O uso da maconha para o tratamento da esclerose múltipa / The use of marijuana for the treatment of multiple sclerosis

Alexia Bárbara Porto Mollinar, Aniele de Lima Leal, Caroline Pimentel Barleta, Ingrid de Paula Costa Pereira, Jéssica Murilo Salvador, Jéssica Sabrina Feitosa Araújo, Márcia Cristina Monteiro Guimarães, Mauro Marcelo Furtado Real Junior

Abstract


A esclerose múltipla (EM) é considerada como doença crônica, que tem como característica ser degenerativa afetando o sistema nervoso central que como consequência provoca fraqueza, inflamação muscular e perda da coordenação motora nos indivíduos. Assim no caso da utilização da maconha na EM, estudos comprovam que o uso de derivados da Cannabis sativa, tais como o Canabidiol (CBD) e o Δ9 tetrahidrocanabinol (Δ9-THC) podem ser aliados no tratamento da doença. Desse modo o trabalho tem como objetivo a realização de um estudo sobre a importância do uso da substância da Cannabis no tratamento da esclerose múltipla verificando assim seus principais benefícios e cuidados para a sua recomendação medica. A metodologia em questão foi realizada com base em revisão de literatura utilizando-se uma abordagem qualitativa de natureza exploratória, sob o método de revisão bibliográfica. Os resultados da pesquisa demostram que o uso dessa substância pode ser considerado como uma terapia alternativa no processo de tratamento de pacientes que apresentam EM, para que o mesmo possa uma qualidade de vida melhor ao longo do tempo. Como conclusão destaca-se que as evidências até o presente momento têm mostrado efeitos benéficos dos canabinóides em distúrbios do sistema nervoso, todavia, compreende-se que ainda necessita-se de estudos de longo prazo, abrangendo uma amostra maior de pacientes.

  

 


Keywords


Canabidiol, Doenças neurológicas, Esclerose múltipla, Epilepsia, Dor.

References


AGURELL, S., et al. Pharmacokinetics and metabolism of delta 1-tetrahydrocannabinol and other cannabinoids with emphasis on man. Pharmacol Rev, 38, pp. 21-43, 2006.

BRASIL. AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA. RDC 66/2016, permite a prescrição médica e a importação, por pessoa física, de produtos que contenham as substâncias Canabidiol e Tetrahidrocannabinol (THC) em sua formulação, exclusivamente para uso próprio e para tratamento de saúde. Brasilia: DF, 2017.

BENNAROCH, E.E. Synaptic effects of cannabinoids: complexity, behavioral effects and potential clinical implications. Neurology 2014;83:1958-67. http://dx.doi.org/10.1212/WNL.0000000000001013

CALABRESI, P.A. Diagnosis and Management of multiple sclerosis. Am Fam Physician, v.12, n.2, p.7-10, 2005.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 9. ed. São Paulo: Atlas, 2017.

HONORIO, K.M.; ARROIO, A., SILVA, A.B.F. Aspecto terapêutico de compostos da planta Cannabis sativa. Revista Química Nova, v. 29, n. 2, p. 318-325, 2006.

HONARMAND, K.; TIERNEY, M.C.; O’CONNOR, P.; FEINSTEIN, A. Effects of cannabis on cognitive function in patients with multiple sclerosis. Neurology 2011;769:1153-60. http://dx.doi.org/10.1212/WNL.0b013e318212ab0c

JARVIS, S.; RASSMUSSEN, S.; WINTERS, B. Role of the Endocannabinoid System and Medical Cannabis. The Journal for Nurse Practitioners. 2017; 13(8):525–531. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.nurpra.2017.05.014. Acesso em: 29 Ago. 2019.

JESUS, A.; FERNANDES, L.; ELIAS, P.; SOUZA, A. Legalização da maconha para fins medicinais. Revista Do Curso De Direito Do Centro Universitário Brazcubas, v4, n.1, 2017.

