Utilização de vermicomposto bovino na produção de Avena sativa/Production of Avena sativa fertilized with bovine vermicompost

Ana Maria Oliveira Bicca, Fernando Pereira de Menezes, Ana Cláudia Kalil Huber, Quélen Oliveira, João Pedro Baierle

Abstract


O objetivo do presente trabalho foi avaliar a produção de fitomassa seca e verde da parte aérea de plantas de aveia sob adubação orgânica. O experimento foi instalado em julho de 2017, em ambiente protegido numa casa de vegetação modelo arco, localizado no Instituto Biotecnológico de Reprodução Vegetal – Intec, vinculado a Universidade da Região da Campanha – Urcamp, em Bagé, Rio Grande do Sul. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso com cinco tratamentos e quatro repetições, os tratamentos utilizados foram: (T1) sem vermicomposto e sem calcário (testemunha), (T2) vermicomposto bovino 25% da recomendação total da Comissão de Quimica e Fertilidade do Solo do RS e SC (CQFS) + calcário, (T3) vermicomposto bovino 50 % da recomendação total da (CQFS) + calcário, (T4) vermicomposto bovino 100% da recomendação total da (CQFS) + calcário, (T5)  vermicomposto bovino 125% da recomendação total da (CQFS)  + calcário. A adubação orgânica, foi estabelecida de acordo com a análise de solo e realizada de acordo com cada tratamento, o calcário utilizado foi o Filler. Pelos resultados podemos observar que houve diferença significativa entre os tratamentos para as variáveis fitomassa seca e verde da parte aérea. Para as duas variáveis os tratamentos T3 e T4 diferiram dos demais, sendo os melhores tratamentos. Os resultados confirmam a eficiência do vermicomposto bovino como fonte de nutrientes para a cultura da aveia preta, confirmando ser alternativa interessante para os produtores que possuem esse adubo orgânico na propriedade, desde que seja utilizando com precaução e nas doses adequadas para sua maior eficiência e retorno financeiro.


Keywords


fitomassa, orgânica, adubação.

References


BARCELLOS, L. A.; PAULUS, G.; MULLER, A. M. Agroecologia Aplicada: Práticas e Métodos para uma Agricultura de Base Ecológica. Secretaria da Agricultura e abastecimento, EMATER/RS. Porto Alegre, 2000.

BICCA, A.M.O; MORSELLI, T.B.G.A.; MENEZES, F.P.; et al. Produção e qualidade do centeio sob adubação orgânica e mineral. Revista da FZVA,Vol. 18, No 1 (2011).

BICCA, A. M. O. Produção e valor nutricional de forrageiras sob adubação orgânica. 2014. 129f. Tese (Doutorado em Sistemas de Produção Agrícola Familiar) – Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2014.

BRADY, N. C. Natureza e Propriedades dos Solos. 7ª ed. Freitas Bastos, 1989. 878p. SUÑE, L. Composição Bromatologica de Forrageiras de Estação Fria Sob Adubação Orgânica. 2014. 129f. Tese (Doutorado em Sistemas de Produção Agrícola Familiar) – Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2014.

COMISSÃO DE QUÍMICA E FERTILIDADE DO SOLO. Manual de adubação e calagem para os estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. 10. ed. Porto Alegre: SBCS-NRS, 2016. 400p. COSTA, M. B. B. da; MILANEZ, A. I.; CHABARIBERI, D. Adubação orgânica: nova síntese e novo caminho para a agricultura. São Paulo: Ícone, 1986. 102p.

COELHO, C. N. A expansão e o potencial do mercado mundial de produtos orgânicos. Revista de Política Agrícola, ano 10, n.2, p.9-26, 2001.

COSTA, M. B. B. da; MILANEZ, A. I.; CHABARIBERI, D. Adubação orgânica: nova síntese e novo caminho para a agricultura. São Paulo: Ícone, 1986. 102p.

GOMES, J. F. Forrageiras e Pastagens Para a Produção de Leite. In: PEGORARO, L. M. C. Noções Sobre Produção de Leite. Pelotas: Embrapa Clima Temperado, 2006. p. 51-68.

HUNTER, A. H. Laboratory an analysis of vegetal tissues samples: international soil fertily and improvement laboratory procedures Raleigh. Raleigh: North Caroline State University, Department of Soil Science, 1974.

LANZANOVA, M. E. Atributos físicos do solo em sistemas de culturas sob plantio direto na integração lavoura-pecuária. Santa Maria: UFSM, 2005. 142p. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo). Programa de Pós- Graduação em Ciência do Solo, Universidade Federal de Santa Maria, 2005.

RAIJ, B. V.; ANDRADE, J. C.; CANTARELLA, H. et al. Análise química para avaliação da fertilidade de solos tropicais. Campinas: Instituto Agronômico, 2001. 285p

RIBEIRO, L. M.; SOARES, A. Uma agricultura que não agride o meio ambiente. Revista da EMATER-MG. Ano 24, n. 74, p. 30, 2002.

TEDESCO, M. J.; GIANELLO, C.; BASSANI, C. A.; et al. Análises de solo, plantas e outros materiais. Porto Alegre: Faculdade de Agronomia. Departamento de Solos Universidade Federal do Rio Grande do Sul-RS, 1996, p.174.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n10-010

Refbacks

  • There are currently no refbacks.