A música rap em Manaus: seguindo os rastros desta Hidra Urbana / Rap music in Manaus: following the tracks of this Urban Hydra

Sidney Barata de Aguiar, Michel Justamand

Abstract


O hip hop na cidade de Manaus apresenta-se como uma Hidra Urbana, por causa da sua capacidade de recriar seus conceitos, estéticas sonoras, corporais e visuais. Mas sempre mantendo sua coluna cervical que pode ser retratada pelos seus quatro elementos constituintes (rap, dj, breakdance e grafitti). Neste trabalho exporemos alguns apontamentos sobre a música rap na cidade de Manaus e como ao longo das últimas décadas, esta manifestação musical vem conquistando espaços nas periferias do Brasil e do mundo. Faremos um breve tour histórico e virtual pelo ritmo a partir do acesso e utilização da tecnologia dos leitores de barras bidimensional conhecidos como QR Code (Quick Response Code) ou Código de Resposta Rápida em língua portuguesa. Uma tentativa de facilitar o processo de ensino e aprendizagem no espaço escolar sobre as temáticas da História da cultura africana e afro-brasileira.


Keywords


Hip hop, Música rap, Educação, Manaus.

References


AGUIAR, S. B. de. Quatro cabeças de uma Hidra Urbana e um Bumerangue Africano na cultura Hip hop na cidade de Manaus. 2017-2018. 17 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) - Programa de Pós-graduação Lato Sensu em Desenvolvimento, Etnicidade e Políticas Públicas na Amazônia (DEPPA) do IFAM - CMZL (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas - Campus Manaus/Zona Leste), Manaus, 2017-2018.

------------------------- Hip hop de leste a oeste de Manaus: quatro cabeças de uma Hidra Urbana e um Bumerangue Africano In: Encontro Internacional e XVIII Encontro de História da ANPUH-RIO: História e Parcerias, 2018, Niterói - RJ.

Anais do Encontro Internacional XVIII Encontro de História da ANPUH - RIO: História e Parcerias. Niterói - Rio de Janeiro: ANPUH - RIO, 2018.

------------------------- Hip hop de leste a oeste de Manaus: quatro cabeças de uma Hidra Urbana e um Bumerangue Africano. In Anais do X Encontro regional Norte de História Oral: (Des)colonialidades, Memórias e linguagens na Amazônia. Universidade Federal do Amazona (UFAM), Manaus/Amazonas, 2017.

-------------------------- Hip hop de leste a oeste de Manaus: quatro cabeças de uma Hidra Urbana. O fim do silêncio: presença negra na Amazônia/Patrícia Melo Sampaio (Organizadora). – Belém: Editora Açaí; CNPq, 2011.

CARDOSO, C. F. Domínios da História: ensaios de teoria e metodologia / Ciro Flamarion Cardoso, Ronaldo Vainfas (Orgs.). - Rio de Janeiro: Campus, 1997.

FÉLIX, J. B. de J. Chic Show e Zimbabwe e a construção da identidade nos bailes black paulistanos. 2000. 202 f. Dissertação de Mestrado – Antropologia Social – Universidade de São Paulo (USP), São Paulo, 2000.

GASKELL, I. História das Imagens. In. BURKE, Peter (org.). A escrita da história. São Paulo: Edunesp, 1992.

MARTINS, R. Hip Hop: o estilo que ninguém segura. Santo André – SP: Prima Linea ESTec Editores Associados, 2005.

KASEONE; DIAS, R. Hip hop: cultura de rua. – São Paulo: HHB Studio & Posse Suatitude. Prefeitura de São Paulo, 2015.

OLIVEIRA, R. S. de. História / Regina Soares de Oliveira, Vanusia Lopes de Almeida, Vitória Azevedo da Fonseca; Márcio Roberto de Oliveira Cano, Coordenador. – São Paulo: Blucher, 2012. (Coleção a reflexão e a prática de ensino; 6).

PEREIRA. D. C. O conhecimento histórico sob a perspectiva da didática da história pública. Revista Transversos. “Dossiê: As NTICs e a escrita da história no tempo presente”. Rio de Janeiro, nº. 11, pp.63-80, Ano 04. dez. 2017. Disponível em: ISSN 2179-7528. DOI: 10.12957/transversos.2017.31582

PESSOA, S. Funk: a música que bate. Manaus: Coletivo Gens da Selva/Editora valer, 2000.

PINSKY. C. B. (Org.). Fontes históricas. - 2.ed., Ia Reimpressão. - São Paulo: Contexto, 2008.

PIMENTA. R. M. Nosso futuro em um post, cultura da velocidade, big data e a novo desafio dos “peixes” para os historiadores da era digital. Revista Transversos. “Dossiê: As NTICs e a escrita da história no tempo presente”. Rio de Janeiro, nº. 11, pp.09-22, Ano 04. dez. 2017. Disponível em: ISSN 2179-7528. DOI: 10.12957/transversos.2017.31510.

PIMENTEL, S. O livro vermelho do hip hop. Monografia de conclusão do curso de jornalismo. São Paulo: Universidade de São Paulo (USP), 1997.

VASCONCELOS NETO, A. C. de. A música das cachoeiras. Manaus: FUA, 2013.

VIANNA, H. O mundo funk carioca. - Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1997.

Sites Consultados

https://www.dominiopublico.gov.br https://www.cartacapital.com.br/blogs/intervozes/direitos-indigenas-territorios-e-comunicacao-532.html

soundcloud.com/musicadascachoeiras

https://www.videodasaldeias.org.br/2009/

https://www.youtube.com/watch?v=5Jd4TgSrlgY

https://www.quilombodoribeira.gov.br/vale-do-ribeira

https://www.acordacultura.org.br/-

https://escribacafe.com

https://youtu.be/mcCK99wHrk0

https://youtu.be/lBy7htKtXmk

https://youtu.be/S7ZWxkaaeFE

https://youtu.be/RiNJwEFWoPo

https://youtu.be/L9Bqwj6kzrk

https://youtu.be/0d7wBbdNwr8

https://youtu.be/i36dXH21Arg

https://youtu.be/VMyEUwnt0aQ




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n10-283

Refbacks

  • There are currently no refbacks.