LESSA, M. A.; CAVALCANTI I. L.; FIGUEIREDO, N. V. Derivados canabinóides e o tratamento farmacológico da dor. Revista Dor, v.17, p. 47-51, mar, 2016.

MACHADO, S. et al. Recomendações Esclerose Múltipla. 1. ed. São Paulo: Omnifarma, p. 76-80, 2012.

NOTCUTT, W.; LANGFORD, R.; DAVIES, P.; RARCLIFFE, S.; POTTS, R. A placebo- controlled, parallel-group, randomized withdrawal study of subjects with symptoms of spasticity due to multiple sclerosis who are receiving long-term Sativex (nabiximols). Mult Scler 2012; 18: 219-28. http://dx.doi.org/10.1177/1352458511419700

NUNES, K.M.S., et al. Canabidiol (Cannabis Sativa): Associada No Tratamento De Doenças Neurológicas E Sua Legalização. Revista Brasileira Militar de Ciências. ed.7, p. 14-21, novembro de 2017. Disponível em: http://revista.uninga.br/index.php/uningareviews/article/ view/1609/1219. Acesso em 02 de abril de 2019.

PAMPLONA, F. A. Quais são e pra que servem os medicamentos à base de Cannabis? Revista da Biologia. Rio de Janeiro, v. 13, n. 1. p. 28-35, 2014.

PERNONCINI, K.V.; OLIVEIRA, R.M. Usos Terapêuticos Potenciais do Canabidiol Obtido da Cannabis sativa. Revista Uningá Review. v. 20, n. 3, jan, 2018.

RAIMUNDO, P. G.; SOUZA, P. R. K. Cannabis Sativa L.: Os Prós e Contras do Uso Terapêutico de uma Droga de Abuso. Revista Brasileira de Ciências da Saúde. v. 3, n. 13, set, 2007.

RABELO, Andressa Q.; GOMES, Washington P.; KOHN, Luciana K. Uso terapêutico de canabinóides na esclerose múltipla. Disponível em: http://ensaios.usf.edu.br/ensaios/article/download/134/80. Acesso em: 10 set. 2020.

RANG, H.P.; DALE, M. M.; RITTER, J. M. Farmacologia. 8ª ed. Rio de Janeiro: Elsevier, p. 231-238, 2016.

RODRIGUES, M.E.; ZUMSTEI, N.L.S. Legalização e descriminilização da cannabis. Direito & Realidade. 2018; 6(5):41-52. Disponível em: www.fucamp.edu.br/editora/index.php/direitorealidade/article/download/.../888. Acesso em 19 ago. 2019

SANTOS, V. M. Diagnóstico de esclerose múltipla por ressonância magnética. São Paulo. Revista Remecs. v. 3, n. 5, 2018.

SILVA, A.S., GOMES, J.; PALHANO, M.B.; ARANTES, A.C.Y. A maconha nas perspectivas contemporâneas: benefícios e malefícios: Imagem: StockPhotos. Revista Científica Da Faculdade De Educação E Meio Ambiente, 9(2), 786-795, 2018.

SOUZA, A. A. F.; SILVA, A. F. M.; SILVA, T. F.; OLIVEIRA, C. R. Cannabis sativa: uso de fitocanabinóides para o tratamento da dor crônica. Brazilian Journal of Natural Sciences. v. 1, n. 2, fev, 2019.

VANJURA, M.O., FERNANDES, D.R., PONTES, L.F.; SANTOS, J.C.; TERRA JÚNIOR, A.T. Drogas De Abuso: Maconha E Suas Consequências: Imagem: about Farma. Revista Científica da faculdade de educação e meio Ambiente, 9(edesp), 565-569, 2018.

ZAJICEK, J.P.; HOBART, J.C.; SLADE, A.; BARNES, D.; MATTISON, P.G. Multiple sclerosis and extract of cannabis: results of MUSEC trial. J Neurol Neurosurg Psychiatr 2012;83:1125-32. http://dx.doi.org/10.1136/jnnp-2012-302468




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n10-256

Refbacks

  • There are currently no refbacks.