A importância da ludicidade na educação infantil para o processo de ensino aprendizagem / The importance of ludicity in childhood education for the teaching learning process

Maria de Fátima dos Santos Pereira, Ana Paula Timóteo de Lima, Amanda Malena dos Santos Pereira

Abstract


A presente pesquisa objetiva analisar as estratégias da ludicidade como ferramenta pedagógica para o processo de ensino aprendizagem por meio da análise do parecer dos docentes a questionários semiestruturados. Essa análise acontecera em uma escola da rede pública, investigando como os professores da Educação Infantil costumam inserir a ludicidade na sala de aula e como isso tem contribuído para a aprendizagem. A ludicidade na Educação Infantil tem possibilitado o avanço da qualidade no processo de aprendizagem da criança, desenvolvendo habilidades fundamentais nesse processo. Os dados coletados e analisados permitem verificar que o professor como mediador não pode ser um expectador precisa participar e ensinar a brincar, brincando. Este trabalho está fundamentado em autores como: Kishimoto (2008), Santos (1999), Sneyders (1996), Vygotsky (1984).

Keywords


Ludicidade, Brincadeiras, Ensino-Aprendizagem.

References


BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referenciais Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Volumes 1. Brasília: MEC/SEF,1998.

Gil, Antônio Carlos. (2017). Como elaborar projetos de pesquisa. (5ª ed.). São Paulo: Atlas.

KISHMOTO, T. M. (Org.). Jogo, brinquedo, brincadeiras e a educação.11. ed. São Paulo:Cortez,2008

KISHIMOTO, Tizuko Morchida (Org.). Jogo, Brinquedo, Brincadeira e a educação. 2.ed. São Paulo: Cortez, 1997.

RAU, M. C. T. D. A ludicidade na Educação: uma atitude pedagógica. 2º edição, 2011

REGO, C. T. Vigotsky: Uma perspectiva histórico-cultural da educação. Petrópolis: Vozes, 1995.

RICHARDSON, Roberto Jarry. (2014). Pesquisa Social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas.

SANTOS, S. M. P. dos (Org.). O lúdico na formação do educador. Petrópolis: Vozes,1997.

SNEYDERS, Georges. Alunos felizes. São Paulo: Paz e Terra,1996.

VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. São Paulo: M. Fontes,1984.

WAJSKOP,Gisela. O brincar: 0 a 6 anos. São Paulo: Editora supergraf, 2009.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n10-253

Refbacks

  • There are currently no refbacks.