O novo meio de transporte contemporâneo: do taxi ao UBER, e as implicações que essa nova tecnologia trouxe para o mercado de trabalho

Sebastião Sérgio da Silveira, Jair Aparecido Cardoso, Andréia Chiquini Bugalho

Abstract


As novas tecnologias vêm ocasionando transformações diversas na sociedade, e em todos os setores, o que acaba impactando na cultura social, ocasionando formação de novos conceitos e hábitos. Essa transformação é generalizada, e atinge todos os setores. O objetivo desta reflexão é a analise deste impacto no sistema de mobilidade urbana instalada entre os taxistas e os motoristas vinculados à plataforma tecnológica, em que, por meio de aplicativo, o consumidor contrata o serviço. Considerando essa realidade, objetiva-se analisar se a entrada da plataforma tecnológica de mobilidade urbana afetou a procura por táxis convencionais, se existe concorrência desleal, se  haveria razão em regular ou interferir no funcionamento da prestação do serviço por meio do aplicativo Uber, se essa ferramenta é realmente capaz de abalar e modificar o modelo convencional do táxi, e as consequência que o advento dessa nova realidade trouxe no mercado de trabalho. Para tal análise, será utilizado o método de abordagem dedutivo e a técnica de pesquisa de documentação indireta, por meio de pesquisas doutrinárias e artigos científicos.


Keywords


mobilidade urbana,plataforma tecnológica, uber, táxi.

References


ABRAMIDES BRASIL, Natália Marques. Relações de trabalho em plataformas digitais: desafios ao modelo tradicional do Direito do Trabalho. Dissertação Mestrado. Faculdade de Direito de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018.

ALVES, Polyana d’ Emery Alves. CEOLIM, Alessandra Carla. Estratégias de Diferenciação por Meio de Inovação: um estado de caso em uma pequena empresa. Brazilian Journal Of Development. p. 3. Curitiba. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/883/765 . Acesso em: 07 de ag. 2020.

BAUMANN, Zygmunt. Amor líquido: sobre a fragilidade dos laços humanos. Trad. Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Zahar, 2004.

BRAGHINI, Marcelo. Reforma trabalhista: flexibilização das normas sociais do trabalho. São Paulo: LTR, 2017. p. 78.

BRASIL. Decisão TRT da 3.ª Região; PJe: 0010586-27.2017.5.03.0185 (RO); Disponibilização: 13/11/2017, DEJT/TRT3/Cad.Jud, Página 464; Órgão Julgador: Terceira Turma; Relator: Convocada Maria Cristina Diniz Caixeta. Disponível em: . Acesso em: 26 de jan. 2019.

______. Decisão Justiça do Trabalho de Minas Gerais. Disponível em: . Processo nº 0011359-34.2016.5.03.0112. Acesso em: 26 de jan. 2019.

______. Decisão Tribunal Regional do Trabalho. 3ª região. Processo nº 0011201-24.2017.5.03.0021. Disponível em: . Acesso em: 26 de jan. 2019.

______. Decisão Tribunal Regional do Trabalho. 3.ª Região; PJe: 0010586-27.2017.5.03.0185 (RO); Disponibilização: 13/11/2017, DEJT/TRT3/Cad.Jud, Página 464; Órgão Julgador: Terceira Turma; Relator: Convocada Maria Cristina Diniz Caixeta. Disponível em: . Acesso em: 26 de jan. 2019.

CADE. DEE analisa efeitos concorrenciais da entrada da Uber sobre mercado de aplicativos de táxi. Disponível em: . Acesso em: 24 jan. 2019.

CARELLI. Rodrigo. Ministério Público do Rio de Janeiro – MPT. O Uber, os táxis e a exploração dos motoristas. Disponível em . Acesso: 22 jan. 2019.

COMUNELLO, Patrícia. Limite de Jornada. Nova York. Disponível em: . Acesso em: 29 jan. 2019.

DELGADO, Maurício Godinho. A Jornada no Direito do Trabalho Brasileiro. Disponível em: . Acesso em: 29 jan. 2019.

