescentes: Conhecimentos e Práticas em Portugal. Acta Medica Portuguesa, v. 32, 2019. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Pascoal_Moleiro/publication/334974694_Contraception_for_Adolescents_Knowledge_and_Practices_in_Portugal_Contracecao_em_Adolescentes_Conhecimentos_e_Praticas_em_Portugal/links/5d48afb7a6fdcc370a7f7d67/Contraception-for-Adolescents-Knowledge-and-Practices-in-Portugal-Contracecao-em-Adolescentes-Conhecimentos-e-Praticas-em-Portugal.pdf. Acesso em: 24 set. 2020.

MOLINA, Mariane Cristina Carlucci et al. Conhecimento de adolescentes do ensino médio quanto aos métodos contraceptivos. Mundo Saúde [Internet], v. 39, n. 1, p. 22-31, 2015. Disponível em: http://www.saocamilo-sp.br/pdf/mundo_saude/155569/A02.pdf. Acesso em: 24 set. 2020.

OLIVEIRA, Isabelly Gomes de; SANTOS, Lydia Vieira Freitas dos. Verificação de fatores de risco à saúde entre mulheres usuárias de métodos contraceptivos hormonais em Redenção-CE. 2016. Disponível em: http://www.repositorio.unilab.edu.br:8080/xmlui/bitstream/handle/123456789/576/Isabelly%20Gomes%20de%20Oliveira.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 24 set. 2020.

OLIVEIRA, Pâmela Roberta de et al. Gravidez na adolescência: um desafio crítico para os países do cone sul. J. Health NPEPS, p. 506-526, 2018. Disponível em: http://docs.bvsalud.org/biblioref/2019/03/981432/3115-11080-1-pb.pdf. Acesso em: 24 set. 2020.

OSIS, M. J. M. D. Paism: um marco na abordagem da saúde reprodutiva no Brasil. Cad. Saúde Pública. Rio de Janeiro, 14(Supl. 1):25-32, 1998.

PEREIRA, Adriana Soares et al. Metodologia da pesquisa científica. 2018. Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1. Acesso em: 24 set. 2020.

PINHEIRO, Aldrin de Sousa; SILVA, Lucia Rejane Gomes da; TOURINHO, Maria Berenice Alho da Costa. A estratégia saúde da família e a escola na educação sexual: uma perspectiva de intersetorialidade. Trabalho, Educação e Saúde, v. 15, n. 3, p. 803-822, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/tes/v15n3/1678-1007-tes-15-03-0803.pdf. Acesso em: 24 set. 2020.

PINHEIRO, Yago Tavares; PEREIRA, Natália Herculano; FREITAS, Giane Dantas de Macêdo. Fatores associados à gravidez em adolescentes de um município do nordeste do Brasil. Cadernos Saúde Coletiva, v. 27, n. 4, p. 363-367, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/cadsc/v27n4/1414-462X-cadsc-27-4-363.pdf. Acesso em: 24 set. 2020.

PRAXEDES, Marcela Lima Silveira; QUEIROZ, Maria Veraci Oliveira. Efetividade de intervenções educativas sobre contracepção na adolescência: revisão sistemática da literatura. Revista Eletrônica de Enfermagem, v. 20, 2018. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/fen/article/view/51274. Acesso em: 24 set. 2020.

RAMOS, Larissa de Andrade Silva et al. Uso de métodos anticoncepcionais por mulheres adolescentes de escola pública. Cogitare Enferm, v. 23, n. 3, p. e55230, 2018. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Augusto_Araujo_Filho/publication/327006668_Uso_de_metodos_anticoncepcionais_por_mulheres_adolescentes_de_escola_publica/links/5b7b288c299bf1d5a718ce8b/Uso-de-metodos-anticoncepcionais-por-mulheres-adolescentes-de-escola-publica.pdf. Acesso em: 24 set. 2020.

RIBEIRO, Wanderson Alves et al. A gravidez na adolescência e os métodos contraceptivos: a gestação e o impacto do conhecimento. Nursing (Säo Paulo), p. 2990-2994, 2019. Disponível em: http://www.revistanursing.com.br/revistas/253/pg98.pdf. Acesso em: 24 set. 2020.

SANCHES, Mário Antônio; SIMÃO-SILVA, Daiane Priscila. Planejamento familiar: do que estamos falando? Revista Bioética, v. 24, n. 1, p. 73-82, 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/bioet/v24n1/1983-8034-bioet-24-1-0073.pdf. Acesso em: 24 set. 2020.

SEHNEM, Graciela Dutra et al. Saúde sexual e reprodutiva dos adolescentes: percepções dos profissionais em enfermagem. Avances en Enfermería, v. 37, n. 3, 2019. Disponível em: https://revistas.unal.edu.co/index.php/avenferm/article/view/78933. Acesso em: 24 set. 2020.

SILVA, Marielle Jeani Prasnievski da et al. Gravidez na adolescência: uso de métodos anticonceptivos e suas descontinuidades. REME rev. min. enferm, p. e-1220, 2019. Disponível em: https://cdn.publisher.gn1.link/reme.org.br/pdf/e1220.pdf. Acesso em: 24 set. 2020.

SOUSA, Luís Manuel Mota Sousa et al. Metodologia de revisão integrativa da literatura em enfermagem. 2017. Disponível em: https://repositorio-cientifico.essatla.pt/bitstream/20.500.12253/1311/1/Metodologia%20de%20Revis%c3%a3o%20Integrativa_RIE21_17-26.pdf. Acesso em: 24 set. 2020.

SOUZA, Marcela Tavares de; SILVA, MICHELLY Dias da; CARVALHO, Rachel de. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein (São Paulo), v. 8, n. 1, p. 102-106, 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/eins/v8n1/pt_1679-4508-eins-8-1-0102. Acesso em: 24 set. 2020.

TAQUETTE, Stella Regina et al. Saúde sexual e reprodutiva para a população adolescente, Rio de Janeiro, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, v. 22, p. 1923-1932, 2017. Disponível em: https://www.scielosp.org/pdf/csc/2017.v22n6/1923-1932/pt. Acesso em: 24 set. 2020.

VIEIRA, Elisabeth Meloni et al. Gravidez na adolescência e transição para a vida adulta em jovens usuárias do SUS. Revista de Saúde Pública, v. 51, p. 25, 2017. Disponível em: https://www.scielosp.org/article/rsp/2017.v51/25/pt/. Acesso em: 24 set. 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n10-397

Refbacks

  • There are currently no refbacks.