COVID-19 e o trabalho de docente: a potencialização de aspectos precários / COVID-19 and the professor job: the potentiation of the precariousness

Natália Leal Vio, Isabella de Oliveira Pascoal, Mário Lázaro Camargo, Marianne Ramos Feijó

Abstract


 O artigo trata do trabalho docente no Brasil antes e após pandemia por COVID-19, pautado em revisão bibliográfica que permitiu estudar aspectos negativos associados a exigências, condições de trabalho, mercantilização da Educação, relações interpessoais e desvalorização da profissão. O isolamento social na pandemia de COVID-19 agrava a precariedade das condições de trabalho docente e os fatores de vulnerabilidade ao adoecimento e sofrimento de tal grupo de pessoas, das quais depende também a qualidade da Educação.

  

 


Keywords


Trabalho; Professor; Saúde Mental, Home Office, COVID-19.

References


Abonizio, G. (2010). Precarização do trabalho docente: apontamentos a partir de uma análise bibliográfica. Revista Ensino de Sociologia em Debate, 1(1), 1-28. Retirado de http://www.uel.br/revistas/lenpes-pibid/pages/arquivos/1%20Edicao/1ordf.%20Edicao.%20Artigo%20ABONIZIO%20G.pdf

Camacho, A. C. L. F., Joaquim, F. L., Menezes, H. F. de, & Sant’ Anna, R. M. (2020). Tutoring in distance education in times of COVID-19: relevant guidelines. Research, Society and Development, 9(5), e30953151. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i5.3151

Cardoso, H. F., Feijó, M. R., & Camargo, M. L. (2018). O papel do Psicólogo Organizacional e do Trabalho (POT) na prevenção dos fatores psicossociais de risco. In M. L. G. Schmidt, M. F. Castro, & M. M. Casadore (Orgs.). Fatores Psicossociais e o Processo Saúde/Doença no Trabalho (pp. 111-136). São Paulo: FiloCzar.

Costa, F. A. et al. (2020). COVID-19: seus impactos clínicos e psicológicos na população idosa. Brazilian Journal of Development, 6(7), 49811-49824. https://doi.org/10.34117/bjdv6n7-580

Ferreira, L. H. & Barbosa, A. B. (2020). Lições de quarentena: limites e possibilidades da atuação docente em época de isolamento social. Práxis Educativa, 15, e2015483, 1-24. https://doi.org/10.5212/PraxEduc.v.15.15483.076

Ferreira, M. G. & Barbosa, E. I. (2020). Antagonismo do isolamento: o distanciamento que protege e vulnerabiliza frente ao contexto de pandemia. Health Residencies Journal (HRJ), 1(3), 1-5(editorial). Recuperado de https://escsresidencias.emnuvens.com.br/hrj/article/view/36

Lobo, L. P. N. (2014). A precarização do trabalho docente nas escolas públicas estaduais da Bahia. Revista Florestan, 1(2), 237-252. Recuperado de http://www.revistaflorestan.ufscar.br/index.php/Florestan/article/view/60

Losekann, G. C. B. R., & Mourão, H. C. (2020). Desafios do teletrabalho na pandemia COVID-19: quando o home vira office. Caderno de Administração, 28, 71-75. https://doi.org/10.4025/cadadm.v28i0.53637

Machado, G., Santos, A., & Silva, R. (2020). Trabalho docente: reflexões sobre a saúde e o sofrimento psíquico do professor. Revista Prâksis, 1, 16-30. doi:https://doi.org/10.25112/rpr.v1i0.2034

Oliveira, A. (2020). A espacialidade aberta e relacional do lar: a arte de conciliar maternidade, trabalho doméstico e remoto na pandemia da COVID-19. Revista Tamoios, 16(1). doi:https://doi.org/10.12957/tamoios.2020.50448

Oliveira, D. A. (2004). A reestruturação do trabalho docente: precarização e flexibilização. Educação & Sociedade, 25(89), 1127-1144. https://doi.org/10.1590/S0101-73302004000400003

Organização Mundial da Saúde. (2020). Coronavirus disease (COVID-19) Pandemic. Retirado de https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019

Pereira, V. A. (2020). Existências ameaçadas: A Educação Ambiental em tempos de COVID-19. Brazilian Journal of Development, 6(4), 21254-21271. https://doi.org/ 10.34117/bjdv6n4-337

Queiroga, F. (Org.). (2020). Orientações para o home office durante a pandemia da COVID-19. (Coleção O trabalho e as medidas de contenção da COVID-19: contribuições da Psicologia Organizacional e do Trabalho; 1). Porto Alegre: Artmed. Retirado de https://www.sbpot.org.br/publicacoes/livros/volume-1-orientacoes-para-o-home-office-durante-a-pandemia-da-covid-19/

Rodrigues, A. C. A., Moscon, D. C. B., Queiroz, G. C., & Silva, J. C. (2020). Trabalhadores na pandemia: múltiplas realidades, múltiplos vínculos. In Melissa Machado de Moraes (Org.). Os impactos da pandemia para o trabalhador e suas relações com o trabalho (pp. 1-14). (Coleção o trabalho e as medidas de contenção da COVID-19: contribuições da Psicologia Organizacional e do Trabalho; 2). Porto Alegre: Artmed. Retirado de https://www.sbpot.org.br/noticias/os-impactos-da-pandemia-para-o-trabalhador-e-suas-relacoes-com-o-trabalho-ebook-do-volume-2/

Sampaio, M. M. F., & Marin, A. J. (2004). Precarização do trabalho docente e seus efeitos sobre as práticas curriculares. Educação & Sociedade, 25(89), 1203-1225. https://doi.org/10.1590/S0101-73302004000400007




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n10-342

Refbacks

  • There are currently no refbacks.