Complexidades inerentes a formação de professores da educação infantil mediante o novo plano nacional de educação/Complexities inherent in the training of early childhood education teachers through the new national education plan

Marcia Pereira Wildemberg, Ivonicléia Gonçalves Boroto, Graciele Alves Santiago

Abstract


Discussões envolvendo a educação infantil – primeira etapa da educação básica – têm se tornado cada vez mais constantes e intensas nos últimos tempos. Dentre os vários investimentos em torno dessa etapa da educação encontramos o novo Plano Nacional de Educação (PNE/2014-2024), com estratégias que contemplam a formação continuada dos professores que estão atuando nas salas de aula de educação infantil. Este estudo tem por objetivo apresentar uma reflexão acerca da formação de professores da educação infantil e a sua relação com o novo Plano Nacional de Educação, visando demonstrar a importância do processo de formação como uma ferramenta imprescindível para o alcance da meta proposta para a educação infantil no PNE.


Keywords


Educação infantil, Formação de professores, Plano Nacional de Educação,Qualidade.

References


BARBOSA, M. C. S. Por amor e por força: Rotinas na educação infantil. Porto Alegre: Artmed, 2006.

BRASIL. Lei Federal n.º 9394, 20 dezembro 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília 1996.

BRASIL. Plano Nacional de Educação. PNE 2014-2024 [recurso eletrônico]. PNE 2014-2024. Lei 13.005, de 25 de junho de 2014. Brasília: Câmara dos Deputados, Edições Câmara, 2014.

GIROUX, H. A. Os professores como intelectuais: rumo a uma pedagogia crítica da aprendizagem. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

KRAMER, S. Criança e legislação: A educação de 0 a 6 anos. Comunicação mesa-redonda “Criança e Legislação”. XI Reunião Anual da ANPED (Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação). Porto Alegre, 1988.

LIBÂNEO, J. C. Reflexividade e formação de professores: outra oscilação do pensamento pedagógico brasileiro. In: PIMENTA, S. G.; GHEDIN, E. (orgs). Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

MÉSZÁROS, I. A educação para além do capital. 2. ed. São Paulo: Boitempo, 2008.

MONASTA, A.Antonio Gramsci. Coleção educadores. Recife-Fundação Joaquim Nabuco: Editora Massangana. MEC, 2010.

NOVOA, A.Formação continua de professores: realidades e perspectivas. 1º Congresso nacional da formação continua de professores. Aveiro: Universidade de Aveiro, 1991.

OLIVEIRA, Z. (org) Creches: crianças, faz de conta & Cia. Petrópolis, RJ: Vozes, 1992.

_________.O trabalho do professor na educação infantil. São Paulo: Biruta, 2012.

PIMENTA, S. G.Professor reflexivo: construindo uma crítica. In: PIMENTA, S. G.; GHEDIN, E. (orgs). Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

RAMOS, J.S.S. Rotina na educação Infantil: saberes docentes. Departamento de Educação – UFRN, 1980.

ROSEMBERG, F. Educação Infantil, classe, raça e gênero. Cad. Pesq. São Paulo, n.96, p.58 -65, fev. 1996.

SAVIANI, D. A formação de professores: aspectos históricos e teóricos do problema no contexto brasileiro. Revista Brasileira de Educação v. 14 n.40, jan./abr. 2009.

ZABALZA, M. A. Qualidade na educação infantil. Porto Alegre: Artmed, 1998.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n10-176

Refbacks

  • There are currently no refbacks.