Perfil clínico, sociodemográfico e obstétrico de mulheres em situação de abortamento / Clinical, sociodemographic and obstetric profile of women undergoing abortion

José Ítalo Monte da Silva, Franscisca Kaluriny Medrade Monteiro, Marina Pessoa de Farias Rodrigues, Allan Barros Gonçalves, Maria Mirelle Diniz Silva, Glauberto da Silva Quirino

Abstract


Considerado um grave problema de saúde pública, o aborto é uma das principais causas de mortalidade materna no Brasil, com maior incidência em áreas menos desenvolvidas. Dessa forma, objetivou-se: caracterizar o perfil clínico, sociodemográfico e obstétrico dos casos de abortamento em mulheres internadas em um hospital no interior cearense. Trata-se de uma pesquisa documental, retrospectiva, de abordagem quantitativa. Os dados foram coletados por meio de um formulário contendo as variáveis: mês de internamento, tipo de aborto, motivo do internamento, procedimento realizado, idade, estado civil, procedência, ocupação, história obstétrica e idade gestacional. As mulheres em situação de abortamento procuraram o serviço com aborto retido, apresentando dor em baixo ventre e sangramento transvaginal, sendo realizada a curetagem.  A idade dessas mulheres concentrou-se na faixa etária de 20 a 39 anos, casadas, procedentes do município pesquisado, ocupando-se das lides domésticas, com número de gestações entre uma e duas, estavam vivenciando o abortamento pela primeira vez e de forma precoce.


Keywords


Aborto. Saúde da Mulher. Epidemiologia.

References


FRANÇA CP, SAKAE TM, KLEVESTON T. Fatores de risco para abortamento em um hospital de referência no sul do brasil: um estudo caso-controle. Arq. Catarin Med. v. 47, n. 2, p. 35-48, 2018.

ROCHA K, FARIAS T, SILVESTRE A. PEREIRA, M. Doença hipertensiva específica da gestação: uma revisão sobre tratamento. Revista de Medicina, v. 96, n. 1, p. 49-53, 20 mar. 2017.

SANTIAGO LT, Meira Júnior JD, Freitas NA, Kurokawa CS, Rugolo LMSS. Conteúdo de Gordura e energia no colostro: Efeito da idade gestacional e do crescimento fetal. Rev. paul. pediatr. São Paulo , v. 36, n. 3, p. 286-91, Sept. 2018. Disponível em: . Acesso em: 03 jan. 2019. July 10, 2018. https://doi.org/10.1590/1984-0462/;2018;36;3;00006.

MARTINS MHPA, GHERSEL EL, GHERSEL H. Identificação dos principais problemas em gestação de risco para nortear ações preventivas. Ciencia e Saúde. vol. 10, n. 1, p.18-22, 2017.

PEIXOTO RL, MELLO RMS, MIRANDA F. Tratamento clínico de gravidez ectópica com uso do metotrexate. Revista rede de cuidados em saúde, v. 11, n. 2, p. 1-18, 2017.

LIMA ER, FEITOSA HN, FEITOSA FEL, CARVALHO FHC. Resultados maternos e perinatais em gestações com placenta prévia com e sem acretismo em maternidade terciária. Rev Med UFC. v. 55, n. 1, p.18-24, 2015.

CARLOTO CM, DAMIAO NA. Direitos reprodutivos, aborto e Serviço Social. Serv. Soc. Soc. [online]. n.132, p.306-25, 2018. ISSN 0101-6628. http://dx.doi.org/10.1590/0101-6628.143. Acesso em 30 de agosto de 2018

LEAL MC, Szwarcwald CL, Ameida PVB, Aquino EML, Barreto L, Barros F.Saúde reprodutiva, materna, neonatal e infantil nos 30 anos do Sistema Único de Saúde (SUS). Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro , v. 23, n. 6, p. 1915-28, June 2018 . Disponível em: . acesso em: 07 fev. 2019. https://doi.org/10.1590/1413-81232018236.03942018

FERRARI W, PERES S, NASCIMENTO M. Experimentação e aprendizagem na trajetória afetiva e sexual de jovens de uma favela do Rio de Janeiro, Brasil, com experiência de aborto clandestino. Ciênc. saúde coletiva. Rio de Janeiro , v. 23, n. 9, p. 2937-50, Sept 2018. Disponível em: .Acesso em: 15 jan. 2019. https://doi.org/10.1590/1413-81232018239.11312018.

