Caracterização e capacidade antioxidante do jambu (Spilanthes oleracea L.) in natura procedente do cultivo convencional e de hidroponia / Characterization and the antioxidant capacity of jambu (Spilanthes oleracea L.) in natura coming from conventional and hydroponics farming

Ianê Valente Pires, Alessandra Eluan da Silva

Abstract


O jambu (Spilanthes oleracea L.), hortaliça cultivada principalmente no Brasil de uso gastronômico e medicinal tem sido popularizada em diversos restaurantes. As amostras de jambu, convencional e hidropônica, foram adquiridas diretamente dos produtores. Constatou-se que o jambu in natura é um alimento propício ao desenvolvimento de micro-organismos devido o valor do pH e de umidade elevados. O jambu apresentou bom teor de vitamina C com 49,03 e 28,50 (mg/100g) para jambu convencional e hidropônico, respectivamente, apresentando diferença significativa. Os dois tipos de jambu estudados mostraram-se também fonte de compostos fenólicos totais com valores de 360,21 (mg/L) para o jambu convencional e 396,89 (mg/L) para o jambu hidropônico, e não apresentaram diferença significativa entretanto, o teor de flavonoides totais diferiu significativamente em que o jambu convencional apresentou a maior concentração com 24,35 (mg/100g) e o jambu hidropônico de 15,75 (mg/100g). O potencial antioxidante foi maior no jambu convencional com 64,92 (µM trolox/g b.s) do que no jambu hidropônico 60,08 (µM trolox/g b.s) e em ambos os modos de cultivo os resultados foram superiores quando comparados ao de hortaliças convencionais como rúcula, repolho e acelga.


Keywords


Composição centesimal, compostos fenólicos, flavonoides, vitamina C.

References


AGUIAR, J. P. L; YUYAMA, L. K. O; SOUZA, F. C. A.; PESSOA, A. Biodisponibilidade do ferro do jambu (Spilanthes oleracea L.): estudo em murinos. Rev Pan-Amaz Saúde 5: 19-24. 2014.

AHN, M. R; KUMAZAWA, S; USUI, Y; NAKAMURA, J; MATSUKA, M; ZHU, F; NAKAYAMA, T. 2007. Antioxidant activity and constituents of propolis collected various areas of China. Food Chem 101: 1383-1392. 2007.

ARBOS, K. A; FREITAS, R. J. S; STERTZ, S. C; DORNAS, M. F. Atividade antioxidante e teor de fenólicos totais em hortaliças orgânicas e convencionais. Ciênc. Tecnol. Aliment 30: 501-506. 2010.

Association of official analytical chemists (AOAC). Official methods of analysis. 18th ed. Gaithersburg, M.D, USA. 2005.

BERGAMACHI, K. B. Capacidade antioxidante e composição química de resíduos vegetais visando seu aproveitamento. 97 f. Tese (Mestrado em Ciências) - Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo, Piracicaba. 2010.

BORGES, L. S. Biomassa, teores de nutrientes, espilantol e atividade antioxidante em plantas de jambu (acmella ciliata kunth) sob adubações mineral e orgânica. 128 f. Tese (Mestrado em Agronomia) - Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp. Universidade Estadual Paulista “Julio De Mesquita Filho”. São Paulo, Botucatu. 2009.

BORGES, L. S. Potencial antioxidante, óleo essencial e atividade antifúngica de plantas de jambu (Spilanthes oleracea), cultivadas sob adubação orgânica e convencional e processamento mínimo de nectarina (Prunus pérsica var. nectarina): conservação de suas qualidade e propriedades bioativas. 184 f. Tese (Doutorado em Agronomia) Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp. Universidade Estadual Paulista “Julio De Mesquita Filho”. São Paulo, Botucatu. 2012.

CARDOSO, M. O; GARCIA, L. C. Jambu. In: Cardoso MO. Hortaliças não convencionais da amazônia. Manaus: Embrapa, Cpaa, P. 133-140. 1997.

DUARTE, A. J. M; SANTOS, R. J; GENOVESE, M. I; LAJOLO, F. M. Avaliação da atividade antioxidante utilizando sistema β-caroteno/ácido linoléico e método de seqüestro de radicais DPPH. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v. 26, n. 2, p. 446-452. 2006.

GEORGÉ, S; BRAT, P; ALTER, P; AMIOT, M. J. Rapid determination of polyphenols and vitamin C in plant-derived products. Journal of Agricultural and Food Chemistry, v. 53, p. 1370-1373. 2005.

HOMMA, A. K. O; SANCHES, R. S; MENEZES, A. J. E. A; GUSMÃO, S. A. L. Etnocultivo do jambu para abastecimento da cidade de Belém, Estado do Pará. Amazônia: Ciência & Desenvolvimento 6: 125-142. 2011.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Tabelas de composição nutricional dos alimentos consumidos no Brasil. Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009, Rio de Janeiro: IBGE, 351p. 2011.

