Comportamento e clima organizacional de uma instituição pública educacional de Mato Grosso Do Sul, Brasil / Behavior and organizational environment of a public educational institution in Mato Grosso Do Sul, Brazil

Antônio Bernardes da Silva Júnior, Edrilene Barbosa Lima Justi, Jamson Justi, Jadson Justi

Abstract


Contemporaneamente é indispensável a necessidade de entender o comportamento e o clima organizacional de uma instituição para melhor administrá-la. O presente trabalho tem como finalidade enfocar o clima organizacional por ser representado pelos conceitos e sentimentos que as pessoas partilham a respeito da instituição e que afetam de maneira positiva ou negativa sua motivação e satisfação no trabalho. Para tanto, objetiva-se identificar o comportamento e o clima organizacional do ponto de vista dos servidores técnicos de uma instituição pública em Nova Andradina, MS, Brasil. Este estudo enquadra-se como transversal de forma a identificar, por meio da literatura, os fatores intervenientes no clima organizacional da instituição e avaliar, por meio de questionário, o grau de relacionamento existente entre seus servidores técnicos. Os resultados evidenciam que fatores internos influenciam mais do que os externos quando o que está em questão são o comportamento e o clima organizacional. Conclui-se que tanto fatores positivos como negativos influenciam diretamente na construção de um clima favorável em uma instituição.


Keywords


Comportamento organizacional, Clima organizacional, Administração

References


BISPO, C. A. F. Um novo modelo de pesquisa de clima organizacional. Production, São Paulo, v. 16, n. 2, p. 258-273, 2006. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/prod/v16n2/06.pdf. Acesso em: 19 set. 2020.

CHIAVENATO, I. Introdução à teoria geral da administração. 9. ed. São Paulo: Manole, 2014.

DAVIS, K.; NEWSTROM, J. W. Comportamento humano no trabalho: uma abordagem psicológica. São Paulo: Pioneira, 2001. v. 1.

GASPARETTO, L. E. Pesquisa de clima organizacional: o que é e como fazer. São Paulo: Scortecci, 2008.

HACKMAN, J. R.; SUTTLE, J. L. Improving life at work: Behavioral Science approaches to organizational change. Santa Monica: Goodyear, 1977.

KANAANE, R. Comportamento humano dentro das organizações: o homem rumo ao século XXI. São Paulo: Atlas, 1994.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. Fundamentos de metodologia científica. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

LUZ, J. P. Metodologia para análise de clima organizacional: um estudo de caso para o Banco do Estado de Santa Catarina. Orientador: Francisco Antonio Pereira Fialho. 2001. 198 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2001. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/80230/184951.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 19 set. 2020.

LUZ, R. S. Gestão de clima organizacional. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2007.

MAXIMIANO, A. C. A. Introdução a administração. 5. ed. rev. e atual. São Paulo: Atlas, 2000.

PEREIRA, L. A. Poder e clima organizacional: um estudo de caso em uma empresa petroquímica. Orientador: Antônio Virgílio Bittencourt Bastos. 2003. 102 f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2003. Disponível em: https://livrozilla.com/doc/1081279/luiz-alberto-pereira-poder-e-clima. Acesso em: 19 set. 2020.

RIZZATTI, G. Categorias de análise de clima organizacional em universidades federais brasileiras. Orientador: Nelson Colossi. 2002. 307 f. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2002. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/84206/186334.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 19 set. 2020.

ROBBINS, S. P. Comportamento organizacional. Tradução técnica: Reynaldo Cavalheiro Marcondes. 9. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2002.

ROBBINS, S. P.; JUDGE, T. A.; SOBRAL, F. Comportamento organizacional: teoria e prática no contexto brasileiro. Tradução: Rita de Cássia Gomes. 14. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2010.

SOTO, E. Comportamento organizacional: o impacto das emoções. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.

SOUZA, C. P. S. Cultura e clima organizacional compreendendo a essência das organizações. Curitiba: Intersaberes, 2014.

SOUZA, E. L. P. Diagnóstico de clima organizacional. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 11, n. 2, p. 141-158, 1977. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rap/article/download/6127/4748. Acesso em: 19 set. 2020.

SOUZA E. L. P. Clima e cultura organizacionais: como se manifestam e como se manejam. São Paulo: E. Blucher, 1978.

SOUZA, E. L. P. Percepção de clima conforme o escalão hierárquico. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 20, n. 4, p. 51-56, 1980. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rae/v20n4/v20n4a05.pdf. Acesso em: 19 set. 2020.

SOUZA, E. L. P. Clima e motivação em uma empresa estatal. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 22, n. 1, p. 18-38, 1982. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rae/v22n1/v22n1a02.pdf. Acesso em: 19 set. 2020.

SOUZA, E. L. P. Clima e estrutura de trabalho. Revista de Administração, São Paulo, v. 18, n. 3, p. 68-71, 1983. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rausp/article/view/166978/159530. Acesso em: 19 set. 2020.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n10-056

Refbacks

  • There are currently no refbacks.