DINIZ D, MEDEIROS M, MADEIRO A. National Abortion Survey 2016. Ciênc. saúde coletiva [online]. v. 22, n.2, p.653-60, 2017. Acesso em 23 de setembro de 2018.

DOMINGUES RMSM, FONSECA SC, LEAL MC, AQUINO EML. AQUINO, MENEZES GMS. Aborto inseguro no Brasil: revisão sistemática da produção científica, 2008-2018. Cad. Saúde Pública. 2020. 36 Sup 1:e00190418. doi: 10.1590/0102-311X00190418

LIMA KJ, Pinto FJM, CARVALHO FHC, LINARD CFBM, SANTOS FCR, TEÓFILO FKS, Nunes GP. Atenção ao abortamento em instituições hospitalares da rede SUS de Fortaleza, Ceará. Cad. saúde colet. Rio de Janeiro , v. 28, n. 1, p. 77-86, Mar. 2020 . Available from . acesso em: 10 Sept. 2020. Epub Apr 09, 2020. https://doi.org/10.1590/1414-462x202028010297.

MONTEIRO ESOH, SILVA IP, SOUSA SS. Perfil socioeconômico e epidemiológico do aborto entre adolescentes atendidas em uma maternidade pública de Teresina. R. Interd. v. 8, n. 1, p. 194-203, jan. fev. mar. 2015.

MARANHAO TA, GOMES KRO, BARROS IC. Fatores preditores do abortamento entre jovens com experiência obstétrica. Rev. bras. epidemiol, São Paulo , v. 19, n. 3, p.494-508, Sept. 2016. Disponível em: .acesso em 07 Jan. 2019. https://doi.org/10.1590/1980-5497201600030003.

OLIVEIRA LCQ, FONSECA MMO, STEFANELLO, GOMES SFA. Violência por parceiro íntimo na gestação: identificação de mulheres vítimas de seus parceiros. Rev. Gaúcha Enferm. Porto Alegre, v. 36, n. spe, p. 233-38, 2015. Disponível em: . acesso em: 10 Sept. 2020. https://doi.org/10.1590/1983-1447.2015.esp.57320.

Nery IS, Gomes KRO, Barros IC, Gomes IS, Fernandes ACN, Viana LLM. Fatores associados à reincidência de gravidez após gestação na adolescência no Piauí, Brasil. Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília , v. 24, n. 4, p. 671-80, Dec. 2015. Disponível em: .acesso em: 10 Sept 2020. https://doi.org/10.5123/S1679-49742015000400009.

DESTÊRRO RLS, FRANÇA LG, LIMA RCDSM. Perfil clínico-epidemiológico de mulheres em situação de abortamento em uma maternidade pública de São Luís-MA. Rev. Investig, Bioméd. São Luís v.7, n. 1, p. 16-27. 2015.

BRASIL. Ministério da Saúde/Gabinete do Ministro. PORTARIA Nº 2.282, DE 27 DE AGOSTO DE 2020. Edição 166, Seção 1, P 359, Ago 2020.

Silva LN, Demenech LM, Moreira LR, Oliveira AT, Carvalho FT, Paludo SS. Experiência de gravidez e aborto em crianças, adolescentes e jovens em situação de rua. Ciênc. saúde coletiva. Rio de Janeiro , v. 23, n. 4, p. 1055-1066, Apr. 2018. Disponível em: .accessado em: 07 fev de 2019. https://doi.org/10.1590/1413-81232018234.11342016

ADESSE L, SILVA KS, BONAN C, FONSECA MV. Complicações do abortamento e assistência em maternidade pública integrada ao Programa Nacional Rede Cegonha. Saúde Debate. RIO DE JANEIRO, V. 39, N. 106, P. 694-706, JUL-SET 2015.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n10-140

Refbacks

  • There are currently no refbacks.