Utilização dos resíduos sólidos para produção textual e educação ambiental no ensino médio / Use of solid waste for textual production and environmental education in high school

José Henrique Rodrigues Machado, Helena Novak Manrique, Ledyane Munique Rosa de Melo

Abstract


Este trabalho tem como objetivo analisar e viabilizar meios de trabalhar a produção de texto na disciplina Língua Portuguesa através da interdisciplinaridade da temática Educação Ambiental. Com o tema do estudo “Utilização dos Resíduos Sólidos para produção textual nas aulas de Língua Portuguesa e Educação Ambiental no Ensino Médio” propõe-se a apresentar ao aluno desses anos letivos formas de conscientização acerca da urgente necessidade de preservação do meio ambiente. Como metodologia foi utilizada a pesquisa bibliográfica em material publicado na internet, livros que abordam o assunto, dados da Associação Brasileira de Geografia e Estatística, dentre outros, buscou-se elucidar o tema deste estudo. Foi possível constatar a relevância de um trabalho junto a estes alunos para a efetivação de ações que possam colaborar para a preservação da vida no Planeta.

 


Keywords


Língua Portuguesa. Educação Ambiental. Resíduos Sólidos. Produção Textual

References


AZEVEDO, G.O.D. Por menos lixo: A minimização dos resíduos sólidos urbanos na cidade do Salvador/Bahia Salvador. 2004. Universidade Federal da Bahia. Escola Politécnica. Engenharia Ambiental Urbana. [Tese mestrado]. 148 p. Disponível em: < http://www.teclim.ufba.br/site/material_online/dissertacoes/dis_gardenia_o_d_de_azevedo.pdp>. Acesso em 29 mar 2019.

BRASIL. Da Política Nacional do Meio Ambiente. Lei nº 6.938, de 31 de agosto de 1981. Disponível em: . Acesso em 20 mar 2019.

BRASIL. Constituição Federal de 1988. Artigo 225. Título VIII. Da Ordem Social. Capítulo VI. Do Meio Ambiente. Disponível em: . Acesso em 25 mar de 2019.

BRASIL. Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. (2004). ABNT NBR ISO 14001: 2004. Sistemas da gestão ambiental. Requisitos com orientações para uso Rio de Janeiro: ABNT. 27 p. ABNT 2004.

BRASIL. Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT. ABNT NBR 8849/1985. Aterros controlados de resíduos sólidos urbanos. Disponível em: < http://licenciadorambiental.com.br/wp-content/uploads/2015/01/Nbr-8.849-NB-844-Apresentac%C3%A3o-de-Projetos-de-Aterros-Controlados-RSU.pdf>. Acesso em 10 mai 2019.

BRASIL. Ministério da Saúde. Combate ao Aedes Aegypti: prevenção e controle da Dengue, Chikungunya e Zika. 2019. Disponível em: . Acesso em 29 mar 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio (PCNEM). Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. 1999. Livro 3. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/ciencian.pdf>. Acesso em 03 mai 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Projeto de Lei Ordinário nº 8.035/2010 – Plano Nacional da Educação (PNE) Decênio 2011 – 2020. 2012. Disponível em: < http://fne.mec.gov.br/images/pdf/notas_tecnicas_pne_2011_2020.pdf>. Acesso em 15 mai 2019.

BRESSANIN, J. A. Prática de leitura e produção textual no Ensino Médio: aperfeiçoando a capacidade de argumentar. Cuiabá: UFMT, 2006. (Dissertação de Mestrado em Estudos de Linguagem). Disponível em: < https://www1.ufmt.br/ufmt/unidade/userfiles/publicacoes/c97340875dda3449cb1c1031fd47fcf0.pdf>. Acesso em 20 abr 2019.

CAMPANER, Érica Cristiane dos Santos; ARAÚJO, Gladiz Mery de Souza; PINHEIRO, Renata Costa. Gestão Ambiental como Responsabilidade Social das Organizações / Érica Cristiane dos Santos Campaner; Gladiz Mery de Souza Araújo; Renata Costa Pinheiro. – – Lins, 2009. 70p. il. 31cm.

CAPRA, F. O Ponto de Mutação. 3 ed. São Paulo: Círculo do Livro, 1988.

CARVALHO, Julia Maria Gomes. Vida e lixo: a situação de fragilidade dos catadores de material reciclável e os limites de reciclagem. 2005. Disponível em: < http://www.estudosdotrabalho.org/anais6seminariodotrabalho/juliamariagomescarvalho.pdf>. Acesso em 10 abr de 2019.

CARVALHO, Ricardo. Revolução Industrial. [Artigo online]. 2017 Disponível em: . Acesso em 02 mar 2019.

CASTRO, Mauriceia Aparecida. A reciclagem no contexto escolar. 2008. (Online). Disponível em: < http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/448-4.pdf>. Acesso em 15 abr 2019.

CORTEZ, A. T. C.; ORTIGOZA, S. A. G. (Orgs). Consumo Sustentável: conflitos entre necessidade e desperdício. São Paulo: Unesp, 2007.

CRUZ, C.; RIBEIRO, U. Metodologia Científica, Teoria e Prática. 2ª ed. Rio de Janeiro, RJ: Axcel Books, 2003.

DELLA VEGA, Alessandra. Sustentabilidade. [Monografia]. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. 2016. Disponível em: . Acesso em 10 jul 2019.

DREW, D. Processos Interativos homem-ambiente. 4. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil. 1998.

DUBOS, René. Namorando a Terra. São Paulo. Ed. Melhoramentos, 1981.