LEE, S. K; KADER, A. A. Pre-harvest and post-harvest factors influencing vitamin C content of horticultural crops. Postharvest Biol. Technol. 20, 207–220. 2000.

MARCUSSI, F. Capacidade antioxidante e compostos bioativos em hortaliças analisadas em dois períodos de cultivo. 74 f. Tese (Mestrado em Ciência dos Alimentos) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas. Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. São Paulo, Araraquara. 2010.

MEDA, A; LAMIEN, C. E; ROMITO, M; MILLOGO, J; NACOULMA, O. G. Determination of the total phenolic, flavonoid and proline contents in Burkina Fasan honey, as well as their radical scavenging activity. Food Chemistry, v. 91, p. 571-577. 2005.

MONTEIRO, C. S; BALBI, M. E; MIGUEL, O. G; PENTEADO, P. T. P. S; HARACEMIV, S. M. C. Qualidade nutricional e antioxidante do tomate “tipo italiano”. Alim. Nutr. Araraquara, v.19, n.1, p. 25-31, jan./mar. 2008.

MOREIRA, J. A. A; COSTA, L. L; OLIVEIRA, C. L; CARDOSO, A. F; FERNANDES, F. H; RODRIGUES, M. S; PEIXOTO, N. Manejo da irrigação para o tomateiro no sistema plantio direto: sólidos solúveis e acidez em frutos. Embrapa Arroz e Feijão, Santo Antônio de Goiás, GO. 2000.

PEREIRA, V. R. Ácido ascórbico: características, mecanismos de atuação e aplicações na indústria de alimentos. Departamento de ciências dos alimentos. Universidade Federal de Pelotas. Pelotas. 2008.

POLTRONIERI, M. C; POLTRONIERI, L. S; MÜLLER, N. R. M. Cultivo do jambu (Spilanthes oleracea L.). Recomendações Básicas. Embrapa Amazônia Oriental, Belém, PA. n. 39, p. 1-6. 1998.

RIBEIRO, E. P; SERAVALLI, E. A. G. Química de alimentos. São Paulo: Edgard Blücher; Instituto Mauá de Tecnologia, 184p. 2004.

RUFINO, M. S. M; ALVES, R. E; BRITO, E. S; MORAES, S. M; SAMPAIO, C. G; PÉREZ-JIMÉNEZ, J; SAURA-CALIXTO, F. D. Metodologia Científica: Determinação da Atividade Antioxidante em Frutas pela Captura do radical livre ABST+. Embrapa Agroindustrial Tropical: Comunicado Técnico 128. Fortaleza-CE. 4p. 2007.

SAMPAIO, M. G. S; da SILVA JÚNIOR, M. L; BITTENCOURT, R. F. P. de M; LEMOS NETO, H. de S; de SOUZA, D. L; NUNES, F. K. M; da SILVA, L. C; FIGUEIREDO, S. P. R. Sintomas de deficiências nutricionais e produção de massa seca em plantas de jambu (Acmella oleraceae) submetidas as omissões de nutrientes. Brazilian Journal of Development, v. 5, n. 12, p. 31549-31563. 2019.

SCHLESIER, K; HARWAT, M; BÖHM, V; BITSCH, R. Assessment of antioxidant activity by using different in vitro methods. Free Radical Research, v. 36, p. 177-187. 2002.

SEABRA JUNIOR, S; PANTANO, S. C; HIDALGO, A. F; RANGEL, M; CARDOSO, A. L. L. Avaliação da posição e número de melancias cultivadas em casa de vegetação. Horticultura Brasileira, Brasília, v.21, n. 4, p. 708-711. 2003.

SILVA, A. E. Jambu (Spilanthes Oleracea Linn.) Minimamente Processado: Compostos Bioativos e Caracterização Físico-Química, Microbiológica e Sensorial. 76 f. Tese (Doutorado em Ciências) – Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais. 2015.

SINGLETON, V. L; ROSSI, J. A. Colorimetry of total phenolics with phosphomolybdic-phosphotungstic acid reagents. Am. J. Enol. Vitic.v.16, 144-168. 1965.

SOAVE, P. B. Avaliação da Composição Centesimal de Preparações Fortificadas com Ferro Destinadas a Alimentação Escolar. In: 14º Congresso de iniciação científica, 2006, São Paulo, Anais., São Paulo: Universidade Metodista de Piracicaba. 2006.

TIVERON, A. P. Atividade antioxidante e composição fenólica de legumes e verduras consumidos no Brasil. 102 f. Tese (Mestrado em Ciências) - Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo, Piracicaba. 2010.

WEISBURGER, J. H. Mechanisms of action of antioxidants as exemplified in vegetables, tomatoes and tea. Food Chemistry Toxicology, v. 37, p. 943-948. 1999.

YADAV, K; SINGH, N. Micropropagation of Spilanthes acmella Murr. – An Important Medicinal Plant. Nature and Science, v.8, p.5-11. 2010.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n10-040

Refbacks

  • There are currently no refbacks.