ESTEVES, Luiz Alberto. O mercado de transporte individual de passageiros: regulação, externalidades e equilíbrio urbano. Brasília: Departamento de Estudos Econômicos do CADE, pág. 20. 2015.

ESTEVES, Luiz Alberto. Revista de Direito da Cidade. 2015. p. 21- 22. vol. 08. Nº 3. ISSN 2317-7721. p.p. 1049-1063 1061. Uma listagem de vantagens e desvantagens dos modelos de controle de entrada e da ausência de controle pode ser obtida no estudo.

EQUIPE DE POLÍTICAS PÚBLICAS. Regulamentação da prestação do serviço Uber. Disponível em: . Acesso em: 23 jan. 2019.

FARIAS, Fernando Meister Vieira de. MOLLER, C. O lado humano da qualidade: maximizando a qualidade de produtos e serviços através do desenvolvimento das pessoas. São Paulo: Pioneira Thompson Learning, 2001. Disponível em: . Acesso em: 14 jan. 2019.

GRISWOLD, Alison. Uber is beginning to warn drivers about-long trips‖ likely to last over an hour. Quartz, 15 ago. 2017. Disponível em: . Acesso em: 24 jan. 2019.

MAGALHÃES, Guilherme A. Canedo de. O abuso do poder econômico. Rio de Janeiro: Artenova, 1975. p. 16.

MCKAY, Tom. Limite de Jornada nos Estados Unidos da América pela empresa Uber. Disponível em: . Acesso em: 28 jan. 2019.

NUSDEO, Ana Maria de Oliveira. Defesa da concorrência e globalização econômica. São Paulo: Malheiros, 2002, p. 237.

OLMOS, Olivia Martinhs de Quadros. FAVERA, Rafaela Bolson Dalla. A polêmica em torno do aplicativo Uber no Brasil: argumentos de direito contra e a favor da sua manutenção. Disponível em: . Acesso em: 28 jan. 2019.

PISCICELLI, L.; COOPER, T.; FISHER, T. The role of values in collaborative consumption: Insights from a product-service system for lending and borrowing in the UK. Journal of Cleaner Production, v. 97, p. 21–29, 2015.

GONZAGA, Thiago de Moraes. Fundação. Relatório Mobilidade & Juventude. Disponível em: file:///C:/Users/andre/Downloads/(cod2_3950)relatorio2018.pdf%20(1).pdf . Acesso em: 21 jan. 2019.

SARMENTO, Daniel. PARECER - Ordem Constitucional Econômica, Liberdade e Transporte Individual de Passageiros: O “caso Uber”. p. 39 e 40. Disponível em: . Acesso em: 25 de jan. de 2019.

SATURNO, Ares. Receita da Uber. Disponível em: . Acesso em: 26 jan. 2019.

TEODORO, Maria Cecília Máximo; DA SILVA, Thais Claudia D'Afonseca; ANTONIETA, Maria. Disrupção, economia compartilhada e o fenômeno Uber. Revista da Faculdade Mineira de Direito, Belo Horizonte, v. 20, n. 39, p. 1-30, abr. 2017. Disponível em: . Acesso em: 25 jan. 2019.

TJDFT. Relação jurídica entre a plataforma uber e motoristas parceiros. natureza civilista. regência do código civil. ausência de vínculo empregatício. competência da justiça comum. apreciação da lide pelos juizados especiais cíveis. possibilidade. descumprimento contratual. causa madura. não aplicabilidade. recurso conhecido. preliminar rejeitada. provido.Acórdão n.1059491, 20160111270123APC, Relator: ESDRAS NEVES 6ª TURMA CÍVEL, Data de Julgamento: 08/11/2017, Publicado no DJE: 14/11/2017. Pág.: 588/608). Disponível em: . Acesso em: 27 jan. 2019.

VENTURA, Thiago. Uber divulga lista de carros aceitos. Disponível em: . Acesso em: 22 jan. 2019.




DOI: https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-367

Refbacks

  • There are currently no refbacks.