FERREIRA, André Luiz. Aterro sanitário. Blog PRS Portal Resíduos Sólidos. IN: MACHADO, GLEYSSON B. Atualizado em 2018. Disponível em: . Acesso em 18 mai 2019.

FORTUNATO, Raquel; CONFORTIN, Renata; SILVA, Rochele Tondello da. Interdisciplinaridade nas escolas de Educação Básica: da retórica à efetiva ação pedagógica. REI – Revista de Educação do IDEAU. Vol. 8. Nº 17. Janeiro – Junho. 2013. Disponível em: . Acesso em 13 jul 2019.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5.ed. São Paulo: Atlas, 1999.

HOLZER, Gisele Dos Santos Augusto. Lixo, Coleta Seletiva e Reciclagem. [Monografia]. Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Medianeira, 2012. 37 fls. Disponível em: < http://repositorio.roca.utfpr.edu.br/jspui/bitstream/1/2464/1/MD_ENSCIE_III_2012_28.pdf>. Acesso em 12 mar 2019.

JARDIM, N. S et al. (Coords.). Lixo municipal − manual de gerenciamento integrado. São Paulo: Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo: Cempre, 1995.

KRZYSCZAK, Fabio Roberto. As diferentes concepções de meio ambiente e suas visões. Revista de Educação do IDEAU – Instituto de Desenvolvimento Educacional do Alto Araguaia. Vol. 11 – Nº 23 – Janeiro – Junho – 2016. Semestral. Disponível em: . Acesso em 20 mar 2019.

LEITE, Romildo de Paula. Conheça os 5 Rs da sustentabilidade para a indústria da moda circular. Blog Industria Textil e do Vestuário – Textile Industry – Ano XI. 2016. Disponível em: . Acesso em 29 jun 2019.

MATTOS, Neide Simões de; GRANATTO, Suzana Facchini. Lixo: problema nosso de cada dia: reciclagem, e uso sustentável. São Paulo: Saraiva, 2005.

NALINI, J. R. A Cidadania e o Protagonismo Ambiental. In: Revista de Direito Ambiental. São Paulo: Revista dos Tribunais, n. 35, julho-setembro, 2004.

QUADROS, Alessandra. Educação Ambiental: iniciativas populares e cidadania. (Monografia). Universidade Federal de Santa Maria (UFSM, RS). 2007. 46 p. Disponível em: < http://jararaca.ufsm.br/websites/unidadedeapoio/download/alessandra.pdf>. Acesso em 09 abr 2019.

RESCK, Sucena Shkrada. 2018: lixões e aterros controlados, uma realidade ainda gritante no Brasil. Instituto Humanitas Unisinos. Adital. Revista IHU Online. Fev. Nº 536. 2018. Disponível em: < http://www.ihu.unisinos.br/78-noticias/575765-2018-lixoes-e-aterros-controlados-uma-realidade-ainda-gritante-no-brasil>. Acesso em 12 mai 2019.

RICHTER, Leonice Terezinha. A importância da conscientização e da coleta seletiva de lixo no município de Palmitos – SC. 2014. 84 folhas. (Monografia). Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Medianeira, 2014. Disponível em: . Acesso em 25 mar 2019.

RIOS, C.M. Lixo e cidadania: um estudo sobre catadores de recicláveis em Divinópolis-MG. 2008. Universidade do Estado de Minas. Disponível em: < http://www.funedi.edu.br/files/mestrado/Dissertacoes/TURMA2/DissertacaoCristianeMargareteRios.pdf>. Acesso em 22 mar 2019.

SANTANA, Gildasio Ferreira Felix de. Qual a diferença entre lixão, aterros e compostagem? In: Blog A TERA. 2015. Online. Disponível em: . Acesso em 15 mai 2019.

SANTOS, Joseane Aparecida Euclides; IMBERNON, Rosely Aparecida Liguori. A concepção sobre “natureza” e “meio ambiente” para distintos atores sociais. TERRÆ DIDATICA. 10-2:151-159 2014. Disponível em: < https://www.ige.unicamp.br/terraedidatica/v10_2/PDF10-2/TDv10_2-87%206.pdf>. Acesso em 22 abr 2019.

SELLTIZ, Writsman Cook. Métodos de pesquisa nas relações sociais. v. 1/3. 2. ed. São Paulo: E.P.U, 1987.

SILVA, Edina da.; MURATA, AfonsoTakao. Educação Ambiental: Lixo urbano de problema a possibilidades. Monografia. 22p. Universidade Federal do Paraná. Paranaguá. PR. 2015. Disponível em: . Acesso em 10 abr 2019.

SOUZA, Célia; LUZ, Julyanne; LUZ, Catherine. Reciclagem: um ato de conscientização da preservação ambiental. Universidade Federal do Maranhão – UFMA. Anais da Mostra de Ciência e Tecnologia da 9ª Bienal de Arte Ciência e Cultura da UNE Biociências. 2013. Disponível em: . Acesso em 25 mar 2019.

TORRES, C.; BESERRA, E.P.; BARROSO, M.G.T. Relações de gênero e vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis: percepções sobre a sexualidade dos adolescentes. Esc Anna Nery R Enferm. 2007. jun; 11 (2): 296 - 302. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/ean/v11n2/v11n2a17.pdf>. Acesso em 27 mar 2019.

VALLE, Cyro Eyer. Qualidade ambiental: como ser competitivo protegendo o meio ambiente. São Paulo: Pioneira, 1995.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n10-114

Refbacks

  • There are currently no refbacks.